×
Home
FocoNews
Clássico Rei
Carro e Campo
Mosaico
Fatos e Notas
Especial Foco
Fotos
RN em Foco
Espaço GEEK
Edições
Anuncie aqui
Fale conosco









#carro e
campo

Nelore PO pode resgatar a essência de produzir a pastoVítima de alguns modismos, o Nelore PO cresceu em tamanho, gerando indivíduos puros de origem (PO) tardios ao abate e incapazes de viver a pasto

A raça zebuína citada no título é o grande pilar da produção da carne bovina brasileira e passou por muitas transformações desde a chegada oficial ao Brasil, na década de 1960, tanto para melhor quanto para pior.

Vítima de alguns modismos, o Nelore PO cresceu em tamanho, gerando indivíduos puros de origem (PO) tardios ao abate e incapazes de viver a pasto, qualidade que o consagrou e permitiu ao Brasil exportar carne para mais de 150 países.

Para resgatar suas origens produtivas, marcadas pela boa habilidade materna, facilidade de parto, ótima conversão alimentar a pasto, alta fertilidade, mesmo sob temperaturas acima dos 40°C, é que o Grupo Adir, do selecionador Adir do Carmo Leonel e seu filho Paulo Leonel, prepara uma oferta exclusiva em seu 29º Leilão Anual.

A partir das 10 horas, do dia 3 de agosto, a Estância 2L, em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, sede do Grupo que ainda produz gado Nelore comercial na Fazenda Barreiro Grande, na quente Nova Crixás, em Goiás, recebe criadores de todo o território nacional para ofertar 15 doadoras, cinco machos e um pacote de cinco prenhezes que são o retrato da genética Adir.

"Esta será uma oportunidade única para trazer o Nelore PO para a origem trabalhada e produtiva. Vamos oferecer a essência da raça", resume Paulo Leonel, diretor do Grupo Adir. Leonel destaca o exemplo dos acasalamentos entre touros filhos de Visual da Zeb VR em vacas Kavardi, uma oferta não presenciada até o momento.

Visual, neto de Taj Mahal, linhagem pioneira, é um touro que tem a marca VR, fundada pelo ousado criador Torres Homem Rodrigues da Cunha. Tornou-se uma referência ao proporcionar crescimento rápido sem perda de fertilidade, além de suceder uma extensa lista de doadoras consagradas.

Já Kavardi dispensa maiores apresentações, pois é um dos oito touros lendários da importação pioneira da Índia, em 1963, e ainda hoje é conhecido como o touro que revolucionou a pecuária brasileira. "Seja para pista, pasto, prova ou confinamento, a solução que o criador ou pecuarista buscam está no 29º Leilão Anual do Grupo Adir", garante Leonel.

O selecionador também realiza, no mesmo dia, às 16h, o 1º Leilão Sindi Adir. Sindi é uma raça igualmente zebuína, mas de origem paquistanesa. De aptidão leiteira, mas que se mostra promissora na produção de carne em abates técnicos, é adaptada a regiões semiáridas. Por este motivo, ganha adeptos no Nordeste e Centro-Oeste brasileiros.

Abate técnico por touro Nelore PO

Além de toda a preocupação com caracterização racial e conformação desejada para condições de campo, esculpida pelo patriarca Adir do Carmo Leonel, há 58 anos, o Grupo Adir tem investido pesado nos abates técnicos por touro, para unir genética pioneira à produção de uma carcaça moderna e rentável no frigorífico.

O projeto iniciado em outubro de 2014 é coordenado pelo professor Sérgio Pflanzer, da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp (Campinas/SP). "Comprovamos que os animais desejáveis necessitam ser férteis, adaptados, equilibrados, com aprumos perfeitos, linha dorsal plana e racial preservado, pois sem ele é impossível obter padronização de carcaças", explica Leonel.

O trabalho, único no País, já provou os touros Jiandut FIV (linhagem Golias), OPUS FIV do Brumado (linhagem Jeru), Naman FIV da 2L (linhagem Visual), Jallad FIV da 2L (Golias) e Palluk POI FIV da 2L, também de linhagem Golias.

Os resultados mostram novilhos Nelore abatidos com peso médio de 20@, rendimento de carcaça entre 57 e 59% e espessura de gordura subcutânea de 4 a 6 mm, suficientes para os credenciar a qualquer programa de qualidade de carne bovina.

A iniciativa é coroada por avaliações de carcaça in vivo por ultrassonografia, promovidas por Liliane Suguisawa, da DGT Brasil, que revelaram o touro Nelore número um em marmoreio: Quanupur da 2L, que deixou para trás nada menos que outros 500 mil animais.

Lastro genético para o Nelore PO

A genética Adir tem sido uma forma de pecuaristas faturarem mais no abate do gado de corte. O Grupo possui parceria exclusiva com a Fazenda Conforto. Esse é o maior confinamento do Brasil, com o abate de 120 mil bois por ano, e que paga bônus mínimo de 25% sobre o indexador boi gordo CEPEA/GO a prazo por bezerros com genética Adir.

Da mesma forma, o grupo coordena e abastece um recém-criado Programa de Qualidade de Carne Nelore do Frigorífico Masterboi, que possui sede em Recife (PE) e plantas no Pará e Tocantins. "Há um público que exige produtos de qualidade superior e acreditamos que a parceria com o Grupo Adir nos ajudará atender a essa demanda", afirma Amaro Rodero, diretor do grupo Masterboi.

Em Alagoas, a parceria é com a Cooperativa do Agronegócio do Boi (Cooperboi), que possui 52 cooperados. "Nossa meta principal é abastecer a gastronomia local com cortes mais tenros, macios e suculentos", diz José Ronaldo, diretor da Cooperboi, que aprovou o projeto de avaliação de carcaça realizado pelo Grupo Adir. 

"A marca Adir é uma das poucas, se não a única, remunerada por qualidade de carne bovina na ponta final da cadeia no mundo", conclui Leonel.


A genética Adir tem sido uma forma de pecuaristas faturarem mais no abate do gado de corte.
Volks lança Polo e Virtus 1.6 MSIOs novos veículos incorporam a tecnologia do novo motor mais o câmbio automático

 

A Nova Volkswagen dá mais um importante passo rumo à liderança do mercado brasileiro. A marca apresenta o Novo Polo e Virtus equipados com o motor 1.6 MSI com câmbio automático de seis marchas, passando a atuar em uma importante faixa de mercado.

Os modelos já estão chegando às cerca de 520 concessionárias como parte da linha 2019 do Novo Polo e do Virtus. Eles integram a lista de 20 lançamentos previstos até 2020, dentro do conceito da Nova Volkswagen e da maior ofensiva de produtos da história da empresa no Brasil, como resultado de investimentos de R$ 7 bilhões no País até 2020.

As novas opções do Novo Polo MSI e do Virtus MSI atendem a várias demandas de mercado, que vão desde clientes que procuram ótima relação custo-benefício e conforto a pessoas com deficiência (PCD).

A transmissão automática de seis marchas é associada ao motor 1.6l da família EA211, com até 117 cv. A novidade chega para complementar a oferta da linha. O Novo Polo passa a contar com cinco configurações: 1.0 MPI, 1.6 MSI, 1.6 MSI com transmissão automática, Comfortline 200TSI e Highline 200TSI. O Virtus agora é oferecido em quatro opções: MSI, MSI com transmissão automática, Comfortline 200TSI e Highline 200TSI.

As versões Comfortline e Highline do Novo Polo e do Virtus contam com o conjunto mecânico do motor TSI de até 128 cv e transmissão automática de seis velocidades.
Os modelos têm três anos de garantia de fábrica sem limite de quilometragem e são oferecidos em sete cores: Preto Ninja, Branco Cristal e Vermelho Tornado (sólidas) e Cinza Platinum, Azul Night, Prata Sirius e Prata Tungstênio (metálicas).

Transmissão com elevados níveis de conforto e robustez

A transmissão automática que equipa o Novo Polo e o Virtus com motor MSI possui como principais características alta robustez, rápidas trocas de marcha, elevado nível de conforto e boa eficiência energética. Denominada AQ160-6F, a transmissão automática traz relações de marcha e de diferencial específicas, especialmente definidas para essa aplicação.

Essa transmissão foi projetada para carros com motores transversais e possui engrenagens planetárias, com acoplamento por conversor de torque. Caracterizado pela suavidade nas arrancadas e trocas rápidas de velocidades, o câmbio AQ160-6F conta com bloqueio do conversor de torque em diversas condições de uso, o que evita o deslizamento interno do componente, reduzindo o consumo de combustível.

A transmissão oferece a opção de trocas manuais sequenciais Tiptronic – por meio da alavanca de câmbio ou pelas aletas atrás do volante multifuncional (item de série na linha 2019) – e também conta com o modo de acionamento esportivo (posição “S”), que altera os momentos das trocas de marchas para rotações mais elevadas, proporcionando aceleração mais rápida, para um comportamento mais dinâmico do veículo.

Motor 1.6 MSI: moderno e eficiente

O motor 1.6 MSI que compõe a oferta do Novo Polo e do Virtus (também combinada ao câmbio manual de 5 marchas) é da família EA211, com quatro cilindros e 16 válvulas (4 válvulas por cilindro). Total Flex, tem 1.598 cm³ de cilindrada e possui bloco e cabeçote feitos de alumínio, o que colabora para reduzir o peso do conjunto.

Com quatro válvulas por cilindro, sendo duas para admissão e duas para escape, o motor conta com duplo comando de válvulas integrado à tampa, com variação na admissão, proporcionando mais torque em baixa rotação e melhor desempenho.

O motor 1.6l MSI tem duplo circuito de arrefecimento, que permite temperaturas diferentes para o bloco e para o cabeçote – o sistema utiliza duas válvulas termostáticas. O coletor de escape forma uma peça única com o cabeçote. Resultado: vantagens de dirigibilidade na fase fria do motor e, consequentemente, menor consumo de combustível.

O sistema e-Flex de partida a frio, que dispensa a utilização do tanque auxiliar para gasolina, é outro destaque nessa motorização. Esse recurso oferece maior conforto e praticidade ao motorista, além de partidas mais rápidas nos dias de baixa temperatura.

A potência máxima é de 117 cv (86 kW) com etanol e 110 cv (81 kW) com gasolina a 5.750 rpm, com torque máximo de 162 Nm (16,5 kgfm) com etanol e 155 Nm (15,8 kgfm) com gasolina, ambos a 4.000 rpm.

Com esse motor e abastecido com etanol (E100), o Novo Polo MSI com transmissão automática acelera de 0 a 100 km/h em 10,5 segundos e atinge 188 km/h de velocidade máxima (etanol). O Virtus MSI com transmissão automática registra 10,8 segundos e 190 km/h, respectivamente.

