×
Home
FocoNews
Clássico Rei
Carro e Campo
Mosaico
Fatos e Notas
Especial Foco
Fotos
RN em Foco
Espaço GEEK
Edições
Anuncie aqui
Fale conosco









#RN em
Foco

Fábrica de polpas vai gerar emprego e renda na zona rural de Ceará-MirimO empreendimento tem como base a economia solidária, unindo diversos trabalhadores

O Assentamento São José de Pedregulho, a 13 quilômetros de Ceará-Mirim, vai ganhar uma agroindústria para fabricação de polpa de frutas no próximo mês. A iniciativa vai mudar a vida de 20 mulheres e suas famílias, que há anos esperam pela oportunidade de viver do próprio cultivo. A associação de produtoras rurais da comunidade foi selecionada em um dos editais públicos por meio do projeto Governo Cidadão, com recursos do acordo de empréstimo com o Banco Mundial.

"Estamos apostando em uma mudança de vida muito grande para toda a comunidade”, diz Francisca das Chagas Silva, 50, presidente da associação e moradora do local há 17 anos. Os investimentos somam R$ 239 mil e incluem a construção de uma unidade de beneficiamento de frutas – já em fase final de obra - e aquisição de novos equipamentos que irão aumentar a produtividade em até 200%.

Um dos desejos da agricultora está ainda mais perto de se realizar. Ela espera começar a beneficiar as frutas em dezembro para, no ano que vem, realizar o sonho de ter todas as 20 mulheres do projeto recebendo pelo menos um salário mínimo. O grupo está concorrendo para fornecer parte da merenda escolar de São Gonçalo do Amarante e Jardim de Angicos e já tem outros clientes em vista. “Nossos primeiros ganhos serão distribuídos coletivamente, mas assim que estivermos mais fortes, quero que cada uma receba seu salário”, projeta.

As 20 mulheres produzem atualmente caju, manga, mangaba, goiaba e graviola, mas pretendem diversificar ainda mais. Com a fábrica de beneficiamento funcionando e dando resultado, o próximo plano é adquirir um carro baú refrigerado para fazer o transporte das polpas de frutas.

A dona de casa Ana Lúcia Rodrigues, 47, há 18 anos mora em São José de Pedregulho. Planta alface, coentro, pimenta e tomate-cereja para vender na comunidade e ainda depende dos recursos do Bolsa Família. Há pelo menos 15 anos, desde que a associação foi criada, espera uma boa oportunidade para as mulheres do local. “Estou feliz e ansiosa para começar, porque esperamos muito por isso. Daqui pra frente não vamos penar”, destaca.


Os investimentos somam R$ 239 mil e incluem a construção de uma unidade de beneficiamento de frutas. (Foto: Esplanada Agora)
Beneficiamento abre mercado e valoriza produção de tilápias no RNEspecialistas afirmam que há uma capacidade de processamento de pescado que poderia ser suprida por grupos de produtores unidos

Uma produção escassa decorrente de longos períodos de estiagem tem feito com que a tilápia, um peixe muito apreciado pelo consumidor do Nordeste brasileiro, seja comercializada nos próprios municípios produtores sem o beneficiamento que poderia agregar valor e garantir maior rentabilidade ao pequeno produtor potiguar. Uma abordagem sobre o beneficiamento e a comercialização da tilápia foi feita por dois especialistas para uma plateia de produtores rurais e piscicultores na abertura do Espaço Terroir do Sebrae, durante a Festa do Boi, que no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim.

O professor da Escola Agrícola de Jundiaí da UFRN e engenheiro de pesca Rodrigo Carvalho, explica que atualmente o beneficiamento é feito em pequenas unidades familiares e comercializadas no mercado local. Contudo, o Rio Grande do Norte recebe a tilápia de estados como Pernambuco e beneficia em indústrias fiscalizadas pelo Ministério de Agricultura e comercializadas para todo o país. Há em torno de dez indústrias de beneficiamento de pescado no estado.

Especialista em beneficiamento e nutrição de pescado, Rodrigo Carvalho, é vantajoso investir no processamento da tilápia, embora para o pequeno produtor às vezes seja mais vantajoso vender o peixe na feira, mesmo ficando limitado pelo pequeno volume. “O ideal seria a organização dos produtores em cooperativas ou associações e que eles beneficiassem uma quantidade maior em indústrias. Há uma capacidade ociosa de processamento de pescado que poderia ser suprida por vários produtores”, raciocina o professor.

A vantagem da indústria é realizar um processamento com maior qualidade e aproveitar todos os resíduos do peixe, porque a tilápia tem um aproveitamento em torno de 30% e a maior parte se torna resíduo, de onde se pode tirar mais 10% de carne, vísceras, espinhas e escamas que podem se transformar em produtos para alimentação animal, cosméticos e até a pele para tratamento de queimados. “Além do filé, há outros produtos que se pode fazer com a carne que sobra na carcaça do peixe, como bolinho e hambúrguer, por exemplo”, exemplifica.

Uma pesquisa de mercado com consumidores do Rio Grande do Norte apontou a higiene como requisito mais relevante no momento da compra. “Primeiro há uma preocupação maior com a higiene e depois com a conservação do produto. Isso faz com que as empresas que atendem aos requisitos dos órgãos fiscalizadores de qualidade sejam mais competitivas e tenham a preferência do consumidor”, relata Carvalho.

Custos

Produtor de tilápia em Upanema, José Bernardino explica que atualmente o custo de produção está em torno de R$ 8,00 o peixe inteiro, o que dá uma margem em torno de 20%. No comércio local e nas feiras chega a R$ 13,00 dependendo do tamanho do peixe. “O Estado importa a tilápia de São Paulo e é vendido mais barato do que o produzido aqui. Também chega peixe de 1,2 kg da Bahia que é vendido até R$ 6,80 ao consumidor final”, conta.

Quanto à demanda de consumo, o especialista em piscicultura garante que é alta, mas não há produção capaz de atender aos consumidores do peixe. Para compensar a pequena produção, o Rio Grande do Norte está importando de outros estados uma quantidade muito superior ao que se produz aqui. “Quem dita o preço é o mercado, com base na lei da oferta e da procura. Diante da importação de peixe de outros Estados, a produção local é distribuída através de intermediários que levam ao consumidor final”.


A vantagem da indústria é realizar um processamento com maior qualidade. (Foto: Projeto Colabora)
Estrada da Castanha ajudará no escoamento da produção de caju em Serra do MelA via, com projeto orçado em R$ 60 milhões, é esperada por moradores e produtores rurais desde a década de 70

Os moradores e produtores rurais de Serra do Mel, na região Oeste do Rio Grande do Norte, receberam uma notícia esperada desde a década de 70. A notícia, ainda em caráter de discurso, é alentadora. Durante lançamento de lançamento voltado para a Cajucultura e entrega de equipamentos à associação dos apicultores da Serra do Mel (Apismel), o governador Robinson Faria anunciou a construção da Estrada da Castanha, com valor da obrado orçado em R$ 60 milhões.

Com sua concretizçaão, a obra será importante para escoar a produção de caju e mel de abelha. Por enquanto, parceria firmada entre o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Governo do RN esá investindo cerca de R$ 500 mil em equipamentos para os apicultores da região. Serão entregues duas motocicletas, um caminhão baú, uma bomba para transferir o mel, duas empilhadeiras, entre outros itens. O uso será via termo de comodato entre Governo do Estado e Apismel com vigência de 10 anos.

Para a cajucultura, foram entregues insumos para a produção de mudas de cajueiro. A meta é que até o final de 2018 sejam replantadas 2 milhões de mudas da fruta. Somente na região de Mossoró, serão beneficiados 500 cajucultores, sendo 300 em Serra do Mel.

O investimento é de R$ 305 mil para produzir 420 mil mudas iniciais. Serão beneficiados, inicialmente, municípios próximos a Mossoró e Currais Novos.


A obra será importante para escoar a produção de caju e mel de abelha.(Foto: divulgação)
Turismo: Projeto Praia Limpa recolhe mais de 100 kg de lixo nas praiasO projeto reuniu 300 alunos de 11 escolas dos municípios de Baía Formosa e Canguaretama,

O projeto piloto encampado pela secretaria estadual de Turismo para conscientizar jovens sobre a importância da sustentabilidade do meio ambiente foi um sucesso. O “Praia Limpa Começa Aqui” reuniu 300 alunos oriundos de 11 escolas dos municípios de Baía Formosa e Canguaretama, que apenas durante algumas horas da manhã, conseguiram recolher 108 kg de lixo espalhados nas praias.

“É um projeto muito mais de conscientização do que de uma limpeza até simbólica das praias. Antes da mobilização organizamos palestras e uma espécie de gincana envolvendo o turismo sustentável para selecionar as escolas participantes. Também promovemos oficinas, bate papos com estudantes e outras ações de sensibilização”, enfatizou o titular da pasta estadual de Turismo, Ruy Gaspar.

Durante bate papo com alunos no passeio do Barco Escola, em Barra de Cunhaú (distrito de Canguaretama), o secretário adjunto, Manuel Gaspar, agradeceu a parceria das instituições envolvidas e ressaltou que “hoje em dia é impossível falar em turismo sem mencionar o meio ambiente, sobretudo no turismo eminentemente ecológico, praticado aqui”.

Manuel Gaspar lembrou ainda que, segundo dados da ONU, o turismo gera 10% dos empregos no mundo. “A comunidade que entender a importância do meio ambiente para o turismo, seguramente estará à frente no processo de geração de empregos. E, de certa forma, o que vocês realizaram hoje aqui fomentará um benefício que, provavelmente, vocês mesmos poderão usufruir mais à frente”.