 


Novo Polo 1.6 MSI chega ainda mais valente e econômico a exemplo do Virtus 1.6 MSI
Biotecnologias estimulam crescimento da Senepol no BrasilCentral de fertilização in vitro, oferece soluções em reprodução e comercialização de animais melhoradores

A raça bovina Senepol conquista cada vez mais espaço na pecuária dos países de clima tropical por ser um taurino adaptado às mais adversas condições, do calor à restrição de pastagens. Também é decisivo o papel desempenhado na produção de carne diferenciada em maciez e que apresente marmoreio – aquela gordura presente
entre as fibras –, característica que começa a ser vista emprovas de ultrassonografia de carcaça.

O maior plantel de Senepol do mundo está no Brasil, com mais de 90 mil animais registrados, número que tende a aumentar nos próximos anos, em compasso com a crescente demanda mundial de alimentos. Afirmação essa endossada pela própria FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação), que estima um crescimento de 70% na produção de comida até 2050, volume necessário para alimentar uma população estimada em 9 bilhões de habitantes, hoje somos 7 bilhões. Na questão de produção de carne, a ferramenta de cruzamento industrial é uma alternativa viável para elevar a oferta, cenário que torna o Senepol um aliado poderoso.

"Do cruzamento entre o touro Senepol e uma vaca zebuína nasce um bezerro muito precoce, que se desenvolve mais rápido, chegando ao ponto de abate precocemente e resultando em uma carne de ótima qualidade", explica o engenheiro-agrônomo Aluísio Fávaro, que trabalha há anos com a raça.

Apesar dos números positivos, o volume de genética do taurino adaptado produzido atualmente é capaz de abastecer somente uma pequena fatia de mercado, que necessita de touros rústicos para cobertura da  vacada a campo. Contexto este que faz o Senepol experimentar um crescimento exponencial, cerca de  30% ao ano, tanto
em número de animais, quanto de novos criadores. As biotecnologias reprodutivas têm um papel fundamental neste desempenho.

"Ferramentas como a FIV (Fertilização In Vitro) aceleram a produção de animais melhoradores ao contar com profissionais qualificados e receptoras selecionadas", comenta o médico veterinário Wanderley Zoccoloto, um dos pioneiros na execução de protocolos de FIV no Senepol.

Para preencher a lacuna, Aluísio e Wanderley uniram suas experiências e o bom relacionamento com criadores para lançar a Central Senepol LAB FIV (registro no MAPA: SP-81929-8), que tem o Senepol em sua essência, mas atenderá todas as raças bovinas.

Com um moderno laboratório construído nas instalações da Universidade de Marília (Unimar), a Central Senepol LAB FIV tem à disposição outras duas propriedades, sendo uma destinada ao manejo das doadoras de embriões e outra para abrigar a produção própria de receptoras.

A meta do trabalho é melhorar a eficiência dos pecuaristas, direcionando todos os processos, do acasalamento, aspiração e fertilização dos oócitos até a maturação, implantação do embrião e entrega das receptoras. Neste caso, o investimento equivalente a 21@ de boi gordo ou 27@ para quem desejar o bezerro desmamado. Zuccoloto explica que o bezerro de FIV, às vezes, resulta em partos distócicos, exigindo cuidados.  É por isso que há uma
preocupação recorrente com a qualidade das receptoras na central, para que tenham os atributos necessários ao parto, e estejam bem nutridas e com o calendário sanitário em dia.

O banco de receptoras da Central Senepol LAB FIV reúne 400 animais, além de outras 700 disponíveis numa propriedade goiana. São vacas paridas ou novilhas de cruzamento industrial, com boa carcaça e
produção de leite. "A docilidade e a eficiência também são diferenciais importantes, ajudando a garantir a rentabilidade do negócio", complementa Aluísio.

GENÉTICA E COMERCIALIZAÇÃO

A Central Senepol LAB FIV iniciou suas atividades em 2016, selecionando e multiplicando a genética de vários criatórios. No segundo semestre daquele ano, durante leilão da CMI, em Campo Grande (MS), Aluísio Fávaro e Wanderley Zuccoloto anunciaram os serviços da central e conseguiram formar o primeiro time de
aspiração com 20 doadoras de criatórios de SP, MG, GO e MS, entre outros estados.

No início de 2018, chegaram outras 50 doadoras, divididas em três lotes, o suficiente para garantir protocolos o ano todo, mesmo às vésperas da seca, quando, normalmente, costuma esfriar o mercado de
FIV. Cerca de 2.000 prenhezes já têm chancela da Central Senepol LAB FIV, produtos que serão comercializados apenas em 2019, em dois leilões.

"Além da hospedagem das receptoras e execução da FIV, criamos um canal de vendas para os embriões, iniciativa que beneficiará muitos criadores, inclusive que está começando no Senepol. A partir da seleção e o direcionamento dos acasalamentos, nossa metaé transformar os leilões da central em um berço de genética superior", projeta Fávaro.

Projeto este amadurecido em 2017, quando Zuccoloto e Fávaro garimparam 12 criatórios elegendo as melhores doadoras para aspiração. Elas atingiram resultados acima da média e foram negociadas por seus proprietários durante a Exposição Agropecuária de Uberlândia – Camaru. O diagnóstico reprodutivo completo do gado, como exemplo a produção de oócitos por aspiração, influenciou a decisão de compra dos investidores e o evento movimentou cerca de R$ 357 mil.

LEILÃO CENTRAL SENEPOL

Em 23 de julho, às 20 horas, com transmissão pelo Canal do Boi, a Central Senepol LAB FIV brinda este novo canal de vendas com o leilão de 70 doadoras Senepol. Todas pertencentes a marcas já consagradas, como a Eva Senepol, Genelc, FP, Nery, Paraíso (do cantor sertanejo Leo, da dupla sertaneja Victor & Leo), Leal, Porteira de Tábua, Brisa Agropecuária e Vale do Araguaia Senepol.

No dia 29 de junho, convidados especiais participarão do 1º Workshop Central Senepol Lab FIV, que tem o apoio da  Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol (ABCB Senepol), quando serão apresentadas as instalações da central, soluções em reprodução animal, além da participação de empresas parceiras e
a exposição das doadoras que serão leiloadas no remate. "Trabalhamos com honestidade em todos os processos, dando total assistência aos clientes e garantia de prenhez", finaliza Aluísio, ressaltando que a Central Senepol LAB FIV também realizará provas de eficiência alimentar e ganho de peso, gerando informações acionais sobre o desempenho do gado e a qualidade da carne.


A raça bovina Senepol conquista cada vez mais espaço na pecuária dos países de clima tropical por ser um taurino adaptado às mais adversas condições
Toyota Yares preenche lacuna entre Etios e CorollaO carro chega nas versões hatch e sedan e já está disponível

 

 

 

A Toyota amplia sua ofensiva no mercado brasileiro com a chegada do seu modelo global, Yaris. Comemorando 60 anos de Brasil, o momento não poderia ser melhor para revelar duas boas novidades.

 

Hatch ou sedã. Motorização 1.3 ou 1.5 litro. Transmissão manual ou automática CVT. Tem para todo gosto e estilo o pacote que a Toyota realiza no lançamento do Yaris.

 

Para o modelo hatch, são elas: XL manual e XL CVT, XL Plus Tech CVT (todas com motorização 1.3 litro), XS e XLS, estas com câmbio CVT e motor 1.5 litro.

 

A carroceria sedã possui as mesmas versões, somente com motorização 1.5 litro.

Os pedidos de vendas do novo Yaris têm início em 07 de junho, tanto para a versão hatch, como para a sedã, enquanto a produção iniciará em 15 de junho e 02 de julho, respectivamente.

Novo Toyota Yaris, hatch e sedã, chega ao Brasil em cinco versões a partir de R$ 59.590
1 de 4
 
 
     

O que cada versão oferece?

Desde a versão de entrada XL de câmbio manual, a linha traz de série, computador de bordo, comandos no volante, descansa-braços dianteiro, controle de estabilidade (VSC), tração (TRC) e assistente de partida em rampa (HAC).

O modelo também possui direção eletroassistida progressiva (EPS), ar-condicionado, vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico por um toque, travas elétricas, faróis com regulagem elétrica, faróis de neblina, retrovisor interno eletrocrômico, banco traseiro rebatido 40/60 (sedã), entre outros itens, além dos obrigatórios airbag duplo dianteiro e freios com sistema ABS de última geração com distribuição eletrônica de frenagem (EBD).

A versão XL com câmbio CVT adiciona os seguintes itens: controle de velocidade de cruzeiro e função Eco Driving do computador de bordo.

Já a versão XL Plus Tech passa a contar com descansa-braços traseiro, detalhes internos na cor prata, ar-condicionado automático e digital, chave inteligente presencial, Smart Entry e sistema de partida sem chave tipo Start Button, banco traseiro rebatido 40/60 na versão hatch e central multimídia com tela de 7” sensível ao toque com funções de rádio AM/FM, MP3, entrada USB, conexão auxiliar Bluetooth®, Toyota Play+, sistema que permite espelhamento de aplicativos por meio da tecnologia SDL e com tecnologia Harman e navegador Tom Tom para sistemas operacionais IOS e Android e Waze para sistema IOS.

A versão XS agrega todos os equipamentos da XL Plus Tech, e volante, manopla do câmbio e revestimento das portas em couro, grade com detalhes cromados, roda de liga leve de 15” Dual Tone (preto e prata), bancos de couro, retrovisor externo com rebatimento elétrico, câmera de ré, tapetes em carpete e computador de bordo com tela de 4.2” com tecnologia TFT.

Por fim, a versão topo de linha XLS ainda agrega teto solar, sensor de chuva, maçanetas cromadas, faróis projetores com lâmpadas halógenas, lanternas em LED e sete airbags, adicionando aos dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um de joelhos para o motorista.

Por dentro do Yaris – Todas as versões contam com acabamento em preto, incluindo as colunas e o revestimento do teto (em cinza na versão sedã), transmitindo uma sensação de requinte e esportividade.

Uma das grandes novidades do Yaris é o teto solar elétrico disponível, de série, na versão XLS, garantindo aos ocupantes maior prazer ao dirigir e sensação de esportividade. Com movimentos de basculamento e retrátil, ele tem acionamento elétrico por um toque e função antiesmagamento.

Toyota Yaris
1 de 2
 
 
 

Os bancos são de tecido nas versões XL e XL Plus Tech e de couro nas versões XS e XLS. Além disso, ele conta com apoio de braços com porta-copos central a partir da versão XL Plus Tech, oferecendo conforto e comodidade para quem senta nos bancos traseiros e apoio de braços central na frente em todas as versões.

Outra característica do novo Yaris é o assoalho traseiro plano, que contribui para uma viagem mais confortável quando há três ocupantes nos bancos traseiros.

1 de 2
 
 
 

Para as versões XL e XL Plus Tech, o painel de instrumentos conta com display LCD de 2.7”. São três mostradores circulares que reúnem as informações de bordo: o do lado direito mostra o termômetro do motor e o indicador de combustível, o da esquerda exibe o conta-giros, enquanto no do meio é possível visualizar o velocímetro e o computador de bordo, com funções de hodômetro parcial A e B, consumo de combustível instantâneo e médio, autonomia, velocidade média e intensidade de brilho do painel.

Para as versões XS e XLS, o computador de bordo conta com uma tela de 4.2” com tecnologia TFT colorido e de alta resolução e mais funções, como histórico de viagem, de consumo a cada cinco minutos, de consumo mensal (km/l) versus distância e histórico mensal de valor (R$) versus consumo (litros); ranking de eficiência em que é possível elencar os três melhores períodos de economia de combustível e mais.

Detalhes internos Toyota Yaris Hatch e Sedã
1 de 15
 
 

Mecânica Online – A linha Yaris é equipada com a consagrada família de propulsores produzidos na planta de motores da marca, localizada em Porto Feliz (SP).

O Yaris está disponível nas motorizações 1.3L e 1.5L para a versão hatch e 1.5L para o sedã. Os motores 1.3L e 1.5L, ambos 16V Flexfuel, trazem a já consagrada tecnologia de duplo comando de válvulas variável Dual VVT-i da Toyota, que atua no gerenciamento dos sistemas de admissão e escape da câmara de combustão, otimizando a queima do combustível de maneira inteligente, refletindo em melhor desempenho e menor consumo.

Para equipar o Yaris, os engenheiros da Toyota trabalharam em melhorias nos propulsores que os fizeram render mais potência do que no Etios. Para isso, um novo sistema de exaustão foi exclusivamente redesenhado para o Yaris e um novo processo de recalibração para a carroceria e o novo trem de força foi realizado.

Sendo assim, temos:

– 1.3L Flexfuel, Dual VVT-i DOHC de 16 válvulas, que rende 101 cv a 5.600 rpm, quando abastecido com etanol, e 94 cv, a 5.600 giros, com gasolina. O torque máximo nesta configuração é de 12,9 kgfm (com etanol) e de 12,5 kgfm (com gasolina), sempre a 4.000 rpm. Em comparação com o Etios, o ganho foi de 3 cv e 0,2 kgfm de torque com etanol e de 6 cv com gasolina em comparação com o Etios.

– 1.5L Flexfuel, Dual VVT-i DOHC de 16 válvulas, que rende 110 cv de potência a 5.600 rpm, quando abastecido com etanol, e 105 cv, a 5.600 giros, com gasolina. O torque máximo nesta configuração, a 4.000 giros, é de 14,9 kgfm (com etanol) e de 14,3 kgfm (com gasolina). Para esta motorização, o ganho de potência também foi de 3 cv e 0,5 kgfm de torque com etanol e de 3 cv com gasolina em comparação com o Etios.

Ambos os propulsores são construídos com bloco e cabeçote de alumínio, e oferecem a combinação perfeita entre desempenho e durabilidade. Além disso, o sistema de propulsão do Yaris conta com sistema ETCSi de abertura da borboleta do acelerador, que corrige acelerações desnecessárias, garantindo máxima eficiência na combustão com maior economia e acelerações mais rápidas.

Ainda falando de motores, o sistema flex com aquecimento de combustível inteligente reconhece a necessidade e aquece o combustível para uma partida imediata e sem falhas.

A suspensão do Yaris foi pensada para atender ao gosto brasileiro. Na parte dianteira, temos a McPherson com batente hidráulico, que evita batidas secas quando a roda desce ao limite do curso do amortecedor.

Tanto o sistema de suspensão frontal quanto o traseiro tiveram a altura elevada em 13 mm em comparação com o projeto global do Yaris. Com isso, o carro está apto para encarar o perfil de solo brasileiro. Na traseira, foi adotado o eixo de torção com barra estabilizadora.

O novo Yaris está equipado com dois tipos de transmissões. A manual de seis velocidades e a Multidrive de tecnologia CVT.

Na transmissão manual, derivada da mecânica confiável do Etios, a Toyota conta com o IMT – Monitor Inteligente de Aceleração –, que funciona como um auxiliar de arranque, minimizando que o motor “apague” assim que o motorista tira o pé da embreagem para colocar o carro em movimento. Além disso, para o Yaris os engates das marchas estão mais precisos.

Já a transmissão Multidrive CVT, já consagrada no Corolla, privilegia desempenho sem abrir mão do conforto e do baixo consumo de combustível. Seu diferencial é um software de gerenciamento que simula sete marchas, mesmo quando o motorista conduz o veículo com o câmbio na posição Drive.

O resultado é uma sensação agradável ao dirigir, com o benefício da percepção das trocas de marchas, mas de uma maneira suave, sem os choques característicos das transmissões automáticas convencionais.

A transmissão MultiDrive da Toyota oferece ao motorista, em todas as versões, a possibilidade de trocas manuais sequenciais, que podem ser feitas exclusivamente na alavanca de câmbio, nas versões XL e XL Plus Tech. Já para as versões superiores XS e XLS, as trocas sequenciais podem ser praticadas também por meio das borboletas localizadas atrás dos volantes.


Esalq abre inscrição para treinamento à distânciaO curso a distância será na área de bovino de corte em pastagens

Suplementação de Bovinos de Corte em Pastagens é tema de curso à distância do Departamento de Zootecnia da ESALQ/USP

Coordenado pelo Departamento de Zootecnia da ESALQ/USP e com apoio da Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (FEALQ), o Centro de Treinamento de Recursos Humanos (CTRH) abre inscrições para o Treinamento sobre Suplementação de Bovinos de Corte em Pastagens à distância.

 

O treinamento, que acontece entre 19 de junho à 24 de julho de 2018, às terças-feiras, das 19h às 22h30, abordará temas relacionados a conceitos básicos e aplicados sobre nutrição e suplementação de ruminantes, análise bromatológica, manejo das pastagens e o desempenho animal, qualidade de forragem, suplementação com alimentos volumosos, uso de suplementação com alimentos concentrados no período das "águas" e das "secas" para diferentes categorias de animais, intensificação do sistema de produção de bovinos de corte e os sistemas de suplementação, além de outras técnicas relacionadas ao tema.

 

O objetivo do curso, direcionado a profissionais e estudantes relacionados à produção de bovinos, é oferecer treinamento técnico ao setor agropecuário, visando difundir o conhecimento para profissionais e estudantes relacionados à Confinamento de Bovinos de Corte. "Os treinamentos online tem a duração de cerca de 6 encontros, nos quais são apresentados diversos temas relevantes na área de produção de bovinos", explica o coordenador do curso, Professor Flávio Augusto Portela Santos, do Departamento de Zootecnia da ESALQ/USP.

Segundo ele, o intuito desses treinamentos, assim como dos outros promovidos pela entidade, é contribuir para que a atividade agropecuária nacional alcance níveis de eficiência produtiva e econômica mediante difusão de conhecimentos técnico-científicos e ênfase na sustentabilidade ambiental e social.

 

O treinamento é ministrado por professores da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (ESALQ/USP), com apoio de especialistas de outras instituições públicas e privadas. "Já foram treinadas mais de 6.000 pessoas nos eventos de Difusão Cultural e treinamentos online da entidade", acrescenta o professor.

Informações adicionais sobre o treinamento, investimento e inscrições podem ser obtidos na página http://lp.ctrhzootecnia.com.br/info?website=assessoria-ctrh, pelo e-mail cursos@ctrhzootecnia.com.br, telefone (19) 3429-4438 ou whatsapp (19) 9896.5661


Nissan inicia vendas do 'Nissan Energy Solar' no Reino UnidoSistema de geração e armazenamento de energia solar é um exemplo de como as tecnologias da Nissan Intelligent Mobility transformam a maneira como vivemos

LONDRES, Reino Unido – A Nissan anunciou o início das vendas de sua nova solução integrada para energia doméstica, o Nissan Energy Solar. Com isso, os consumidores no Reino Unido podem otimizar a maneira como suas casas criam, armazenam e consomem energia através do uso de painéis solares de altíssima qualidade, baterias de armazenamento (xStorage Home) e um sistema de gerenciamento de energia residencial.

O diretor de Veículos Elétricos da Nissan Europa, Gareth Dunsmore, apresentou o Nissan Energy Solar no Reino Unido e afirmou que se trata de "um sistema completo para geração, gerenciamento e armazenamento de energia em casa. Ele permite que os proprietários de residências do Reino Unido façam economias significativas em suas contas de luz, além de contribuírem com a sustentabilidade e tecnologias verdes".

Segundo Garath, "mais de 880 mil pessoas no Reino Unido já utilizam painéis de energia solar, e essa solução completamente integrada da Nissan representa uma nova oportunidade para crescer exponencialmente esses números nos próximos anos".

Linha flexível e abrangente de soluções solares

A oferta de produtos da Nissan Energy Solar entrega flexibilidade completa aos clientes, estejam eles procurando por um pacote de captação e de armazenamento de energia totalmente integrado, ou pelos componentes individualmente.

Os consumidores do Reino Unido têm a opção de selecionar sistemas de armazenamento de energia que usam baterias novas ou de segunda vida dos veículos elétricos da Nissan. Isso maximiza o uso de materiais recicláveis, para uma vida inteligente e um futuro mais sustentável.

A nova solução também inclui um sistema de gerenciamento de energia residencial que permite aos usuários controlar como e quando usam sua energia. O sistema reduz significativamente a emissão de carbono e os custos dos proprietários com energia ao automatizar os fluxos para otimizar a produção de energia solar e a capacidade de armazenamento da bateria.

Principais benefícios do sistema:

  • Redução de até 66%* nas faturas de energia elétrica
  • Maior independência da rede nacional e dos fornecedores de eletricidade
  • Capacidade de gerar, armazenar e gerenciar energia para uso durante a noite - mesmo em dias nublados ou chuvosos - e carregar os veículos elétricos Nissan EVs

* Com base em uma família localizada no Sudeste do Reino Unido, que passa em casa, em média, a metade do dia, com uma demanda anual de eletricidade de 4.500 kWh, uma vez instalado um sistema fotovoltaico de 4 kWp e um sistema de armazenamento de 6 kWh.


os consumidores no Reino Unido podem otimizar a maneira como suas casas criam, armazenam e consomem energia através do uso de painéis solares
Tiguan chega com renovações importantesA ideia da montadora é fazer uma maior ofensiva com o SUV

 

A Volkswagen do Brasil inicia a maior ofensiva de utilitários esportivos da sua história. O Tiguan Allspace é o primeiro de cinco SUVs que serão lançados no mercado brasileiro até 2020. É também o primeiro utilitário esportivo à venda no País desenvolvido sobre a Estratégia Modular MQB, o que possibilitou ao modelo Volkswagen trazer excelente aproveitamento de espaço interno e receber vários recursos de tecnologia e de segurança inéditos no segmento de SUVs premium no Brasil.