Também integraram a equipe da Setur RN a coordenadora da Assessoria Técnica, Carla Dutra, a subcoordenadora de Fortalecimento Profissional, Cristiane Dantas, e Mércia Motta, chefe da Unidade Instrumental de Finanças. A ação contou com a parceria da secretaria estadual de Educação, do Idema, do Senac e das prefeituras municipais de Baía Formosa e Canguaretama.

Participaram do projeto, em Baía Formosa, as escolas estaduais Águida Sucupira, Paulo Freire, e Manoel Germano dos Santos; e as escolas municipais João Anacleto Filho e Manoel Francisco de Melo, esta última do distrito de Sagi. E, de Canguaretama, as escolas C.E.R. Roberto Magalhães de Melo, Matias Maciel, Guiomar Vasconcelos, 04 de Março, Fabrício Maranhão, e Felipe Ferreira.


Ação ambiental nas praias do RN. (Foto: Assessoria)
Indicados ao Troféu Cultura serão divulgados durante festa na PinacotecaSolenidade contará com shows musicais e divulgação também dos jurados de cada categoria

A lista dos cinco indicados em cada uma das 14 categorias do Troféu Cultura será divulgada no próximo 7 de outubro (sábado) durante solenidade realizada nos jardins da Pinacoteca do Estado. Artistas e imprensa convidados estarão presentes para conferir também os shows de Dani Negro e Jaina Elne e convidados . Encerrada a festa, todos os nomes serão publicados no site Papo Cultura ( http://papocultura.com.br/ ) e a votação estará aberta.

A organização do Troféu Cultura selecionou dois jurados especialistas em cada área para definirem os cinco nomes que irão concorrer em suas categorias. E para proporcionar mais transparência ao processo de escolha, o nome de cada jurado também será divulgado junto aos indicados. O sistema de votação adotado e hospedado no Papo Cultura também será mais seguro para evitar possíveis erros e fraudes.

As listas já foram definidas. Exceção à categoria Artista do Ano e as três de teatro: Melhor Ator, Melhor Atriz e Melhor Espetáculo. Isso porque até 30 de setembro acontece a quinta edição do festival O Mundo Inteiro é um Palco – excelente oportunidade aos jurados e a coordenação do Troféu, responsável pelo Artista do Ano, conferirem mais de perto a produção teatral potiguar e concluírem suas escolhas.

A festa de entrega dos troféus - este ano produzios pelo artista plástico Fábio Di Ojuara - acontecerá no suntuoso palco do Teatro Riachuelo, no mês de dezembro, em data a ser definida. O roteiro e conceito da solenidade estão sendo montados, com shows locais e nacional, convidados especiais e cerimonial. A direção ficará a cargo do cineasta, produtor cultural e jornalista Edson Soares.

Esta será a 14ª edição do Troféu Cultura. Desde sempre o intuito da premiação foi dar visibilidade ao artista potiguar. Para este ano, serão produzidos outdoors e banners para divulgação em diferentes plataformas de mídia. Releases sobre todos os indicados e suas categorias também serão divulgados e distribuídos para um mailing com quase dois mil endereços eletrônicos.

“Independentemente de quem vença, todos ganham com a exposição, com o envolvimento da classe e do público. Vale mesmo é a celebração”, ressalta o idealizador do Troféu, Toinho Silveira. Ele ressalta que a produção será possível graças à aprovação do projeto nas leis de incentivo cultural Câmara Cascudo (Estado) e Djalma Maranhão (Município), com patrocínios de Cosern, Comjol, Unimed, Hospital do Coração e apoio cultural de STA Motors, Suvinil, Faculdade Maurício de Nassau e cerveja Stella Artois.


A organização do Troféu Cultura selecionou dois jurados especialistas em cada área. (Foto: Elias Medeiros)
Prova ciclística de Mossoró atrai atletas de todo o Brasil68ª edição da Prova Ciclística Dix-Sept Rosado ocupa hotéis e pousadas e aquece economia local

A 68ª edição da Prova Ciclística Dix-Sept Rosado, realizada no sábado (23) e no domingo (24), atraiu competidores de diversas regiões do país movimentando o setor hoteleiro de Mossoró e aquecendo a economia local, incluindo o mercado informal.

Segundo informações da assessoria de comunicação da Prefeitura de Mossoró, a segunda competição mais antiga de ciclismo do Brasil, fez com que hotéis e pousadas da cidade fossem ocupados e deu grande impulso ao comércio de ambulantes.

“Todos os anos eu saio de Fortaleza e venho pra Mossoró acompanhando meu filho que é ciclista, e aproveito para comercializar meus produtos que são lanches, refrigerantes, águas, e ainda camisas e blusas que os atletas costumam usar nessas competições. Venho acompanhando meu filho e ainda consigo gerar renda pra minha família”, explicou dona Eulália Arruda.


Competição atrai ciclistas de todo o Brasil (Foto: Carlos Costa)
Governo do RN utiliza um milhão de reais nas feiras de livro de Natal e Mossoró610 escolas estaduais serão beneficiadas com a oportunidade de ampliarem seus acervos

Nos próximos dias 21 a 24 de setembro, a região oeste receberá a 13ª Feira do Livro de Mossoró. O evento espera receber 86 mil estudantes da Rede Estadual da região para participar da feira e as escolas poderão realizar compras para seus acervos através do Vale-Livro. No total serão investidos um milhão de reais nas feiras de livro de Natal e Mossoró por meio de transferência de recursos para contas das escolas.

Além de pretender o fortalecimento das bibliotecas escolares, o Vale-Livro incentiva a produção local, uma vez que 40% das aquisições das instituições de ensino precisam ser obras de autores potiguares.

A programação da feira conta com  bate-papos, lançamento de livros, festival de poesia, exposição, contação de histórias, dança e música. A Educação do RN beneficiará escolas das regiões de Angicos, Currais Novos, Caicó, Assu, Mossoró, Apodi, Umarizal e Pau dos Ferros.

“Cada equipe pedagógica terá uma autonomia para escolher os livros que sejam mais interessantes para os seus acervos. Dessa forma, a Secretaria de Educação deseja que cada gestor tenha um olhar crítico para a escolha dos livros”, declarou a secretária Cláudia Santa Rosa.


Vale-Livro busca incentivar a produção local. (Foto: Divulgação)
85% dos pequenos negócios vão manter contratações, diz Sebrae25% vão contratar novos empregados e 60% não devem alterar a quantidade de funcionários, contra 15% que pretendem demitir

A expectativa de aumentar, ou pelo menos manter, o quadro atual de funcionários está crescendo entre os donos de micro e pequenas empresas. Pesquisa trimestral mostra que, nos próximos 12 meses, 25% vão contratar novos empregados e 60% não devem alterar a quantidade de funcionários, contra 15% que pretendem demitir.

A mesma sondagem mostra que 66% dos empresários acreditam que a economia vai melhorar ou permanecer como está nos próximos 12 meses.

O resultado é melhor do que o da última edição da pesquisa, realizada em junho, quando 82% afirmaram que não pretendiam reduzir a quantidade de empregados.

De acordo com o levantamento do Sebrae, o aumento do percentual de expectativa de contratação de pessoal ocorreu em todos os setores da economia, com destaque para o da construção civil.

O estudo também constatou um incremento do otimismo do empresariado, acompanhado da crença de crescimento do faturamento para os próximos 12 meses. Cerca de quatro em cada dez empresários acreditam que o faturamento da empresa irá melhorar, contra 23% que preveem uma piora. Comparado ao resultado da pesquisa anterior, houve aumento do percentual de entrevistados que acreditam em aumento da receita, frente à redução dos pessimistas.

Ainda de acordo com a pesquisa, 36% dos empresários apostam que a economia vai melhorar nos próximos 12 meses, 30% avaliam que vai permanecer como está e 32,4%, que vai piorar. Além disso, a maior parte dos entrevistados se mostra otimista com o futuro da sua empresa: 46,4% enxergam perspectivas de melhoria para o próprio negócio.

Para a realização da Sondagem Conjuntural dos Pequenos Negócios foram ouvidos 2.978 microempreendedores individuais (MEI) e donos de micro e pequenas empresas, optantes e não pelo Simples Nacional, das cinco regiões brasileiras.


A mesma sondagem mostra que 66% dos empresários acreditam que a economia vai melhorar (Foto: Wellington Rocha)
Programa pretende reduzir alta taxa de analfabetismo no Rio Grande do NorteVergonha: Estado conta com 15,76% de analfabetos em sua população, segundo o IBGE

Na próxima terça-feira (12), no auditório da Escola de Governo, às 9h, o Governo do Estado através da Secretaria Estadual de Educação e Cultura lança o Programa RN Alfabetizado. O objetivo da iniciativa é reduzir os índices de analfabetismo por meio de parcerias com órgãos públicos, sociedade civil organizada e o próprio cidadão individualmente. Para isso vai assinar na ocasião, um termo de cooperação, chamado de Pacto pela Alfabetização dos Potiguares- PactoAlfa.

“O Pacto pela Alfabetização dos Potiguares - PactoAlfa vai contribuir de modo significativo para a conquista da cidadania plena dos potiguares”, destacou a secretaria de Educação do RN, Cláudia Santa Rosa.