Em sua segunda geração, o Tiguan Allspace começa a chegar às concessionárias no fim de maio em três versões de acabamento e com duas opções de motorização TSI, que combinam injeção direta de combustível e sobrealimentação por turbocompressor para entregar alto desempenho, baixo consumo de combustível e prazer ao dirigir. Pela primeira vez na história, o Tiguan Allspace contará com motor 1.4 TSI Total Flex – que pode ser abastecido com gasolina, etanol ou a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção.

Outra grande novidade é o retorno da grife “R-Line” ao segmento, com equipamentos exclusivos, design diferenciado e ainda mais esportividade e sofisticação. O Tiguan Allspace R-Line 350 TSI traz o motor 2.0 TSI com 220 cv – mesmo motor do Golf GTI – associado à inédita transmissão DSG de 7 marchas.

O Tiguan Allspace é equipado nas versões 250 TSI e Comfortline 250 TSI com o motor 1.4l TSI Total Flex. Pertencente à família EA211, esse motor é feito na fábrica da Volkswagen em São Carlos (SP). Tem bloco e cabeçote feitos de alumínio, duplo comando de válvulas no cabeçote (variável na admissão; são quatro válvulas por cilindro) e é equipado com injeção direta de combustível e turbocompressor. Esse motor desenvolve potência de 150 cv (etanol e gasolina) a 5.000 rpm. Seu torque máximo, de 250 Nm (25,5 kgfm), surge já a apenas 1.400 rpm e se mantém até 3.500 rpm, independentemente da mistura de combustível.

As versões 250 TSI e Comfortline 250 TSI utilizam a transmissão DQ250, com seis marchas, imersa em óleo, reconhecida pela sua eficiência e durabilidade. Ambas as versões têm o mesmo desempenho: aceleração de 0 a 100 km/h em 9,5 segundos e velocidade máxima de 198 km/h (independentemente do combustível utilizado). Números excelentes para modelos que têm pequena diferença de peso: 1.562 kg (250 TSI com cinco lugares) e 1.598 kg (Comfortline 250 TSI com sete lugares).

E para continuar a ser referência de downsizing em seu segmento, mesmo consumindo etanol (E100), gasolina (E22) ou qualquer mistura desses combustíveis, o motor 1.4 TSI Total Flex traz uma série de novidades em relação ao propulsor 1.4 TSI a gasolina, utilizado na geração anterior do Tiguan.

A central eletrônica do motor (ECU) traz novos software e hardware. Os pistões e anéis foram redimensionados para os 10 cv extras de potência do motor flexível, que recebeu um catalisador especificamente calibrado para ele. Outras novidades são a guia de válvula que agora tem dupla vedação e a sede de válvulas do cabeçote e as válvulas injetoras com tratamento específico para operar com o combustível de origem vegetal. A sonda lambda passa a ser linear, proporcionando melhor controle na combustão. 

Por causa das características do etanol, o sistema de injeção de combustível do motor 1.4 TSI Total Flex utiliza 250 bar de pressão – como referência, o motor 1.4 TSI a gasolina trabalha com 200 bar. Com isso, a galeria de injeção de combustível foi modificada e está ainda mais robusta.

Ainda no sistema de ignição, as velas contam com grau térmico específico e geometria diferenciada para funcionar com qualquer mistura de etanol ou gasolina. O motor 1.4 TSI Total Flex utiliza velas de ignição de dupla platina, o que proporciona ignições e faíscas mais rápidas utilizando menos energia. Resultado: excelente durabilidade.

Conectividade em todas as versões

Todas as versões do Tiguan Allspace são equipadas de série com sistema Discover Media, que permite conectividade avançada com os smartphones por meio do App-Connect (Android Auto, Apple CarPlay e Mirrorlink). Com tela colorida sensível ao toque (touchscreen) de 8 polegadas com sensor de aproximação, oferece ampla interatividade, com várias opções de informação e entretenimento, além de visual moderno e tecnológico. Permite conexão Bluetooth para até dois celulares e possui três entradas USB – duas na parte dianteira e uma para o banco traseiro.

Traz também os recursos de comando de voz e navegação integrados, que se destacam pela facilidade de uso e interatividade com o painel de instrumentos, possibilitando uma condução mais segura e confortável. Fotos, vídeos e músicas em diversos formatos são alguns exemplos de mídias que podem ser “lidas”.

O Discover Media inclui sistema de navegação via satélite e o sistema Think Blue Trainer, que auxilia na condução mais econômica, dando dicas ao motorista.

 


Cronos quer marcar novo tempoA Fiat acredita que com o novo veículo terá nova vida

 

A Fiat diz que o Fiat Cronos é arrojado, moderno, lindo, espaçoso, refinado e inovador conforme algumas das expressões utilizadas para definir o novo Fiat Cronos pelas primeiras pessoas que conheceram o modelo de perto durante as clínicas com compradores de sedãs compactos, realizada recentemente pela Fiat Chrysler Automobiles (FCA).

E garante que esses adjetivos foram concedidos ao Fiat Cronos com justiça. A começar pelo design de linhas dinâmicas que percorrem e unificam todos elementos da carroceria. O design do Fiat Cronos é envolvente, estimulante, moderno e cheio de personalidade. O Cronos traduz realmente um novo tempo para o desenho dos sedãs no mercado brasileiro. O estilo arrojado aliado à sofisticação se reflete no interior, com muito espaço e modernidade. O olhar é atraído para o sistema multimídia Uconnect Touch de 7 polegadas, em estilo flutuante como um tablet e compatível com Apple CarPlay e Android Auto, de série em quatro das cinco versões, permitindo acessar Waze e WhatsApp, entre outros aplicativos. O equipamento pode ser controlado a partir do volante multifuncional.

Com cinco versões, duas possibilidades de motores e três opções de transmissão, o Fiat Cronos oferece uma ampla oferta para os mais variados subsegmentos do setor de sedãs. E essa grande variedade de versões possibilita atender uma ampla faixa de preço e necessidades. Conheça todas elas:

Cronos 1.3

Opção de entrada, é impulsionada pelo motor Firefly quatro cilindros 1.3 de 109 cv de potência e 14,2 kgfm de torque (ambos com 100% etanol). O câmbio é manual de cinco marchas. Como itens de série há ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos (dianteiros), trava elétrica, chave com telecomando, rádio com conexões Bluetooth e USB, computador de bordo, volante com comandos de rádio e telefone, display TFT de 3,5 polegadas e alta resolução no painel de instrumentos, pontos ISOFIX, sistema iTPMS de monitoramento da pressão dos pneus, ajuste de altura do banco do motorista, sistema ESS (sinalizador de frenagem de emergência), cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes traseiros, apoio de cabeça central traseiro, volante regulável em altura e outros.

Cronos DRIVE 1.3

Em relação à versão anterior, o Fiat Cronos Drive 1.3 acrescenta o sistema multimídia Uconnect Touch 7 polegadas e a segunda porta USB – voltada para os passageiros traseiros.

Como opcionais estão disponíveis faróis de neblina, banco traseiro bipartido, rodas de liga leve, câmera de ré com linhas dinâmicas, sensor de estacionamento, retrovisores elétricos com tilt down (ajuste automático do espelho do lado do passageiro para uma posição mais baixa nas manobras de ré) e repetidores de seta integrados, vidros elétricos traseiros e alarme.

Cronos DRIVE 1.3 GSR

Esta versão é equipada com o motor Firefly 1.3 e câmbio automatizado GSR (Gear Smart Ride) Comfort de cinco marchas com controle por botões no console central, de acionamento simples e intuitivo. O GSR Comfort inclui importantes funções como a Sport, que aciona um modo de condução mais esportivo, e Auto Upshift Abort, que proporciona retomadas mais fortes. A versão traz ainda paddle shifters atrás do volante, pelos quais o motorista pode trocar as marchas manualmente. Nesta configuração o Fiat Cronos tem os melhores números de consumo de combustível da gama, seja com etanol ou gasolina no tanque.

Também são de série nessa versão, além dos itens do Drive 1.3, o Start&Stop, Ambient Lights, que conferem ao interior do Cronos ainda mais refinamento e sofisticação, controle de velocidade de cruzeiro, apoio de braço para o motorista, vidros elétricos traseiros, retrovisores elétricos com tilt down e repetidores de seta integrados e ainda os seguintes itens de segurança:

ESC (Controle Eletrônico de Estabilidade) – Garante a máxima dirigibilidade do carro em situações de perda de aderência dos eixos dianteiro ou traseiro, atuando por meio de sensores. As rodas são freadas de forma seletiva automaticamente enquanto a potência do motor pode ser momentaneamente diminuída, permitindo que o veículo tome a direção correta apontada pelo volante.

TC (Controle de Tração) – Atua diretamente nas condições de rampas íngremes e escorregadias, como por exemplo uma subida com piso molhado. Nessa situação a baixa aderência faria com que as rodas patinassem e o veículo tivesse a dirigibilidade comprometida, mas o sistema diminui eletronicamente o torque nas rodas dianteiras para aumentar a aderência ao piso e garantir uma sequência de movimento segura.

HH (Hill Holder) – É um assistente para partida em rampas que impede que o carro se desloque para trás nas saídas em trechos íngremes, evitando colisões. O HH ainda atua nas manobras de estacionamento, tanto em subidas quanto em descidas.

O Fiat Cronos Drive 1.3 GSR ainda pode ser equipado opcionalmente com faróis de neblina, banco traseiro bipartido, rodas de liga leve, câmera de ré com sensor de estacionamento e alarme.

Cronos PRECISION 1.8

Com câmbio é manual de cinco marchas, a versão é equipada com motor 1.8 E.torQ Evo VIS de 139 cv de potência e 19,3 kgfm de torque (ambos com 100% de etanol). Esse propulsor tem o sistema de coletor de admissão variável - VIS (Variable Intake System), que garante mais força em baixas rotações. Com até 4.000 rpm o ar que vai para os cilindros passa por um caminho mais longo, favorecendo o torque. A partir daí, uma aleta é acionada fazendo com que o ar percorra trajeto mais curto, incrementando a potência.

São equipamentos de série dessa versão, além daqueles da Drive 1.3, faróis com luz de posição em LED, rodas de liga leve de 16 polegadas, faróis de neblina, retrovisores elétricos com tilt down e repetidores de seta integrados, vidros elétricos traseiros, banco traseiro bipartido, sensor de estacionamento traseiro e alarme.

Opcionalmente, o Fiat Cronos Precision 1.8 pode receber ainda air bags laterais dianteiros, câmera de ré com linhas dinâmicas, display TFT de 7 polegadas e alta resolução no painel de instrumentos, ar-condicionado automático digital, espelho retrovisor interno com sensor de ofuscamento, espelhos retrovisores externos com rebatimento elétrico e puddle lamps, Keyless Entry’N’ Go, sensor de chuva, sensor de luminosidade, bancos em couro, maçanetas e frisos das portas cromados e rodas de liga leve de 17 polegadas.

Cronos PRECISION 1.8 AT6

Nessa configuração, o Cronos possui câmbio automático de seis velocidades, o mesmo utilizado na picape Fiat Toro e no Fiat Argo. Além de seu funcionamento suave e em perfeita harmonia com o motor 1.8 E.torQ Evo VIS, conta com o recurso Neutral Function, que auxilia na economia de combustível ao desacoplar o motor da transmissão em paradas rápidas de trânsito – o que também evita a incômoda sensação de que o sistema está forçando os freios.

Além dos itens da versão Precision 1.8, a versão automática traz como equipamentos de série paddle shifters atrás do volante para troca manual das marchas, controle de velocidade de cruzeiro, Ambient Lights, apoio de braço para o motorista, volante revestido de couro e maçanetas e frisos das portas cromados. Os itens opcionais disponíveis para esta versão são os mesmos da Precision 1.8, com exceção das maçanetas e frisos cromados.

 

 


Ecosport chega em nova versãoEcoSport Storm, nova versão do utilitário esportivo com tração 4WD inteligente e transmissão automática

A Ford apresentou o EcoSport Storm, nova versão do utilitário esportivo com tração 4WD inteligente e transmissão automática, que amplia a oferta da linha com uma configuração inédita na categoria. Desenvolvido especialmente para o mercado brasileiro, o novo modelo chega ao mercado este mês com os atributos mais desejados pelo consumidor de SUVs: visual marcante, capacidade superior de rodagem e conteúdo completo em itens de conforto, conectividade e segurança. Tudo isso, com um posicionamento de preço que cria uma opção nova e atraente dentro do segmento.

O EcoSport Storm chama a atenção pelo design ousado e de personalidade. Externamente, é marcado pela nova grade com o nome Storm em relevo, faróis de xênon com máscara negra, capa de estepe rígida na traseira, rodas de 17 polegadas, grafismos e outros detalhes exclusivos, incluindo a cor de lançamento marrom Trancoso. O interior adiciona uma proposta inovadora de estilo aos refinamentos da linha, com painel “soft”, bancos de couro e teto escuros, criando um contraste sofisticado com os frisos em laranja acetinado estrategicamente posicionados na cabine.

O SUV é equipado com motor 2.0 Direct Flex de 176 cv – o mais potente da categoria –, e nova transmissão automática de seis velocidades com conversor de torque. Seu sistema de tração inteligente 4WD funciona sem a necessidade de intervenção do motorista, distribuindo o torque entre as rodas para garantir uma rodagem mais eficiente e segura sempre que necessário, em pisos irregulares e de baixo atrito como lama, areia, rampas e chuva. A suspensão reforçada e a direção elétrica com novo ajuste acentuam o conforto e a dirigibilidade.

SUV avançado e completo

Em termos de conteúdo o Storm vem completo, com o que a linha tem de melhor. A lista inclui sete airbags, sistema multimídia SYNC 3 com tela capacitiva de 8 polegadas – a maior da categoria –, controle de estabilidade com sistema anticapotamento, monitoramento de pressão dos pneus e teto solar elétrico.

Traz também faróis com luz diurna de LED e acendimento automático, acesso ao veículo sem chave com reconhecimento capacitivo, partida por botão, ar-condicionado automático digital, computador de bordo com tela de 4,2” no painel, câmera de ré, sensor de chuva, som premium da Sony com nove alto-falantes e porta-malas com sistema inteligente de bagagem.

Com preço de lançamento de R$99.990, ele cria uma opção diferenciada dentro do segmento e reúne atributos para competir tanto com modelos 4x2 como 4x4.

“Até agora, o consumidor só tinha acesso a um veículo com tração nas quatro rodas e esse nível de equipamentos numa categoria superior, de SUVs médios, por um preço bem maior”, explica Mauricio Greco, gerente geral de Marketing da Ford.

“O EcoSport Storm custa o equivalente aos SUVs 4x2 topo de linha, mas com a vantagem da tração 4WD e do estilo único.” 

Estilo ousado e robusto

O EcoSport Storm traz um tempero extra de emoção para o segmento de SUVs, combinando linhas fortes e harmoniosas e atenção aos detalhes no design. Ele segue a proposta do conceito de mesmo nome exibido no Salão do Automóvel de São Paulo em 2016, com grade dianteira e outros elementos inspirados na picape off-road F-150 Raptor.

“Em um segmento que está cada vez mais urbano o EcoSport Storm traz uma proposta de estilo diferente, voltada para fora da cidade. Ele combina rusticidade e ousadia com requinte e inovação”, diz Fábio Sandrin, gerente de Design da Ford.

A carroceria oferece quatro opções de cores, incluindo a nova marrom Trancoso, além do branco Ártico, prata Dublin e preto Bristol. Faixas escuras aplicadas no capô e nas laterais dão um toque de esportividade, junto com os espelhos retrovisores, maçanetas, rack e barras de teto na cor cinza Dark London.

O EcoSport Storm parece mais encorpado e realmente é maior que os outros modelos da linha: tem 88 mm a mais no comprimento (4.357 mm) e é 20 mm mais largo sem os espelhos (1.785 mm). As rodas de 17 polegadas com acabamento em prata Magnetic posicionadas mais para fora da carroceria contribuem para aumentar a musculatura do veículo.

Na cabine, o volante e os bancos de couro com pespontos em laranja são um detalhe de requinte e personalidade. A central multimídia SYNC 3 conta com tela capacitiva de 8 polegadas e os recursos mais avançados da indústria. Além de conectividade com Apple CarPlay e Android Auto, inclui comandos de voz para áudio, telefone e navegação com mapas do Brasil.  

Potência, conforto e estabilidade

Ao volante, o EcoSport Storm mostra um excelente compromisso de conforto e estabilidade. Seu sistema de tração 4WD tem um controle inteligente que transfere automaticamente o torque entre as rodas dianteiras e traseiras para otimizar a tração em condições fora de estrada, sem que o motorista precise acionar qualquer comando. Uma tela no painel mostra a distribuição de torque instantânea feita no veículo.

O motor 2.0 Direct Flex conta com sistema de injeção direta que permite uma pressão mais alta de injeção e melhor controle da queima, resultando em aumento da eficiência e do torque em torno de 15%. A suspensão traseira com sistema independente Multilink e molas de rigidez progressiva melhora consideravelmente tanto o nível de vibração como a capacidade de absorção de impactos.

A transmissão automática de seis velocidades se caracteriza pela suavidade e bom escalanamento das marchas, com a opção de trocas por comandos no volante (Paddle Shift) para uma direção mais esportiva.


O SUV é equipado com motor 2.0 Direct Flex de 176 cv e nova transmissão automática de seis velocidades com conversor de torque.
Nissan apresenta Xmotion ConceptO carro conceito está sendo mostrado no Salão Internacional de Detroit - USA

Contando com a longa tradição da Nissan no segmento de SUVs e crossovers de ponta, a exemplo dos recém-lançados Nissan Kicks e Rogue Sport, o novo Nissan Xmotion concept é uma viagem exploratória ao mundo do design que têm sem fim em um revolucionário SUV compacto.

Revelado nesta edição 2018 do Salão do Automóvel de Detroit, o design do Xmotion concept apresenta fortes pinceladas de um SUV tradicional, como imponência, grandes proporções e para-lamas volumosos equipados com rodas e pneus prontos para qualquer tipo de terreno. Mas o nome Xmotion (pronuncia-se “cross motion”, em inglês) revela que o conceito é uma fusão entre a cultura e a arte tradicional japonesa, a praticidade ao estilo americano e a nova geração das tecnologias da Mobilidade Inteligente da Nissan.

"Com o Xmotion concept, apresentamos um estudo sobre como elementos aparentemente distintos podem adquirir força e potência ao serem combinados", comentou Alfonso Albaisa, vice-presidente mundial sênior de design global da Nissan. "O modelo é inspirado na estética e na arte japonesa, que vem sendo transmitida de geração para geração. Mas ele também consegue mostrar que foi feito para os motoristas de um futuro próximo, em que os crossovers serão autônomos e conectados".

A história por trás do conceito

Essencialmente os SUVs são uma invenção americana originalmente criados para levar as famílias aonde os sedãs comuns não chegam. Eles ainda têm, em grande medida, uma influência "ocidental" e um toque utilitário, que tende a ter uma aparência de uniformidade e carece de sofisticação.

Mas a equipe mundial de design da Nissan que criou o Xmotion concept queria dar uma nova pegada ao segmento, associando o legado e a estética japonesa à sua visão para a nova era do automóvel, que será impulsionada pelas tecnologias de condução autônoma.

O objetivo era permitir a coexistência de ideias e atributos contrastantes. O resultado é um veículo ao mesmo tempo discreto e dinâmico, reservado e emocional, sofisticado e robusto.

Com a missão de dar vida a este desafio, a equipe buscou inspiração no Japão, com seu senso estético, arquitetura, e tradições em termos de arte e paisagens – como o Monte Fuji emoldurado por um eletrizante cenário urbano, como a cidade de Tóquio.

Para entender melhor as tradicionais artes, técnicas, materiais e influências que poderiam ser integradas ao veículo, a equipe de design de cores e materiais conduziu pesquisas em museus de artes manuais e até passou um tempo com mestres carpinteiros e marceneiros especializados na construção de templos e santuários.

Exterior do Xmotion concept é robusto, mas sofisticado

Carros-conceito apresentam uma visão do futuro, um sonho em três dimensões. Abrindo uma janela para a nova geração de crossovers e SUVs da Nissan, o exterior do Xmotion concept projeta uma dimensionalidade ousada, que os designers chamaram de "força intencional".

Há uma impressão imediata que a carroceria protege tanto a cabine como seus ocupantes. A "camada exterior" do Xmotion concept é uma armadura que protege o coração e as bases do veículo, que ficam expostas nos para-choques dianteiros e traseiros e nas soleiras laterais, sinalizando sua robustez intrínseca.

"O exterior do Xmotion concept é extremamente dinâmico e bastante esculpido. Os para-lamas são imponentes, mas fluidos e emocionais e até graciosos", explicou Albaisa. "Há uma diferença entre o design deste SUV e dos modelos convencionais com influência ocidental. O design do Xmotion concept personifica um dinamismo silencioso e uma pureza que confere a ele uma presença única".