Através do RN Alfabetizado, o Governo do Estado pretende garantir que em quatro anos, se alfabetize 100% das crianças de até 7 anos de idade e reduzir em 50% em até 4 anos, e em 100% até 2025, a taxa de analfabetismo absoluto de pessoas a partir dos 15 anos, promovendo a inclusão delas na educação de jovens e adultos.

Durante o lançamento do Programa, também ocorrerá a assinatura do Termo de Parceria com a Fundação Telefônica Vivo que contempla os projetos Inova Escola, Escolas Conectadas e Pense Grande, que promovem a formação continuada de gestores e professores, além de levar diversos conteúdos para reflexão e crescimento dos estudantes.

Dentro da programação de lançamento, haverá também o Lançamento do Vale-Livro 2017, inserido no projeto RN Mais Leitor e a entrega simbólica do Vale-Livro, no valor de um milhão de reais para que todas as escolas da rede estadual de ensino adquiriram livros nas Feiras de Livros de Natal e Mossoró.

PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO

Com o programa, o governo espera melhorar a taxa de analfabetismo no Rio Grande do Norte, que atualmente, de acordo com o IBGE, é de 15,76% e aumentar o índice de leitura do Estado, que é de 63,34%, conforme dados da pesquisa do Instituto Certus e Instituto de Desenvolvimento da Educação- IDE.

“Esse programa é mais uma ação adotada pelo governo do estado no sentido de avançar no cumprimento das metas do Plano Estadual de Educação (PEE) para o período de 2016-2025 ”, destacou Santa Rosa.

PROJETOS

Atualmente o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura, possui um leque de projetos em andamento e através do PactoAlfa os órgãos públicos, privados e sociedade civil que aderirem poderão colaborar e, ou, apresentar um de iniciativa própria.

Alfabetização com Qualificação Social e Profissional, Alfabetização de jovens, adultos e idosos, Alfabetizo você, Alfabetização e Letramento, Rn Mais Leitor são alguns dos projetos integrantes do PactoAlfa.


RN contará com cinco programas de alfabetização. (Foto: Instituto Alfa e Beto)
Desfile Cívico Militar de 7 de setembro encerra festividades da Semana da PátriaO 3° Distrito Naval de Natal estimou que 15 mil pessoas assistiram a exibição das Forças Armadas.

No mês da cidadania, a Semana da Pátria reúne uma ampla jornada de eventos que priorizam o amor ao país. Na manhã de hoje (7), os natalense prestigiaram o tradicional desfile de independência, realizado na Praça Pedro Velho, popularmente conhecida como Praça Cívica, localizada no bairro de Petrópolis. Neste ano a Marinha do Brasil foi a responsável pelo desfile. 

7set-164 O 3° Distrito Naval de Natal, que coordena o evento este ano, estimou que 15 mil pessoas assistiram a exibição das Forças Armadas. Nesta quinta-feira, o Brasil celebrará 195 anos de independência, declarada oficialmente de Portugal a 7 de setembro de 1822, às margens plácidas do riacho Ipiranga, em São Paulo, pelo Imperador Dom Pedro I.

7set-008

Os eventos em homenagem a independência começaram no dia 1º de setembro, com a cerimônia de abertura da Semana da Pátria. No dia 4 foi a vez da celebração à Pátria, a ser realizada na Academia Norte-Riograndense de Letras às 10h. No dia seguinte (5), autoridades, educadores e alunos participaram da cerimônia de hasteamento do Pavilhão Nacional que aconteceu na Praça do Centro Administrativo, às 9h, em Lagoa Nova. 

IMG000000000159339

Dez escolas da Rede Estadual de Educação estiveram envolvidas nas festividades relativas a independência do Brasil, desde a abertura da Semana da Pátria, solenidade de hasteamento do Pavilhão Nacional e o desfile cívico-militar de 7 de setembro. Farão parte das atividades as Escolas Estaduais Nestor Lima, Winston Churchill, Jean Mermoz, Profª Lourdes Guilherme, Aldo Fernandes de Melo, Zila Mamede e Judite Bezerra. Também estarão atuando nas solenidades o Colégio Estadual do Atheneu Norte-Riograndense, o Instituto Padre Miguelinho e o Centro Educacional Alferes Tiradentes.

7set-101


O Brasil comemora 195 anos de sua independência.(Fotos: Márlio Forte)
Currais Novos sedia seminário sobre mudanças nas leis trabalhistasEvento promovido pela Fecomércio teve o objetivo de tirar dúvidas dos empresários da região Seridó do RN sobre o que muda na nova legislação

Seminário leva informações sobre a reforma das leis trabalhistas ao município de Currais Novos, região Seridó do RN. Promovido pela Fecomércio RN, o seminário "Modernização das Leis Trabalhistas: O que mudou? Porque mudou?" aconteceu na sexta-feira (1º), na Casa do Empresário, sede da CDL e do Sindivarejo de Currais Novos.

O evento reuniu mais de 150 produtores da região Seridó e serviu para esclarecer dúvidas sobre o que traz de novo o novo conjunto de leis trabalhistas que entra em vigor ainda este ano. O professor especialista em Direito e Processo do Trabalho Marcelo de Barros Dantas foi o palestrante e, na oportunidade, apresentou casos semelhantes com julgamentos distintos. “A CLT causa uma insegurança jurídica e a nova legislação diz o que pode e o que não pode, tanto para o empregador como para o empregado. O empresário e o trabalhador devem se atentar a fazer boas negociações”, alertou o advogado.

“A nova legislação vai dar segurança para o empreendedor investir no Brasil e precisamos disso! A nossa reforma tem inspiração nas mudanças internacionais, que deram bons resultados, como na Alemanha. Um estudo que foi publicado na última semana fez um parâmetro com economias mundiais e o Brasil, com as novas leis trabalhistas, e o resultado foi o crescimento na empregabilidade, no Produto Interno Bruto e outros indicadores”, comentou o deputado relator da Reforma Trabalhista, Rogério Marinho, que marcou presença no seminário.

“A modernização das leis trabalhistas era uma necessidade urgente para o Brasil, que trava uma batalha para se reerguer. Eventos como esse, como o que fizemos em Natal, serve para expor todos os detalhes da modernização e mostrar na prática o que realmente mudou tanto para o patrão como para o empregado”, ressaltou o presidente do Sistema Fecomércio, Marcelo Queiroz.

A série de seminários sobre a nova legislação trabalhista brasileira tem promoção da Fecomércio RN, Fiern, Faern, Fetronor, Facern, Sebrae e FCDL.


Seminário sobre reforma trabalhista em Currais Novos (Foto: Fecomércio RN)
Museu Café Filho reabre com exposição de artista plástico alemãoO espaço é um marco na origem arquitetônica de verticalização urbana em Natal

O Museu Casa Café Filho voltou a receber um grande evento depois de oito anos fechado. Nesta quinta-feira (31), o espaço foi reaberto com a exposição do artista plástico alemão Marek Mann, em solenidade que contou com a presença do governador Robinson Faria.

A entrega do equipamento, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), é parte de uma série de obras com o objetivo de resgatar instituições e patrimônios que fortalecem a cultura do estado. Um dos exemplos é o próprio Museu, que abrigou a casamata sindical do presidente Café Filho, e é um marco na origem arquitetônica de verticalização urbana em Natal, já que foi o primeiro sobrado construído na cidade.

O Museu também se tornou plataforma para o lançamento de um movimento poético, em 1960, o Poema Processo, que juntou artistas potiguares e cariocas numa revolução que até hoje gera inovações na arte literária.

Para o governador Robinson Faria, a entrega da estrutura, restaurada e pronta para receber novas exposições, é motivo de comemoração, sobretudo para a classe artística. “A recuperação do Museu é um resgate histórico e cultural, um espaço que o nosso governo devolve à sociedade. Conversei com alguns artistas e eles estão alegres e admirados com o prédio, o que justifica o nosso esforço. Mais do que restaurar, estamos valorizando e modernizando um local de forte difusão cultural”, disse.


O Museu também se tornou plataforma para importantes movimentos culturais em 1960. (Foto: Divulgação)
Produção artística com alunos do Contemporâneo lota o Teatro RiachueloProdução "Livro, Câmera, Ação", com a participação de mais de 500 alunos, faz a adaptação de grandes obras da literatura nacional que já viraram filmes

Mais de 500 artistas estudantes dividem o palco do Teatro Riachuelo, em Natal, para a produção "Livro, Câmera, Ação", iniciativa e realização do Complexo Educacional Contemporâneo. O projeto faz a adaptação de 13 obras de língua portuguesa que já viraram filmes. O show de protagonismo juvenil, de inovação pedagógica e de criatividade artística aconteceu na noite da terça-feira (29), a partir das 19h30.

Presentes no espetáculo obras de autores consagrados como Graciliano Ramos, Mário de Andrade, José Saramago, Dias Gomes e José de Alencar. Estão adaptados com seus escritos transformados em  música, teatro e dança, pelas mãos do competente coreógrafo Dimas Carlos. O espetáculo ainda conta com figurinos marcantes, recursos hightech para cenografia e efeitos especiais.

A diretora geral da produção, professora Irany Xavier de Andrade, contou que a preparação para o “Livro, Câmera, Ação!” acontece desde fevereiro, quando houve uma verdadeira imersão dos estudantes do Contemporâneo nas obras e o início dos ensaios. “Cada número leva artistas e espectadores para dentro da obra adaptada. Teremos a oportunidade de reunir 13 diferentes histórias e visões de mundo, deixando todos mais ricos culturalmente”, destaca Irany.