Um passo à frente na linguagem do design da Nissan

À primeira vista, o novo Xmotion concept imediatamente revela elementos de design característicos da Nissan, principalmente a grade frontal imponente, faróis em formato bumerangue e o painel.

Bastante elogiada quando originalmente lançada para dar destaque a terceira geração do crossover Nissan Murano, a grade V-motion foi retrabalhada e adaptada a praticamente todos os modelos atuais da Nissan, e agora está ainda melhor graças ao novo aspecto tridimensional.

Mas no Xmotion concept, a grade V-motion foi levada a um novo patamar. Ela ficou mais larga, mais profunda e mais imponente do que nunca, a ponto de ter inspirado o próprio nome do Xmotion concept, abrindo caminho para sua aplicação nos crossovers e SUVs de produção em série que surgirão na próxima década.

Além da imponência e do formato robusto, o design da nova grade apresenta barras horizontais inspiradas na arquitetura japonesa. O desenho se destaca pelo acabamento em treliça laminada em um tom escuro de carbono, cujo acabamento altamente brilhante dá um aspecto dramático à grade.

Os ângulos pronunciados também são encontrados nos faróis característicos em formato de bumerangue, cuja reinterpretação no Xmotion concept remete a espadas de aço. Os faróis integram todas as funções em um único conjunto – farol alto, farol baixo, luzes indicadoras de direção e lanterna. A intensidade e a cor da iluminação mudam conforme a função.

Já o design exclusivo do farol traseiro foi inspirado nos detalhes harmoniosos da arte japonesa no trabalho em madeira conhecida como kumiko. Na verdade, a projeção da luz é resultado de uma ilusão de ótica criada por meio de tecnologia holográfica.

As laterais da carroceria exibem detalhes em forma de U, que ao mesmo tempo conferem ao Xmotion concept uma presença altamente escultural e criam um fluxo visual contínuo e suave que vai dos para-lamas frontais aos traseiros. O conjunto é ao mesmo tempo instigante e profundo, com um movimento suave, sutil e discreto.

"A carroceria em forma de U tornou-se um grande desafio para que pudéssemos manter sua forma nas transições de uma superfície para a outra", explicou Albaisa. "Trabalhamos bastante a modelagem em argila para chegar a este resultado".

A simplicidade escultural do design do Xmotion concept contrasta com o desenho das rodas robustas e dos pneus para todo o tipo todo terreno. Assim como o restante do veículo, as rodas com design inspirado em ferramentas mecânicas e os pneus para todo tipo de terreno se apresentam como um único elemento, com a banda de rodagem fisicamente laminada sobre as rodas de liga de alumínio de 21 polegadas.

Esta montagem dá a impressão de que os pneus formam parte da roda, fazendo com que os aros cobertos de borracha pareçam mais largos do que realmente o são. Os pneus foram desenvolvidos em conjunto com a Michelin, com construção de esvaziamento limitado (run-flat).

Layout interno tipo "4+2"

Assim como no design externo, o ponto de partida para o interior impressionante do Xmotion concept foi a harmonia entre elementos tradicionais japoneses e toques tecnológicos que remetem a um estilo de vida futurista. Apesar de os designers terem empregado materiais, artes e técnicas de construção tradicionais, estes elementos foram aplicados para conferir uma estética moderna ao design.

Graças à grande distância entre eixos, já que as rodas e pneus foram posicionados nas extremidades da carroceria, o Xmotion concept permitiu a criação de um layout renovado para acomodar os passageiros, com configuração do tipo 4+2. Com três fileiras de bancos individuais posicionados lado a lado, o layout foi projetado para oferecer o espaço perfeito para acomodar um jovem casal, outro casal e duas crianças ou animais de estimação na terceira fileira.

"Queríamos que o SUV oferecesse alta funcionalidade para um uso no dia-a-dia, mas também para levar seus proprietários e amigos a um passeio em uma área de recreação ou a um parque, em um piscar de olhos", disse Albaisa.

Para acomodar a fileira de bancos adicional, o Xmotion concept inclui uma "caixa de teto" retrátil. O design é aerodinamicamente eficiente e flexível, o suficiente para transportar várias malas ou equipamentos de lazer.

Paisagem com ponte

O interior foi criado para remeter a uma paisagem japonesa. O assoalho representa um rio – com o console central fazendo as vezes de ponte, que conecta as áreas dedicadas aos passageiros na frente e atrás.

Parte central do design interno, o console foi produzido por meio da técnica tradicional de arquitetura japonesa conhecida como kanawa tsugi. Esta arte de carpintaria utilizada na construção de templos e santuários religiosos faz a união de elementos sem a utilização de um único prego ou cola, sendo reconhecida por sua durabilidade e resistência.

Da mesma forma, o design do painel de instrumentos é uma interpretação moderna da técnica tradicional de trabalho em madeira chamada de kigumi. A estrutura feita por meio desta técnica no painel e no console do Xmotion concept lembra uma estrutura óssea robusta, transmitindo a sensação de proteção e força que os passageiros desejam sentir dentro do veículo.

Foi dada uma atenção especial à granulação, textura e até ao aroma legítimo de madeira, para que o material transmitisse o aspecto e a sensação de que todo o painel de instrumentos e o console fossem feitos a partir de um único tronco de cedro japonês. Em uma medida para aumentar a eficiência dos recursos utilizados, o aspecto de madeira legítima foi obtido por meio do uso de madeira genuína, produzida a partir de uma única árvore selecionada em uma mata nas proximidades da Prefeitura de Yamagata, no norte do Japão.

Até mesmo o design dos apoios de cabeça dos bancos foi inspirado no trabalho em madeira kumiko. O item fornece suporte e também dá uma sensação de unidade do lado de dentro. A transparência do apoio de cabeça permite que os passageiros acomodados nos bancos traseiros desfrutem de um visual diferente em camadas, conforme o ângulo de visão. Tendo como inspiração o verniz japonês, a cor vermelha escarlate foi aplicada aos bancos de cabeça.

"Os bancos são como navios que flutuam suavemente com o fluxo da água. No assoalho, criamos um padrão que remete às ondas", comentou Albaisa. "Também incluímos uma paisagem camuflada na terceira fileira: quando a porta é aberta, uma imagem do Monte Fuji aparece de forma ao mesmo tempo singela e teatral".

No console, um item chamado de "comando de flutuação" detecta o movimento dos passageiros. Ele contém um sensor de movimento dentro da cabine e acompanha o movimento da mão dos passageiros para controlar o sistema de entretenimento, aquecimento, ventilação e ar-condicionado.

Passado e futuro em cores

Como em todos os outros aspectos, o uso da cor segue a mesma linha conceitual do Xmotion concept, tendo sido cuidadosamente estudada para transmitir tradição e modernidade. Duas cores foram escolhidas para o design externo.

Uma tonalidade específica da cor prata se assemelha ao estanho, um metal ao mesmo tempo sólido e maleável, tradicionalmente utilizado no Japão para itens refinados feitos à mão. Esta cor é exibida em várias formas e contornos da carroceria, e se harmoniza perfeitamente com as cores e materiais utilizados do lado de dentro do Xmotion concept. As rodas, por sua vez, têm uma textura martelada, sugerindo que o metal foi acabado à mão.

Elementos estruturais internos, como os para-choques dianteiro e traseiro, soleiras das portas e alargadores de para-lamas, são recobertos por carbono produzido no distrito têxtil de Nishijin, no Japão – que é conhecido por seus produtos têxteis tradicionais e refinados, utilizados na confecção de quimonos e tapeçarias –, proporcionando uma textura única e uma sensação de robustez. A ideia de tecer fibras de carbono por meio de padrões tradicionais japoneses é uma forma de prestar uma homenagem à tradição por meio do uso de um material moderno.

Além disso, o exterior do Xmotion concept foi realçado por toques na cor vermelho escarlate, representando energia e força.

A paleta interna inclui cores que representam o Japão – vermelho e branco –, bem como toques de preto para simbolizar a tecnologia moderna. As cores internas transitam gradualmente entre branco e cinza na frente – com alguns detalhes em preto exibidos nos itens tecnológicos –, além do vermelho na traseira.

A camurça estampada e em alto relevo foi amplamente utilizada em toda a área interna, conferindo serenidade e conforto, destacados pelos detalhes em fibra de carbono tecida segundo a técnica japonesa nishijin.

As cores internas foram inspiradas na noção de transições graduais (utsuroi, em japonês), onde a tradição do vermelho é matizada para o futuro avançado. O branco representa pureza, limpeza e simplicidade, enquanto que o vermelho escarlate confere brilho, força e energia ao espaço.

Interface gráfica do usuário mais humana

A Interface Homem-Máquina (HMI – Human Machine Interface) do Xmotion concept é tão simples como o próprio design do veículo. Por exemplo, a mudança do modo de condução ProPILOT para o modo manual – e vice-versa – pode ser feita por meio do PD Commander, localizado no console central e na chave da direção.

O Xmotion concept também inclui um total de 7 displays digitais. Além das três telas principais, displays localizados à esquerda e à direita se estendem pela largura do painel de instrumentos. Também foi instalado um "espelho digital de ambiente" no teto e um display no console central.

Os displays e o sistema de infotainment podem ser controlados por gestos e movimentos oculares. O sistema de controles intuitivos e por comando de voz permite que o condutor se concentre apenas na direção, oferecendo acesso a uma série de informações de forma inteligente, fácil e segura.

"Carpa flutuante" tem a função de assistente pessoal virtual

A autenticação digital é utilizada para dar a partida no Xmotion concept. Quando o motorista toca o dispositivo de autenticação digital na parte superior do console, inicia-se a sequência de abertura e a inicialização do assistente pessoal virtual, que assume a forma de uma carpa japonesa (koi).

A carpa dá um salto para a tela principal e, após se conectar ao smartphone do motorista, inicializa o sistema de navegação para reconhecer o destino e ativar outras informações úteis para o usuário, como previsão do tempo, dados sobre o veículo e músicas. O sistema de navegação também reconhece as "informações" detectadas no entorno do trajeto.

Por exemplo, no modo de condução autônoma, ao ultrapassar ou trocar de faixa de rodagem, o assistente pessoal virtual captura outras informações de "navegação" sobre pontos de interesse pelo trajeto. Assim, a carpa cumpre a função de um narrador que conecta o homem à máquina.

O Xmotion concept também utiliza um sistema de monitoramento por câmera em vez dos tradicionais espelhos retrovisores laterais, exibindo imagens e outras informações nas telas localizadas nas duas extremidades do painel. O sistema detecta e monitora outros veículos no entorno do Xmotion concept.

"Este veículo tem uma fantástica interface gráfica do usuário (GUI, em inglês), projetada para o lado humano de cada um de nós, apresentando um novo mundo espacial com precisão digital", disse Albaisa. "Esta interface coloca toda a tecnologia ao alcance dos usuários, tanto do condutor como dos passageiros, para facilitar a vida e tornar os trajetos mais empolgantes e agradáveis".

Xmotion concept – pronto para roubar a cena mundial

O Xmotion concept conecta as raízes japonesas da Nissan a seu rico legado de engenhosidade. É uma nova criação, mas presta uma homenagem ao espírito e às mentes de seus antepassados. Já o design e as tecnologias da Mobilidade Inteligente da Nissan apresentam soluções viáveis para o futuro.

"Para nós, a Nissan e o Xmotion concept celebram a vida diária, fazendo com que cada dia se transforme em um evento especial", disse Albaisa. "Esperamos que todos que venham nos visitar em nossos estandes em salões de automóvel em todo o mundo sintam a mesma coisa".


O novo Nissan Xmotion concept é uma viagem exploratória ao mundo do design
Ford apresenta novo motorO equipamento vai servir para a F-150

A Ford apresentou nos Estados Unidos o novo motor diesel V6 que vai equipar a linha 2018 da F-150, trazendo a maior potência e capacidade de carga da categoria e um padrão inédito de economia. Além de gerar mais de 250 cv de potência e 60 kgfm de torque, o avançado Power Stroke de 3.0 litros tem alta eficiência energética, com consumo estimado de 12,75 km/l.

O propulsor também garante ao modelo a maior capacidade de carga útil e reboque do segmento, de 916 kg e 5.170 kg, respectivamente, reforçando a liderança da picape que completou 41 anos como a mais vendida dos EUA. Com isso, a linha F-150 passa a oferecer seis opções de motores no mercado norte-americano.

Desenvolvido para os consumidores que transportam carga e reboque com frequência, o novo motor V6 3.0 usa a mesma tecnologia do motor de 6.7 litros que equipa a linha de picapes Série F Super Duty para serviço pesado. Ele atinge o torque máximo a apenas 1.750 rpm e tem uma entrega contínua de força em todas as faixas de rotação, ideal para transportar cargas pesadas em longas distâncias.

O novo diesel V6 tem bloco de ferro grafite compactado, turbo de geometria variável de alta eficiência e sistema de injeção de combustível de alta pressão (29.000 libras por polegada quadrada) para operar de forma suave, silenciosa e com baixas emissões.

A carroceria de liga de alumínio de alta resistência, de nível militar, introduzida em 2015, é uma das inovações que garantem o nível inédito de eficiência da F-150. Essa construção revolucionária reduz em mais de 300 kg o peso do veículo, abrindo espaço para a instalação de novos equipamentos e ampliação da capacidade de carga.

Outra novidade do motor V6 3.0 é a substituição da ventoinha elétrica de arrefecimento do motor por um sistema mecânico de embreagem viscosa que garante o seu desempenho mesmo em condições extremas, junto com um sistema ativo de abertura e fechamento da grade do radiador.

“Sabemos que os motores a diesel concorrentes com ventoinha elétrica perdem potência em calor e altitude extremos. Por isso, optamos por um ventilador mecânico viscoso, capaz de circular muito mais ar através do radiador e do intercooler nessas condições”, explica David Ives, especialista técnico de motores diesel da Ford.

Em condições moderadas de direção e reboque, a ventoinha é desacoplada e as aletas do radiador são fechadas para melhorar a eficiência aerodinâmica. O novo propulsor vem com uma transmissão automática SelectShift de 10 velocidades especialmente calibrada para otimizar a sua curva de torque. A picape traz também sistema Auto Start-Stop de série para reduzir o consumo de combustível.


Toyota revela robô humanoide de terceira geraçãoO Robô possui operação remota segura em virtude de novos e avançados módulos de comandos

A Toyota Motor Corporation relevou hoje o T-HR3, seu robô humanoide de terceira geração. A mais recente plataforma de robótica da Toyota, projetada e desenvolvida pela Partner Robot Division, explorará novas tecnologias para gerenciar com segurança as interações físicas entre robôs e seus arredores, assim como um novo sistema remoto de manobras que espelha os movimentos do usuário no robô.

O T-HR3 reflete a ampla pesquisa da Toyota sobre como as tecnologias avançadas podem ajudar a atender as necessidades de mobilidade únicas de cada pessoa. O T-HR3 representa uma evolução dos robôs humanoides da geração anterior que tocavam instrumentos - criados para testar o posicionamento preciso de articulações e movimentos pré-programados - para uma plataforma com recursos capazes de auxiliar com segurança seres humanos em uma variedade de configurações, como em casa, instalações médicas, locais de construção, áreas atingidas por desastres e até mesmo no espaço.

“Os membros da equipe Partner Robot estão empenhados em usar a tecnologia no T-HR3 para desenvolver robôs amigáveis e úteis que coexistam com os humanos e os ajudem na vida cotidiana. Olhando para o futuro, as principais tecnologias desenvolvidas para esta plataforma ajudarão a informar e avançar o desenvolvimento futuro de robôs para proporcionar uma mobilidade cada vez maior para todos”, disse Akifumi Tamaoki, gerente geral da Partner Robot Division.

O T-HR3 é controlado a partir de um Sistema Mestre de Controle que permite que todo o corpo do robô seja operado instintivamente com controles úteis capazes de mapear movimentos das mãos, dos braços e dos pés para o robô e um visor com display acoplado na cabeça que permite ao usuário enxergar a partir da perspectiva do robô. Os braços mestres do sistema dão ao operador uma amplitude de movimento total das articulações correspondentes do robô e os pés permitem que o operador caminhe parado na cadeira para mover o robô para a frente ou lateralmente. A Tecnologia de Prevenção de Auto interferência integrada no T-HR3 opera automaticamente para garantir que o robô e o usuário não perturbem os movimentos um do outro.

Os sistemas de Bordo e o Mestre de Controle do T-HR3, motores, engrenagens de redução e sensores de torque (denominados coletivamente módulos de servo torque) estão conectados a cada articulação. Esses módulos comunicam os movimentos do operador diretamente às 29 partes do corpo do T-HR3 e aos 16 sistemas de controle do Sistema Mestre de Controle para uma experiência de usuário sincronizada e simples. O Módulo de Servo Torque foi desenvolvido em colaboração com a Tamagawa Seiki Co., Ltd. e a NIDEC COPAL ELECTRONICS CORP. Esta tecnologia aprimora a pesquisa da Toyota em robótica segura, medindo a for&cc edil;a exercida por e sobre o T-HR3 à medida que ele interage com seu ambiente, depois transmitindo essa informação ao operador usando o feedback de força.

O Módulo de Servo Torque é o responsável pelos recursos principais do T-HR3: Controle flexível das articulações, para controlar a força de contato que o robô faz com indivíduos ou objetos em seu ambiente circundante; Coordenação de Corpo Inteiro e Controle de Equilíbrio, para manter o equilíbrio do robô caso ele colida com objetos em seu ambiente; e a Manobra Remota Real, para dar aos usuários um controle intuitivo sobre o robô. Essas funções possuem amplas implicações para a pesquisa e o desenvolvimento futuros em robótica, especialmente para robôs que operam em ambientes onde eles devem interagir de forma segura e precisa com seus arredores.

Para baixar vídeos que demonstram o funcionamento do robô T-HR3, acesse http://newsroom.toyota.co.jp/en/detail/mail/19666346


Robô humanoide T-HR3 de terceira geração da Toyota possui operação remota segura devido a novos e avançados módulos de comandos
BMW lança roadster hibridoTanto o BMW i8 Coupé quanto o i8 Roadster são equipados com a tecnologia BMW eDrive, que agrega um motor elétrico

O BMW i8, o esportivo híbrido plug-in de maior sucesso no mundo, acaba de ganhar uma versão roadster, conversível, que será apresentada oficialmente no mês que vem, durante o Salão do Automóvel de Los Angeles, nos Estados Unidos, e seu lançamento global confirmado para maio de 2018.

Tanto o BMW i8 Coupé quanto o i8 Roadster são equipados com a tecnologia BMW eDrive, que agrega um motor elétrico capaz de entregar o equivalente a 143 cv de potência e 250 Nm de torque, e funciona de forma sincronizada a um motor a combustão, de três cilindros, de 1.499 cm³, movido a gasolina, e dotado de tecnologia BMW TwinPower Turbo, apto a gerar 231 cv e 320 Nm. O motor elétrico é responsável por impulsionar as rodas dianteiras, enquanto o outro motor movimenta as rodas traseiras.

A velocidade máxima é de 250 km/h. Já a aceleração de 0 a 100 km/h da nova variante é feita em 4,6 segundos – 0,2 s a mais que o Coupé. Assim como o i8 primogênito, a versão conversível traz portas estilo asa de gaivota, faróis de LED, design aerodinâmico e novos bancos esportivos. O teto retrátil pode ser estendido ou recolhido em 15 s, a velocidades menores que 50 km/h. Entre os itens opcionais destacam-se revestimentos internos de fibra de carbono e cerâmica, head-up display, com luz indicadora para troca de marchas (shift-light), e rodas de 20 polegadas.


O BMW i8, o esportivo híbrido plug-in de maior sucesso no mundo, acaba de ganhar uma versão roadster, conversível, que foi apresentada oficialmente durante o Salão do Automóvel de Los Angeles
L´Auto Preferita revela ganhadoresO prêmio, encabeçado pelo conceituado jornalista Cláudio Carsughi, elegeu os melhores do anos.