Todas as dependências do teatro foram lotadas por uma platéia formada basicamente por familiares e  amigos dos alunos do Contemporâneo.  A vencedora do Fest Show (categoria B) foi a equipe do 9º Ano da unidade de Lagoa Nova, que apresentou o trabalho “Ensaio Sobre a Cegueira”, do escritor José Saramago. Já pela categoria A, a equipe vencedora foi a formada por alunos da 7ª série, também da unidade de Lagoa Nova, como o trabalho “Auto da Compadecida”, do escritor nordestino Ariano Suassuna.

Mesmo levando em consideração que estabelecer uma competição em um evento dessa magnitude é coisa desnecessária, mas para fazer valer a condição de Festival de Cultura, o Contemporâneo convicou uma comissão julgadora formada por jornalistas e artistas. Fizeram parte da comissão, entre outros, os jornalistas jornalistas Tadeu Oliveira e Eugenio Parcelii, além de Diana Fontes, Anna Thereza Miranda e Carlos Furtado. 

“Livro, Câmera, Ação!” corresponde à 12ª edição do Fest Show, projeto artístico-pedagógico desenvolvido pelo Colégio Contemporâneo desde os anos 1990. Os ingressos para o espetáculo estão à venda na bilheteria do Teatro Riachuelo.


Estudantes encenam adaptações de nomes consagrados da literatura brasileira (Foto: Divulgação)
Colégio Contemporâneo leva a literatura para o Teatro RiachueloO projeto "Livro, Câmera, Ação" coloca mais de 500 artistas estudantes no palco do Teatro Riachuelo, em Natal

Mais de 500 artistas estudantes dividem o palco do Teatro Riachuelo, em Natal, para a produção "Luz, Câmera, Ação", iniciativa e realização do Complexo Educacional Contemporâneo. O projeto faz a adaptação de 13 obras de língua portuguesa que já viraram filmes. O show de protagonismo juvenil, de inovação pedagógica e de criatividade artística acontece na terça-feira (29), a partir das 19h30.

Estão presentes no espetáculo obras de autores consagrados como Graciliano Ramos, Mário de Andrade, José Saramago, Dias Gomes e José de Alencar. Estão adaptados com seus escritos transformados em  música, teatro e dança, pelas mãos do competente coreógrafo Dimas Carlos. O espetáculo ainda conta com figurinos marcantes, recursos hightech para cenografia e efeitos especiais.

A diretora geral da produção, professora Irany Xavier de Andrade, conta que a preparação para o “Livro, Câmera, Ação!” acontece desde fevereiro, quando houve uma verdadeira imersão dos estudantes do Contemporâneo nas obras e o início dos ensaios. “Cada número leva artistas e espectadores para dentro da obra adaptada. Teremos a oportunidade de reunir 13 diferentes histórias e visões de mundo, deixando todos mais ricos culturalmente”, destaca Irany.

“Livro, Câmera, Ação!” corresponde à 12ª edição do Fest Show, projeto artístico-pedagógico desenvolvido pelo Colégio Contemporâneo desde os anos 1990. Os ingressos para o espetáculo estão à venda na bilheteria do Teatro Riachuelo.


Grande espetáculo artístico dos estudantes do Contemporâneo no Teatro Riachuelo (Foto: Divulgação)
Mossoró: Prefeitura faz investimento de 300 mil reais na Feira do LivroCada professor da rede municipal receberá um cheque-livro de R$ 100 para aquisição visando seu próprio acervo

A Prefeitura de Mossoró anunciou na última quinta-feira (24) um investimento superior a R$ 300 mil na Feira do Livro do município, que acontece no período de 21 a 24 de setembro. Serão investidos, por meio da Secretaria da Educação do município, R$ 308 mil na forma de cheque-livro.

Metade do valor será de exclusividade do professor que receberá um cheque-livro de R$ 100,00 para aquisição do seu próprio acervo. Os outros 50% serão destinados às escolas e unidades de educação infantil para a aquisição do acervo das bibliotecas.

A Feira do Livro de Mossoró chega agora em 2017 a sua 13ª edição, e é o maior evento do gênero no Rio Grande do Norte. Será realizada nas dependências do Partage Shopping Mossoró. A edição de 2016 aconteceu no enorme espaço da Expocenter, da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), atraindo cerca de 50 mil pessoas durante sua realização.

"Recebemos o convite da Superintendência do shopping para a levar a feira como parte da programação dos 10 anos do empreendimento, e além disso, os próprios expositores acharam positiva a experiência de 2013 e agora decidimos voltar a realizar o evento neste local que está nos dando todo apoio", explicou Rilder Medeiros, idealizador da Feira do Livro de Mossoró.


Feira do Livro de Mossoró é a maior do gênero no RN (Foto: O Mossoroense)
Mossoró: Escola municipal é campeã dos Jerns regionalEtapa regional dos Jerns 2017 é conquistada, no Handebol infantil masculino, pela Escola Municipal Rotary, desbancando os colégios particulares

A equipe de Handebol infantil masculino da Escola Municipal Rotary, do bairro Santo Antônio, conquistou no último sábado (26), na quadra de esportes do Centro Educacional Aproniano Martins de Oliveira (Ceamo), em Mossoró, o título de campeã da etapa regional dos Jogos Escolares do Rio Grande do Norte (Jerns), edição 2017. Na oportunidade, a equipe da Escola Municipal Rotary derrotou os donos da casa, o time do Ceamo pelo placar de 17 x 11.

A vitória na final da competição garante o título de campeão na categoria infantil masculino (de 13 a 16 anos) e a classificação para a etapa estadual dos Jerns 2017 que acontece em Natal, em data ainda não confirmada pelo órgão responsável pela competição, a Coordenadoria de Desporto (Codesp) da Secretaria da  Educação do RN.

“Estamos credenciados a representar Mossoró e enfrentar times de outras cidades do estado na etapa final, e se tudo der certo seremos campeões. Eu acredito muito na garra desses meninos que demonstraram muita força na etapa regional e venceram equipes de escolas particulares”, destacou o professor Carlos Eduardo, técnico da equipe.


Equipe vencedora do Handebol nos Jerns 2017 em Mossoró (Foto: Divulgação)
Jandaíra: Mais Negócios leva empreendedorismo a pequenos agricultoresCapacitação é feita através de parceria firmada pelo Instituto EDP com o Sebrae RN

O programa Mais Negócios do Instituto EDP em parceria com o Sebrae RN chega à Jandaíra, região Mato Grande do Estado, com o objetivo voltado para a capacitação de empreendedores  em comunidade formada basicamente por pequenos agricultores. O programa fica em Jandaíra desta segunda-feira (28) até sexta (1º de setembro), com atendimento das 19h às 22h, no Ginásio Poliesportivo Vereador Francisco Martins de Melo. As incrições, que são gratuitas, devem ser feitas na Câmara Municipal de Jandaíra.

Conduzido pelo Instituto EDP, braço cultural e sócioambiental da empresa EDP Brasil, o Mais Negócios vai propiciar durante sua passagem por Jandaíra, uma semana de curso, consultoria e palestra para o empreendedorismo sustentável

A iniciativa pertence ao projeto EDP Renováveis Rural que é realizado junto às comunidades do entorno das Centrais Eólicas "Baixa do Feijão" e desenvolvido em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte (Sebrae/RN) e do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A ação é organizada pela EDP Renováveis com apoio do Instituto EDP, organização que coordena as ações socioambientais do Grupo.

“Com o Mais Negócios, os pequenos agricultores e empreendedores de Jandaíra terão a oportunidade de vivenciarem experiências e aprenderem habilidades e competências que o ajudarão na administração de seus negócios”, explica Paulo Ramicelli, assessor de diretoria do Instituto EDP.

EDP Renováveis Rural

O programa, que tem a meta de incentivar a geração de trabalho e renda em propriedades familiares do semiárido potiguar, teve início em janeiro de 2017 e deve se estender até julho de 2018. O objetivo é proporcionar capacitação profissional, fortalecimento da governança local e promoção de acesso a novos mercados.

Os agricultores participantes passam por uma série de formações, que ensinam trabalho em cooperativa, como negociar no campo, técnicas de controles financeiros e custos da produção.


Programa Mais Negócios em Martins, regiões oeste do RN (Foto: Martins do Povo)
Quartas Clássicas apresenta boleros mexicanos em concerto inéditoAlém do acompanhamento da Orquestra Sinfônica do RN, três sopranos latinas cantaram grandes canções do repertório mexicano

A Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte (OSRN) realizou na noite passada (23) o V Concerto Oficial do projeto Quartas Clássicas levando grande público ao Teatro Riachuelo em Natal. Com a regência do maestro Linus Lener, o espetáculo passeou por famosos boleros mexicanos de autoria da compositora Maria Grever.

A apresentação foi aberta pelo tema de Abertura da peça Die Fledermaus, composta pelo austríaco Joan Strauss II. A grande surpresa da noite ficou por conta da participação de três sopranos latinas: Liliana Del Conde (México), Andrea Cortes-Moreno (México) e Elizabeth Rodriguez Berrios (Porto Rico).

Com interpretações de boleros mexicanos, os presentes puderam ouvir clássicos como Despedida, Czardas (Die Fledermaus), Cuando vuelva a tu lado e o encerramento foi marco pela canção Nessun Dorma, retirada da obra Turandot, de autoria de Gioachino Puccini (Itália). No bis, a plateia pode ouvir Bésame mucho da cantora mexicana Consuelo Velásquez. 


A apresentação foi aberta pelo tema de Abertura da peça Die Fledermaus. (Foto: Paulo Fuga)

Santana do Seridó tem evento de Educação Ambiental do IdemaProjeto "Meu Município, Meu Ambiente" é direcionado a gestores, alunos, professores e comunidade

O Projeto “Meu Município Meu Ambiente”, realizado pela equipe de educação ambiental do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA), promove atividades na cidade de Santana do Seridó até a tarde desta sexta-feira (25). O objetivo do projeto é conscientizar gestores municipais, professores, alunos e toda a população para a responsabilidade ambiental e desenvolvimento de projetos neste âmbito. As atividades foram iniciadas na terça-feira (22).

O projeto com a participação especial do Museu Itinerante de Tartarugas, de Cabo de São roque. Diversas atividades acontecem nas tendas instaladas na praça central da cidade. São oficinas de reaproveitamento de resíduos sólidos, oficina de brinquedos ecológicos e produtos de limpeza sustentável exposição de literatura, artesanatos e artes plásticas. No período da noite, a partir das 19h tem o  Cinema na Tenda.

Segundo a subcoordenadora de educação ambiental do Idema, Silvana Gomes, a iniciativa oferece o pontapé inicial para que os municípios se fortaleçam e passem a desenvolver um trabalho contínuo nesta área. “O objetivo de toda a programação destinada aos moradores dos municípios que visitamos é fortalecer o papel de agente multiplicador. Nossa responsabilidade é cuidar do meio ambiente, e por isso, a disseminação de ideias em educação ambiental é a principal ferramenta”, afirmou Silvana.


Atividades de informação e formação sobre preservação ambiental (Foto: Divulgação)
Lei que regulamenta produção de queijo no RN é destaque na mídia nacionalA lei “Nivardo Mello” contempla mais de 300 queijeiras do Estado, impulsionando o trabalho de pequenos produtores

A regulamentação da produção e comercialização dos queijos artesanais no Rio Grande do Norte foi destaque no jornal Estadão. A lei nº 10.230, de autoria do deputado Hermano Morais (PMDB) e aprovada por unanimidade na Assembleia Legislativa mantém a tradição artesanal da produção existente, consolida a preservação da cultura gastronômica, e favorece a economia rural por meio da geração de emprego e renda.

“É o legislativo potiguar como exemplo para outros estados. A nova legislação trata, entre outras coisas, das condições para a produção de queijos e manteiga artesanais, visando assegurar a qualidade e a inocuidade dos produtos. Uma das exigências é a utilização de leite proveniente de rebanho sadio, que não apresente sinais clínicos de doenças infectocontagiosas. A presença de produtores de queijos artesanais nos programas de desenvolvimento profissional e de qualidade e higiene sanitária é outro requisito abordado”, ressalta Hermano Morais.

A postagem da coluna Paladar, no portal do Estadão, destaca a produção de queijo no Seridó. De acordo a Agência de Desenvolvimento do Seridó (Adese), a região produz mensalmente 74 mil quilos de queijos de coalho, 236 mil quilos de queijo de manteiga, 506 quilos de ricota e 22 mil litros de manteiga de garrafa, empregando 1.056 pessoas. Estima-se que há mais de 350 queijarias artesanais potiguares, sendo que 311 estão nos 28 municípios do Seridó.

A lei “Nivardo Mello” contempla mais de 300 queijeiras do Estado, impulsionando o trabalho de pequenos produtores e, consequentemente, a economia do RN.

Os desafios da regularização também foram abordados na matéria. O próximo passo é definir os papéis de cada setor e para colocar em prática alguns itens exigidos na lei. De acordo com o Sebrae, por exemplo, há um centro tecnológico do queijo em Currais Novos, na região do Seridó, que praticamente não tinha função e que será reativado em breve.


Os desafios da regularização também foram abordados na matéria. (Foto: SEBRAE)
Projeto inovador Cinesolar realiza projeções em cidades do RNO inovador projeto itinerante estará presente em Joâo Câmara e São Miguel do Gostoso com projeções cinematográficas com o uso da energia solar

Visitando pela primeira vez o Rio Grande do Norte, o Projeto Cinesolar estará presente nas cidades de João Câmara na quinta-feira (24) e em São Miguel do Gostoso na sexta (25). O projeto é uma iniciativa inovadora brasileira de cinema itinerante que exibe filmes a partir da energia solar. Nas duas cidades a programação tem Oficinas de Cinema para jovens, apresentação de um grupo folclórico da região e exibição de curtas premiados e do longa metragem “O Milagre de Santa Luzia”. A entrada é franca e aberta a todos. Durante as sessões de cinema acontece também a Eco Estúdio Solar - exposição tecnológica sustentável, com apresentação da van Cinesolar Tupã e de todo o projeto.

O Cinesolar utiliza energia limpa e renovável para exibições de filmes, unindo arte, cinema e sustentabilidade. Tudo funciona a partir de uma van equipada com placas solares que possibilitam, através de um sistema conversor de energia solar para elétrica, a exibição de filmes e apresentações artísticas. No interior do veículo, há 100 assentos para o público, telão com metragem de 200 polegadas, sistema de projeção e som e até um estúdio de gravação. Quando chegam aos locais de exibição tudo é retirado da van e o cinema é montado em lugares como praças públicas e quadras esportivas. Em cada evento do Cinesolar haverá também um pipoqueiro, com distribuição gratuita de pipoca, para que as pessoas possam ter uma experiência completa da ida a uma sessão de cinema.

O projeto é realizado pela Brazucah Produções, Ministério da Cultura e Governo Federal, através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura e tem o Patrocínio da CPFL Energia (Companhia Paulista de Força e Luz), com o apoio da CPFL Renováveis e do programa Raízes. (Veja no release, boxes com a programação em cada cidade.)

As oficinas de cinema acontecem das 14h às 17h, e são voltadas para jovens de escolas do município e região; na sequência a exibição de premiados curtas metragens, das 18h às 18h45; apresentação às 18h45 de um grupo folclórico local e, a partir das 19h, a exibição do longa-metragem “O Milagre de Santa Luzia”, dirigido por Sérgio Roizenblit, uma viagem pelo Brasil que toca sanfona, conduzida por Dominguinhos, principal sanfoneiro vivo do País. A entrada é franca e aberta a todos.

O projeto Cinesolar integra o Circuito CPFL, projeto do Instituto CPFL, que promove as mais variadas manifestações culturais e artísticas pelo interior do País, sempre com entrada gratuita. Até o final de 2017, o Circuito CPFL passará por 85 cidades em diversos estados do País.

Depois do RN, o projeto segue para as cidades mineiras de Açucena, dia 14 de setembro, e Delfim Moreira, no dia 20 de setembro. Em outubro, segue para cidades do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Oficina Solar

Na oficina solar, evento exclusivamentge voltado para jovens de escolas do município e região, é realizada uma introdução ao audiovisual e ao desenvolvimento de um roteiro de cinema. Durante a oficina os jovens produzem um curta-metragem, que é exibido à noite, junto com os outros filmes da programação. 

Exposição tecnológica sustentável

Durante o evento acontece também a Eco Estúdio Solar - exposição tecnológica sustentável, com apresentação da van Cinesolar Tupã e do projeto. Dentro da van, infográficos e monitores mostram como funciona o carro e são passadas informações sobre os princípios básicos da energia solar (por exemplo: como a energia solar se transforma em energia elétrica). Além disso, são mostrados produtos de sustentabilidade e tecnologias renováveis, com aplicações práticas no dia-a-dia, como um instigante relógio de batatas.

O Cinesolar

Em aitividades desde o 2013, o Cinesolar realizou 449 sessões e 133 oficinas em 245 cidades brasileiras, ultrapassando 70 mil espectadores. A economia de energia elétrica chega a 171 KW, equivalente a mais de três mil horas de uma geladeira ligada. Além de realizar sessões sustentáveis, as temáticas dos filmes trazem a sustentabilidade à tona.

O Cinesolar é a primeira iniciativa de cinema itinerante que funciona através de energia renovável, aliando a difusão cultural e meio ambiente. O projeto conta com os também com os seguintes apoiadores: Surya Brasil, Academia Ecofit, GIZ, Instituto Ideal, Fundação Holandesa Doen, Solar World Cinema, Festival Curta Brasília e da Ecooar (por isso, todas as sessões do Cinesolar têm a compensação de carbono em uma área de reflorestamento no interior de São Paulo).  Tem ainda o apoio tecnológico da Sices Solar e o apoio Institucional da Mercedes Benz. Nos eventos, a Brazucah tem a parceria da Associação Cultural Simbora e da Semearte Productil. Nesses eventos, o Cinesolar conta também com o apoio da Prefeitura de cada cidade.

“O Brasil tem um incrível potencial em energias renováveis. E por que não se beneficiar no campo do entretenimento, das artes e da cultura? Nosso objetivo é, além de democratizar o acesso à produção audiovisual nacional, trabalhar com ações sustentáveis que multipliquem a conscientização ambiental e mostrem a força que a energia solar tem por aqui”, diz Cynthia Alario, idealizadora e coordenadora do projeto.


O projeto inovador Cine Solar mobiliza a cultura por meio da utilização de energia renovável (Foto: Divulgação)
Natal: José Pastore defende reforma trabalhista em seminário da FecomércioO especialista José Pastore falou para uma platéia de cerca de 1.200 pessoas formada por representantes de entidades, empresários e profissionais liberais

“Reforma promove liberdade com proteção e beneficia principalmente os trabalhadores”, disse José Pastore, na palestra proferida no evento da  Fecomércio RN que contou com a presença de cerca de  1.200 pessoas, entre empresários, representantes de entidades, advogados e profissionais de RH

“O grande trunfo destas novas regras é permitir liberdade de negociação mantendo a proteção aos trabalhadores e garantindo segurança jurídica para eles e para as empresas. E isto tem um impacto brutal no aumento da competitividade das empresas e na possibilidade de abertura de novos postos de trabalho”. Afirmou o professor e especialista em relações do trabalho José Pastore.

O Seminário ocorrido na segunda-feira (21), no Holiday in Arena, em Natal, teve como tema "Modernização das Leis Trabalhistas: O que mudou? Por que mudou?", teve também como convidado o deputado federal Rogério Marinho, retator da Reforma Trabalhista na Câmara Federal.

Falando antes de José Pastore, o deputado Rogério Marinho defendeu a reformulação das leis ao dar exemplos de outros países, como Alemanha e a Espanha, que tiveram boas experiências quando aumentaram a liberdade de negociação entre empregados e empregadores.  Outra justificativa exposta foi o que chama de “excesso de tutela”. Segundo ele, o estado protege os trabalhadores acima do ideal, chegando a prejudicá-los, além de inibir a produtividade. Marinho também procurou desconstruir algumas “inverdades” que vêm sendo pregadas acerca da mudança na Legislação Trabalhista. “Cansei de ouvir pessoas virem me dizer que tirei direito dos trabalhadores. Mas quando estas pessoas me dão a chance de uma conversa, rapidamente eu tenho conseguido fazê-las ver que isso simplesmente não existe. Não foi retirado sequer um direito dos trabalhadores. Pelo contrário. Estamos defendendo o maior direito que é do emprego”, afirmou ele.

José Pastore fêz críticas ao princípio da hipossuficiência do trabalhador e o Judiciário. “A Justiça é para aplicar a lei, não é para fazer lei. Os juízes não foram escolhidos pela sociedade para legislar, eles não foram eleitos. Os deputados foram”, disse Pastore, referindo-se às críticas que a reforma tem recebido por parte do Ministério Público do Trabalho. 

Direito e dever

Em sua palestra, Pastore disse que comparou na Constituição Federal quantas vezes aparecem as palavras “direito” e “dever”. O placar foi 76 a 4, o que o faz acreditar que existiu um equívoco na concepção das leis brasileiras. Ele diz também que contou apenas 2 vezes o termo “produtividade” e apenas uma vez a palavra “eficiência”. 

Pastore ressaltou ainda que o Brasil tem 4 milhões de ações trabalhistas e isso se deve à rigidez das leis. São 17 mil sindicatos e 35 partidos políticos, completou. “Estas ações trabalhistas acabam comendo uma parte do lucro das empresas. Na hora que ela não tem lucro, ela não investe. E, se não investe, não gera emprego.  Conflito tem muito a ver com emprego. O caminho é esse”, alerta, ao explicar que uma lei pode prejudicar ou estimular o ambiente de negócios. As regras obsoletas fizeram com que metade dos 40% que recebem os menores salários estão na informalidade. E 20% deles estão desempregados. 

Na opinião do especialista, muitas questões são resolvidas com a modernização, que traz racionalização do processo judicial, inclui aqueles que até então não eram contemplados pela Lei – com a regularização de trabalho remoto, terceirização ampliada e trabalho intermitente – e a expressão que elegeu como chave para definir a mudança: “liberdade com proteção”, vista na livre negociação, preservando os direitos constitucionais. 

“O novo conjunto legal tem a ambição de moralizar a Justiça Trabalhista e reduzir os gastos das empresas com conflitos, com a consequente redução do Custo Brasil. Isto deve levar ao aumento os investimentos, da produtividade e da oferta de empregos, com maior segurança jurídica”, disse ele.

Série de eventos

O presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz, informou que as instituições empresariais irão formatar uma série de eventos semelhantes ao do Seminário da segunda (21), que irão percorrer as principais cidades do interior potiguar. “O nosso foco é dirimir dúvidas e mostrar ao maior número de pessoas a realidade sobre as mudanças na legislação. Tenho certeza de que, conhecendo estes detalhes, não teremos sequer um trabalhador contrário à modernização”, disse Queiroz.


Seminário da Fecomércio: objetivo é divulgar teor da reforma trabalhista (Foto: Divulgação)
Mossoró deve ganhar projeto Cidade InteligenteConvênio assinado pela prefeita Rosalba Ciarlini visa a implantação da Rede Giga Metrópole na maior cidade do Oeste potiguar

A implantação da Rede Giga Metrópole está mais perto de sua tornar uma realidade na cidade de Mossoró, a segunda maior do Rio Grande do Norte. Convênio assinado pela prefeita Rosalba Ciarlini na tarde da terça-feira (15) em solenidade no auditório da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) para a implantação da Rede Giga Metrópole vai garantir a utilização do softwarde Cidade Inteligente. 

A ideia das autoridades mossoroenses é que com  a utilização da Rede Giga Metrópole vários serviços municipais, como transito, saúde, edducação e segurança, sejam interligados para facilitar o acesso da população. 

O Giga Metrópole é um sistema que contém infraestrutura de comunicação de dados em alta velocidade com o objetivo de esttimular o desenvolvimento e o uso de serviços avançados. 

"A união da Prefeitura com as universidades é fundamental. Nós queremos uma cidade inteligente. Iniciamos pelo ônibus inteligente, que auxilia e orienta os usuários nas paradas, e agora com o lançamento da Rede Giga Mossoró, vamos aperfeiçoar esse trabalho", disse Rosalba Ciarlini.

A solenidade de assinatura contou com as presenças de representantes da Ufersa, UERN, IFRN e UFRN.


Giga Metrópole vai garantir comunicação de dados em alta velocidade (Foto: Divulgação)
Natal: atletas de escola estadual representam RN nos Jogos brasileirosAlunos da Escola Isabel Gondim estão classificados para representarem o Estado na Luta Olímpica nos Jogos Escolares da Juventude, em Curitiba

Escola Estadual Isabel Gondim, localizada no bairro das Rocas, em Natal, tem atletas classificados para a etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude, que será realizado no mês de setembro, em Curitiba.

Jaine Gabrielly, Iury Honório e Amanda Pereira, todos com 14 anos, são atletas de Luta Olímpica na modalidade estilo livre. Em julho, os atletas foram campeões na modalidade nos Jogos da Juventude Escolar do Rio Grande do Norte (Juverns), realizado em Macaíba.

Os atletas entraram no esporte à convite de amigos que já praticavam a luta na escola. Hoje com uma rotina diária de estudos e treinos de 1h30 durante três dias na semana, os atletas já observam mudanças em sua vida, como o desempenho no colégio por causa da disciplina exercida no esporte.

Para Amanda Pereira, a menina tímida que quase não falava quando iniciou os treinos, são muitas as expectativas para o certame nacional em Curitiba. “Eu assisto vídeos de luta quase todo dia e espero muita coisa da competição”, disse Amanda.

Iury Honório é o mais antigo, já pratica o esporte há três anos e tem total apoio de sua família. Jaine Gabrielly está no esporte há um ano mas já tem sonhos para o futuro no esporte.

O técnico Fernando Antonio, que desde 2012 desenvolve trabalho voltado para a Luta Olímpica em escolas da rede estadual, explica que o Juverns é um celeiro de talentos, uma oportunidade ímpar para os atletas. São essas competições, de alto rendimento, que levam os atletas a se aperfeiçoarem na modalidade construindo uma nova etapa de vida.

Os Juverns, etapa estadual dos Jogos Escolares da Juventude, são realizados pela Secretaria do Esporte e do Lazer do RN.


Técnico vitorioso Fernando Antonio e atletas do RN medalhistas nos Jogos Brasileiros (Foto: Blog do Erivan Justino)
Caravana Ecológica mobiliza Almino AfonsoPopulação do município do Oeste potiguar participa das atividades de educação ambiental levadas pela iniciativa do Idema

As tendas da Caravana Ecológica, projeto realizado pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), presentes no município de Almino Afonso, Médio Oeste do RN, desde a última quarta-feira (16), estão movimentando a população local que mostra interesse nos assuntos de preservação ecológica. A Caravana fica no município até esta sexta (18).

As tendas contam com uma estrutura para o desenvolvimento de atividades educativas como minibiblioteca, oficina de artes, espaço ciência, curso de educação ambiental, exposição de trabalhos, apresentações teatrais e a realização de o Cinema na Praça, no período da noite.

“O principal objetivo da Caravana Ecológica é contribuir com o conhecimento da população para que ela tenha acesso às informações e discuta os problemas ambientais globais e de sua região, através da promoção de atividades educativas e recreativas”, destaca a coordenadora de educação ambiental do Idema, Silvana Gomes.


Caravana do Idema em Almino Afonso (Foto: Divulgação)
Jorge Ivan Barbosa, o jornalista educomunicadorO incansável descobridor de pautas positivas da escola pública

Incansável descobridor de pautas positivas sobre a escola pública, Jorge Ivan Barbosa pautou sua carreira profissional pela real opção de divulgar a Educação com nítidas marcas populares.

Um dos poucos profissionais do Rio Grande do Norte que figura e é reconhecido como educomunicador, título dado a jornalistas especializados em coberturas educacionais e que se engajam em defesa do ensino público. No trabalho, mostrava apego verdadeiro pela pasta da Educação do Estado e se portava sempre com generosidade para com as pessoas, independente de posições hierárquicas ou sociais.

Como servidor público, com quase 30 anos de atividades profissionais, Jorge Ivan fez opção preferencial pela produção de matérias que procedessem verdadeiramente do chão da escola. Vibrava quando encontrava ações relevantes que enalteciam professores e estudantes na Escola Pública. Nessa trajetória de competência e de seriedade, produziu centenas de textos mostrando que a Escola Pública tem valor e é, como nenhuma outra, estimuladora do talento genuíno. Matérias que repercutiram em todo o Estado, em jornais, rádios, televisão, sites. É um dos criadores do blog “Anote RN”, principal veículo de divulgação direta na internet dos fatos que ocorrem no segmento da Educação Pública no Estado.

Abecedista convicto, Jorge Ivan estava emplacando mais um sucesso profissional, desta feita em defesa do futebol do Rio Grande do Norte: o blog Clássico Rei, vinculado ao Portal Foco Nordeste. Criado a menos de dois meses, o blog Clássico Rei desponta como um dos líderes de acesso em seu segmento no Estado e isso tem muito a ver com o empenho do experiente profissional e profundo conhecedor de futebol que sempre foi Jorge Ivan Barbosa. No blog Clássico Rei, Jorge Ivan tem como parceiro o jornalista Tadeu Oliveira.

Jorge Ivan Barbosa, aos 62 anos de idade, faleceu na madrugada dessa quinta-feira (16), de infarto. Era casado e pai de um filho.


Tadeu Oliveira e Jorge Ivan Barbosa no evento Top of Mind 2017 da Revista Foco Nordeste
Jerns 2017 começa com regionais nas cidades de Apodi e UmarizalConsiderados o maior do gênero no país, os Jogos Escolares do Rio Grande do Norte mobiliza mais de 20 mil atletas

Os Jogos Escolares do Rio Grande do Norte (Jerns), considerado o maior do gênero no país, faz abertura da sua 47ª edição com as regionais sediadas nas cidades de Umarizal e Apodi, no médio oeste do Estado.

As solenidades de abertura dos jogos ocorreram na última sexta (11) no ginásio municipal de Umarizal, e na terça-feira (15) no ginásio de esportes de Apodi, mobilizando centenas de alunos/atletas.

As competições acontecem nas categorias mirim (10 a 12 anos), infantil (13 a 15 anos) e juvenil (16 a 18 anos). Este ano as modalidades disputadas são badmington, futsal, futebol de areia e society, handebol de quadra e de areia, volei de areia e quadra, tênis de mesa, judô, caráter, xadrez, ciclismo, basquete, jiu-jitsu, luta olímpica e atletismo.

Os campeões em cada modalidade por categoria e naipe, se classificam para a fase final dos Jerns que será disputada em Natal, no período de 20 a 31 de outubro.

Os jogos estão sendo realizados nas regionais de Umarizal, Pau dos Ferros, Apodi, Caicó, Assu, São Paulo do Potengi, Nova Cruz, Mossoró, Santa Cruz, Currais Novos e Macau. Foram inscritos um total de 20.651 atletas de 635 escolas de todo RN entre estaduais, municipais, particulares e federais. Os Jerns são promovidos e realizados pela  Coordenadoria de Desportos da Secretaria da Educação do RN.


Abertura dos Jerns 2017 na regional sediada em Apodi
Natal: Cidade da Criança terá projeto aprovado pelo CNPqProjeto é uma exposição interativa baseada na Matemática que será apresentada em evento no período de 23 a 29 deste ano

Governo do RN anuncia aprovação do CNPq, órgão do Ministério da Ciência e Tecnologia, do Projeto "Exposição Interativa A Matemática está em Tudo", proposto pela Fundação José Augusto. O projeto será apresentado na Cidade da Criança,durante a 14ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – SNCT

O evento científico se realizará de 23 a 29 de outubro 2017, com ênfase na interatividade sobre as relações da Matemática com diversas ciências, como Química, Física, Astronomia e Biologia. Aprovado com boas notas, o projeto receberá recursos no valor de R$ 20 mil para custeio de pessoal e equipamentos.

A exposição, que será instalada no antigo Museu de Taxidermia localizado no parque, se destina a auxiliar estudantes do Ensino Fundamental e Médio por meio da compreensão da Matemática. O projeto apresenta quatro salas (sala de vídeo, Sala Força e Movimento, Sala Céu e Terra e Sala da Vida), cujos trabalhos e temas estarão voltados para a Matemática

Com a colaboração do professor e astrônomo José Roberto de Vasconcelos Costa, a exposição estará aberta ao público e contemplará agendamentos para escolas do ensino Fundamental e Médio e o público em geral. 


Cidade da Criança vai abrigar projeto aprovado pelo CNPq (Foto: Canindé Soares)
Natal: Seminário discute modernização das leis trabalhistasEvento promovido pela Fecomércio terá a presença de José Pastore, considerado um dos maiores especialistas sobre o tema

O Sistema Fecomércio promove Seminário sobre a modernização das Leis Trabalhistas com a presença de José Pastore, considerado um dos maiores especialistas sobre o tema no país. O evento acontece na seguda-feira (21), no Hotel Holliday Inn, bairro de Lagoa Nova, Natal.

Na oportunidade, empresários, empreendedores e trabalhadores poderão tirar suas dúvidas sobre o que muda com as novas leis trabalhistas. Com a sanção da nova Lei, cujas novas regras passam a vigorar a partir de novembro próximo, passa a existir a real necessidade de trabalhadores e empregadores saberem o que de fato irá mudar. Quais serão os cenários possíveis que se apresentarão com as novas regras valendo.

O objetivo principal do Seminário é tirar todas as dúvidas existentes com relação a nova legislação trabalhista. O evento e feito pela parceria do Sistema Fecomércio com as federações das Indústrias, da Agricultura, dos Transportes; com as associações comerciais, clubes de diretores lojistas, Associação Comercial do RN e Sebrae.

Além de José Pastores, estará presente no debate o deputado Rogério Marinho (PSDB), relator da Reforma Trabalhista na Câmara Federal.

“Já alcançamos uma vitória com a aprovação da reforma trabalhista. Agora temos que mostrar, esclarecer que a reforma é benéfica para todos, tanto para os empregadores quanto para os trabalhadores, e que ela abre um enorme caminho para que possamos ampliar a oferta de vagas de trabalho no mercado. E para colocar isso de forma bastante didática e elucidativa, convidamos o José Pastore, que é uma das maiores autoridades do país no assunto”, ressalta o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz.

O seminário  é dirigido apenas para convidados prévios e cada instituição envolvida irá fazer a distribuição de senhas-convite aos seus associados, diretores e público de relacionamento.

Reforma trabalhista

Segundo o Sistema Fecomércio RN, a Consolidação das Leis Trabalhistas, que regia as relações entre patrão e empregado, é de 1943 e passou por algumas alterações, mas nenhuma que acompanhasse o avanço tecnológico e os novos modelos de trabalho.

Com o novo conjunto de leis, entre outras coisas, está sendo regulamentada a possibilidade de novas formas de contratação, como o trabalho intermitente e a criação de regras para home office. A jornada de trabalho também pode ser negociada, sem ultrapassar os limites da Constituição, férias podem ser divididas em até três períodos, os acordos coletivos podem trocar os dias dos feriados e o intervalo de almoço pode ser reduzido a um mínimo de 30 minutos. As conquistas da classe trabalhadora, como 30 dias de férias, 13º salário, FGTS, descanso semanal remunerado e licença-maternidade, estão preservadas.

Pastore

José Pastore é doutor Honoris Causa em Ciências e PhD em Sociologia pela University of Wisconsin, nos Estados Unidos. Atuou também como pesquisador da Fundação Instituto de Administração (FIA) e da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), ligadas à FEA. José Pastore é licenciado e bacharel em Ciências Sociais pela USP, mestre na mesma área pela Escola Pós-Graduada de Sociologia e Política de São Paulo. É especializado em Pesquisa, Ensino e Consultoria nas áreas de Relações do Trabalho, Emprego, Recursos Humanos e Desenvolvimento Institucional, tendo publicado mais de 30 livros nas áreas de Relações do Trabalho e Recursos Humanos.

 


José Pastores é o palestrante e debatedor de evento sobre nova Lei Trabalhista (Foto: Corecon)
Educação RN: Secretários articulam fórum na Região MetropolitanaSecretários de Macaíba e de Natal estudam criação de um fórum de gestores municipais da Educação na Região Metropolitana

Secretários de Educação de Natal e de Macaíba articulam a criação de um fórum de secretários da Região Metropolitana. A ideia é tratar em conjunto os desafios e necessidades das pastas de Educação de toda a Região Metropolitana tendo em vista a real situação de cortes de verbas no plano federal e a crescente demanda pelo ensino de crianças e jovens na área que mais cresce e de maior população no Rio Grande do Norte.

Os entendimentos entre Domingos Sávio de Oliveira, secretário de Educação de Macaíba, e Justina Iva, secretária de Educação de Natal, começaram por ocasião do 16º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, realizado de 08 a 11 deste mês na cidade de Fortaleza, no Ceará. O evento reuniu mais de 2 mil secretários municipais de todas as regiões do país. Na pauta, os desafios que surgem para o cumprimento do Plano Nacional de Educação como elemento importante na garantia do direito à educação de todos e de cada um.

Desafios que aumentam com os mais de 40 vetos do governo federal na versão sancionada na quarta-feira (09) da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2018. A LDO orienta como serão realizados os gastos públicos no próximo ano. O Plano Nacional de Educação (PNE), por sua vez, é uma lei que disciplina quais são as metas que devem ser alcançadas pelas esferas federal, estadual e municipal.

“Levantamento realizado por entidades do setor apontam que apenas 20% dos objetivos previstos para até 2017 foram cumpridos dentro do PNE. Para enfrentar esse grande desafio nacional e outros que são comuns a tantos municípios brasileiros Justina e eu dialogamos sobre a constituição de um fórum de secretários da região metropolitana para debatermos ações conjuntas que possam ser construídas visando a melhoria da educação pública municipal na região metropolitana”, informou Domingos Sávio.


Justina Iva e Domingos Sávio iniciam articulações visando o fórum na região metropolitana
Aluno da UFRN ganha prêmio na Informática MédicaO estudante Vitor de Godeiro Marques, do Instituto Metrópole Digital da UFRN, vence prêmio de melhor trabalho em andamento em evento nacional de Computação na área da Sáude

Estudante de bacharelado em Tecnologia da Informação do Instituto Metrópole Digital da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Vitor de Godeiro Marques, ganha prêmio de melhor trabalho em andamento no 17º Workshop de Informática Médica ocorrido em São Paulo (SP) no mês de julho. O evento aconteceu em paralelo ao 37º Congresso da Sociedade Brasileira da Computação e reuiniu pesquisadores , estudantes, professores e profissionais interessados na computação na área da Saúde.

O trabalho “Segmentação Semi-Automática de Úlceras para Terapia Larval”, estudo sobre um algoritmo de segmentação semiautomática de imagens de úlceras para auxiliar a Terapia Larval, desenvolve a ideia de a partir de fotos da úlcera tiradas de um smartphone, o software realize a aferição da área de necrose e indique quantas larvas e quantas aplicações devem ser realizadas para cada paciente.

A premiação é um feito considerável para o aluno de graduação, principalmente por se tratar de um trabalho que envolve três áreas distintas de pesquisa: computação, saúde e biologia. O trabalho de Vitor Marques foi desenvolvido em um projeto interdisciplinar envolvendo os docentes Bruno Santana (IMD), Bruno Motta (DIMAP), Renata Gama (CB) e a enfermeira Julianny Ferraz (HUOL).

A terapia larval consiste na utilização intencional de formas imaturas de moscas desinfectadas, criadas em laboratório para a limpeza e remoção de tecidos desvitalizados em feridas com difícil cicatrização, tais como úlceras de pé diabético, úlceras pós-cirúrgicas infectadas, úlceras de decúbito, úlceras por estase venosa e em queimaduras. Essa terapia, pioneira no Brasil, já vem sendo utilizada no tratamento de pacientes do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) desde 2011. Agora essa iniciativa recebe um reforço da computação.

Atualmente, milhares de pacientes com úlceras de difícil cicatrização vêm sendo tratados com terapia larval nos Estados Unidos, Austrália, Israel e vários países da Europa.


Trabalho de aluno da UFRN tem reconhecimento no Workshop de Informática Médica em São Paulo - SP (Foto: Divulgação)
IFRN sedia Olimpíada de RobóticaEtapa estadual da Olimpíada nacional acontece nas dependências do Campus Natal Central do IFRN nos dias 19 e 20 deste mês

O Instituto Federal de Educação Ciências e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) sedua a etapa estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), que acontece nos dias 19 e 20 deste mês no Campus Natal Central, localizado em Lagoa Nova.

A 11ª edição da etapa estadual irá selecionar as melhores equipes de escolas públicas e privadas para representar o estado em Curitiba na fase nacional da Olimpíada Brasielria de Robótica.

A competição, com entrada gratuita, acontecerá nas quadras Campus Natal Central do IFRN, das 8h às 18h. As equipes do nível médio irão competir no sábado, dia 19, e as do fundamental, no domingo, dia 20.

Estarão competindo na etapa estadual 198 equipes do Rio Grande do Norte. A OBR abrange duas modalidades competitivas: Prática e Teórica. Na modalidade Prática, os competidores terão de construir e programar um robô que deve vencer obstáculos para salvar vítimas em um ambiente que simula um cenário de demolição.

O evento tem o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq), do IFRN, e o patrocínio das empresas Robô Ciência e RoboEduc.

No mesmo período o IFRN estará promovendo a primeira Competição de Robótica para nível superior do RN e a 1ªMostra Nacional de Robótica – Regional RN que contará com 21 projetos de alunos da educação infantil ao ensino superior das mais diversas áreas: desde cordéis com a temática da Robótica à projetos na área de automação residencial.

A programação do evento conta ainda com uma apresentação de dança com robôs e um show da física com o professor do CNAT, Amadeu Albino Junior, conhecido como "Mago da Física".


Estudante observa robô na etapa estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica (Foto: 12ª Direc)
Pan-americano 2017: atleta atalense é chance de medalha no KaratêLucas Eduardo de Oliveira, 15 anos, é o único brasileiro selecionado em sua categoria, Cadete, na grande competição do desporto do Continente

O estudante Lucas Eduardo de Oliveira, de apenas 15 anos, é o único brasileiro a disputar os jogos do Campeonato Pan-americano deste ano, na categoria cadete de Karatê, que abrange jovens de 14 e 15 anos com menos de 70kg. Os jogos acontecem este mês em Buenos Aires, Argentina.

Lucas, que  tem reais chances de ser medalhista na competição, é aluno do projeto Karate e Justiça ao alcance de todos (KAJU), desenvolvido pela Associação dos Magistrados do Trabalho da 21ª Região (Amatra21) em parceria com o Governo do Estado, através do RN Vida.

O atleta passou pelas seletivas nacionais, no Amazonas, em julho deste ano. “Venho treinando muito e estou vindo de uma temporada boa", ressaltou. Toda terça e quinta ele comparece aos treinos do projeto, servindo de exemplo e inspiração para os vinte jovens que também participam das aulas.

Há seis anos se dedicando ao esporte, sua trajetória teve início no Instituto Padre Miguelinho, escola pertencente a rede de ensino do Governo  do RN, localizada no bairro do Alecrim, em Natal. A influência veio do tio e treinador Rafael Oliveira. “Esse resultado se deve há muito esforço e dedicação dele. Apesar de jovem, já tem uma história de luta e superação dentro do esporte. Só em ele estar na competição, já se torna um vencedor”, considerou o treinador.

A dedicação de Lucas reflete em seus resultados. Além do bicampeonato (2015 e 2016) nos Jogos Escolares do Rio Grande do Norte (JERNS), ele é tricampeão brasileiro (2011, 2012 e 2013), e vencedor nos campeonatos Pan-americano de Karate (2013) e Mundial de Karate (2014), realizados na Argentina.

E para o projeto KAJU, Lucas só tem elogios. “Eu vejo as aulas gratuitas como uma possibilidade de novos caminhos para os jovens, pois abrem portas para muitos que não teriam perspectivas ou oportunidades. E até nos modifica como pessoa, por que o esporte faz isso”, afirma o atleta.

RN Vida

Com a coordenação do Gabinete Civil do Governo do Estado, o Centro Integrado de Esporte e Cultura RN Vida está em funcionamento desde 2013 e atende a cerca de 600 crianças e adolescentes com aulas de natação, judô, futsal, vôlei, jiu-jítsu, karatê, ginástica rítmica, ginástica aeróbica, capoeira, dança, música e artes plásticas. São alunos de escolas públicas que tenham entre 7 e 16 anos. As aulas acontecem de segunda a sexta no antigo CAIC, em Lagoa Nova, Natal.


Cerimônia de entrega de faixa. Karatê tem grande presença em Natal. (Foto: CEI Mirassol)
13 anos do Teatro Municipal Dix-Huit RosadoComemoração é marcada por espetáculos e homenagens na cidade de Mossoró

O majestoso Teatro Dix-Huit Rosado, sonho dos mossoroenses que se tornou realidade, chega aos seus 13 anos de existência na quinta-feira (10) com uma programação comemorativa que reúne espetáculos e homenagens. Localizado no Corredor Cultura da cidade, o teatro é um verdadeiro marco de orgulho para os mossoroenses.

O dia de comemoração começou às 9h com a visita dos alunos da rede municipal à exposição fotográfia sobre a história do teatro. Na sequência, ao meio dia, Osman e Gustavo Pinto cantaram e recitaram poemas.  Às 18h ocorreu a apresentação da Ave Maria Sertaneja feita por Tony Silva e o Grupo Arte e Violão, na Praça Cícero Dias. Às 18h30, a Companhia Artes sem Limites encenou o espetáculo ‘Viver e Não ter a Vergonha de ser Feliz’, no átrio do Teatro.

Mais tarde, às 20h, começou a apresentação do espetáculo A Fábrica de Arte, com direção de Plínio Sá, seguida de várias apresentações de caráter cultural e informativo com destaque para o número da Bela Trupe e para o show "Desarrumando o Arrumado". 

Entre os homenageados nas comemorações está Gonzaga Chimbinho, importante nome da cultura e da vida mossoroense. “Toda cidade de Mossoró ganha com o Teatro. São 13 anos de  alegria, ensinamentos e mais cultura. Não podemos esquecer de Gonzaga Chimbinho e dos demais artistas que já se foram. Isso faz com que todos nós entendamos que o teatro é a alma do nosso povo”, ressaltou a prefeita Rosalba Ciarlini.


A imponência do teatro no Corredor Cultural de Mossoró (Foto: Divulgação)
Mostrar mais
Mais Blogs
Mais Recomendadas