A Premiação Carsughi L’Auto Preferita chegou à sua 3ª edição neste de 2017 como uma realidade na área automotiva brasileira. Com a presença de vários executivos e profissionais de imprensa da maioria das montadoras de automóveis instaladas no Brasil, foi realizada na noite desta terça-feira, dia 21 de novembro, no restaurante Don Pepe di Napoli Quality Suites Vila Olimpia, em São Paulo (SP), a cerimônia de anúncio e entrega da premiação da 3ª edição (2017) da Premiação Carsughi L’Auto Preferita.
A Premiação Carsughi L’Auto Preferita é uma homenagem “in vita” ao experiente e consagrado jornalista Claudio Carsughi sendo assim a única láurea do setor automobilístico que leva o nome de um jornalista. A ideia da premiação é de sua filha Claudia Carsughi, que é também coordenadora da premiação ao lado do jornalista Joka Finardi, e que explica o porquê. “Esta é uma homenagem ao meu pai que completa em 2018 os seus 70 anos de carreira de jornalismo ligado a área de automóveis. O evento foi um sucesso contando com a presença dos jurados (os de fora de São Paulo foram trazidos pela Ford) e dos representantes de praticamente todas as montadoras instaladas no País e convidados da imprensa especializada, o que é a clara demonstração que o segmento aprovou a nossa iniciativa” .
Nesta edição, 25 montadoras participaram encaminhando seus modelos, distribuídos em 13 categorias, dentre elas uma novidade: a categoria “Conectividade”, que entra no lugar de “Projetos Sócios Ambientais”, premiando a marca que mais se destacou pela conectividade em seus carros. A explicação pela troca é simples: não houve nenhuma novidade criação de novos projetos.

foto: Pedro Danthas
Os jurados que votaram são os 21 jornalistas experientes e de maior representatividade na área de automóveis de todo o Brasil. Votaram na edição 2017 da Premiação Carsughi L’Auto Preferita os seguintes profissionais da imprensa automotiva: Bob Sharp (Autoentusiastas); Edson Ragassi (revistas Carro e O Mecânico); Emilio Camanzi (De Carro com Camanzi); Fabio Trindade (Motor 1); Fernando Siqueira; Jorge Moraes (Auto Motor Vrum); Josias Silveira (Autoentusiastas); Leonardo Félix (UOL Carros); Luis Otavio Pires (Acelera Aí); Norton Luiz Ferreira (Diário da Manhã) Paulo Cruz (Auto News); Ricardo Moriah (Noticias Automotivas); Roberto Nasser (De Carro por Aí); Sérgio Dias (Alpha POAutos); Sérgio Quintanilha (revista Motorshow); Wanderley Faria (O Popular ); Vagner Aquino (Diário do Grande ABC); Vicente Alessi (Autodata); Claudia Carsughi (Site do Carsughi); Claudio Carsughi (Site do Carsughi); Joka Finardi (Super Top Motor).
A edição 2017 teve o patrocínio da FCA, Ford, Mercedes-Benz, Renault, Toyota e apoio da Audi, Casa Valduga, Citroën, HPerini Marketing e Eventos e JAC.
Os vencedores da edição 2017 da Premiação Carsughi L’Auto Preferita foram os seguintes:
· Carro de Passeio 1.0: Renault Kwid
· Carro de Passeio 1.1 a 1.6: Fiat Argo 1.3
· Carro de Passeio 1.7 a 2.0: Toyota Corolla
· Carro de Passeio acima de 2.1: Jaguar F-Type
· SUV Pequeno: Ford Ecosport
· SUV Médio: Peugeot 3008
· SUV Grande: Land Rover Discovery
· Picape média: Fiat Toro
· Picape Grande: Nissan Frontier
· Carro Premium/Luxo: Audi A5
· Carro Híbrido/Elétrico: Toyota Prius
· Conectividade: Ford
· Marca com maior destaque em 2017: Renault


Os ganhadores da eleição do site de Carsughi - Fotos Pedro Dhantas
Virtus: a nova aposta da VolksO sedan está sendo produzido na plataforma MQB que já colocou o Polo no mercado

A Volkswagen apresenta o Virtus, um carro global, inédito e que chega com novas interpretações em estilo, inovação, alta performance e segurança. Primeiro sedã construído sobre a Estratégia Modular MQB no País, o modelo chega ao mercado brasileiro em janeiro de 2018 com novas referências de design, aproveitamento de espaço e conforto na categoria de sedãs premium. Além disso, o modelo será o primeiro automóvel na América Latina a usar inteligência artificial para ajudar motoristas no dia a dia.

“Estamos avançando rapidamente em nossa ofensiva de produtos, com a revelação do sedã Virtus apenas 60 dias após o lançamento do Novo Polo. É mais um passo para conquistar uma posição relevante na região América Latina. O Virtus já nasce com o selo da inovação: é pioneiro no uso de inteligência artificial, para ajudar o proprietário a conhecer e aproveitar melhor o Virtus no uso diário”, afirma Pablo Di Si, Presidente e CEO da Volkswagen região América do Sul e Brasil.

O Virtus conta com níveis de acabamento que seguem os mais rigorosos padrões de qualidade dos sedãs da Volkswagen no mundo. Ele contará com opções de motor e de transmissão que serão oferecidas de acordo com as particularidades de cada mercado. No Brasil, o grande destaque para o Virtus será o conjunto mecânico do motor TSI de até 128 cv e transmissão automática de seis velocidades.

 

Design forte em todos os ângulos

 

O Virtus traz a linguagem visual exclusiva, desenvolvida com base em pesquisas com clientes e focada na regionalização dos produtos Volkswagen. Tem personalidade própria – seguindo a forma e a função de um sedã – e apresenta estilo inédito. O resultado é um design dinâmico, com linhas rápidas – especialmente na coluna “C” (após as portas traseiras) e conectadas, dando ao sedã uma silhueta bem alongada, graças à flexibilidade da Estratégia Modular MQB.

Frente. O destaque da parte dianteira é o vinco que margeia a entrada de ar e corta o espaço entre o conjunto ótico principal e os faróis de neblina. No Virtus, as grandes superfícies dos faróis de neblina e indicadores de direção chamam a atenção na lateral do carro. Elas terminam em ângulos com contornos tridimensionais. Entre elas ficam duas entradas de ar: uma em forma de “V” no meio e uma segunda entrada estreita que se estende por toda a largura. O resultado é que o Virtus tem visualmente uma “boca” bem ampla graças ao contorno da grade inferior do para-choque.

Lateral. O Virtus adota a linha dupla em forma de flecha na lateral. Da coluna “B” (aquela entre as portas) para trás, o modelo traz traços ainda mais alongados e fluídos. Com 4,48 metros de comprimento, o Virtus é um dos maiores entre os seus concorrentes diretos. Como base de comparação, ele é 42,5 centímetros mais comprido do que o Novo Polo, também desenvolvido sobre a Estratégia Modular MQB. Isso muda completamente a perspectiva do lateral do veículo.

Traseira com lanternas duplas e identidade visual marcante. O Virtus traz grandes lanternas. Elas conectam os para-lamas com a tampa do porta-malas e têm um ângulo reverso, semelhante às do Jetta. Outro destaque é o defletor na região superior da tampa, evidenciando o visual esportivo. A placa fica bem ao centro da tampa do porta-malas, entre as lanternas, criando um layout harmonioso. O para-choque conta com um uma moldura na parte inferior, que atravessa toda a traseira.

 

Amplo interior e excelente aproveitamento de espaço

 

Referência no segmento, a distância entre-eixos no Virtus é de 2,65 metros (exatamente a mesma do Jetta atual), isto é: 8,5 cm a mais do que a do Novo Polo (que já tem uma das cabines mais amplas do segmento). Com isso, o Virtus estabelece uma nova referência em conforto e aproveitamento de espaço em sua categoria. Mais um benefício da flexibilidade da Estratégia Modular MQB. A altura do Virtus é de 1.468 milímetros (4 mm a mais do que a do Novo Polo) e a largura é a mesma: 1.751 mm.

Com dimensões suficientes para acomodar três adultos no banco de trás com conforto digno dos melhores sedãs médios, o Virtus tem acesso a bordo facilitado pelo amplo ângulo de abertura das portas traseiras, que são maiores em relação às do Novo Polo.

Mais do que capacidade para acomodar cinco adultos, o sedã Volkswagen pode transportar grandes objetos. Não era para menos: são 521 litros de capacidade no porta-malas, um dos maiores da categoria e suficiente para guardar uma grande quantidade de malas.

 

Painel com foco na tecnologia e conectividade

 

O foco do desenvolvimento da cabine foi no contínuo crescimento da digitalização dos mostradores, assim como a conectividade. Com orientação horizontal, o painel promove a interação entre o painel totalmente digital Active Info Display e os sistemas de infotainment.

Com isso, o Virtus traz a segunda geração do Active Info Display (recurso inédito nessa categoria), sistema Discover Media com tela sensível ao toque de 8 polegadas e aparência de smartphone, além de três entradas USB, entre outros itens. O Discover Media permite o espelhamento de smartphones por meio das plataformas Mirrorlink, Apple CarPlay e Android Auto. No Active Info Display, os instrumentos são implementados virtualmente via software. Informações de navegação podem ser mostradas em 2D ou 3D, em uma tela de 10,25 polegadas, do tamanho de um tablet, com gráficos extremamente precisos e de alta qualidade.

 

Dirigibilidade exemplar e excelente desempenho

 

O acerto da suspensão do Virtus colabora para a excelente dirigibilidade e conforto em condições de rodagem nas ruas e estradas da América Latina. Dependendo do mercado, o Virtus poderá ser equipado com o motor 200 TSI e transmissão automática de 6 marchas. Essa transmissão oferece a opção de trocas manuais sequenciais Tiptronic, operada por meio da alavanca de câmbio ou pelas aletas (“shift paddles”) no volante.

A potência máxima desse motor é de 128 cv (94 kW) com etanol e 115 cv (85 kW) com gasolina a 5.500 rpm, com torque máximo de 200 Nm (20,4 kgfm), com gasolina ou etanol, de 2.000 a 3.500 rpm. Equipado com esse motor, o Virtus acelera de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos e atinge velocidade máxima de 194 km/h (dados com etanol).

 

 

Referência em segurança

 

Com a Estratégia Modular MQB, a Volkswagen consegue reduzir o peso total do veículo ao mesmo tempo em que constrói o Virtus de maneira que ele seja um dos modelos mais seguros de seu segmento. A maior parte da estrutura da carroceria do Virtus é formada por aços especiais, de alta e ultra-alta resistência, com partes conformadas a quente.

Quando equipado com o motor 200 TSI, o Virtus é equipado de série com ESC – Controle Eletrônico de Estabilidade. Esse sistema reconhece um estágio inicial de que uma situação de rodagem crítica essa para acontecer. Compara os comandos do motorista com as reações do veículo a esse comando. Se necessário, o sistema reduz o torque do motor e freia uma ou várias rodas até atingir a condição de estabilidade.

 

O ESC engloba vários outros recursos eletrônicos de assistência: HHC (Hill Hold Control) ou controle de assistência de partida em rampa, HBA (Hydraulic Brake Assist system) ou BAS, XDS+ ou bloqueio eletrônico do diferencial, BSW (Bremsscheibewischer – Limpeza Automática dos Discos de Freio), RKA+ (Monitoramento da pressão dos pneus), entre outros.


Uma nova plataforma com objetivos diferentes mas proporcionando conforto e espaço
Ford testa novo aplicativoO novo aplicativo para o Sync 3 vai permitir buscar farmácias e comparar preços de remédios

A Ford iniciou o lançamento de um aplicativo que pode ser acessado pela central multimídia SYNC 3 de seus veículos para localizar farmácias e comparar preços de medicamentos, o Qual Farmácia. Desenvolvido pela startup de mesmo nome, de Brasília, o app está disponível inicialmente apenas no Distrito Federal, devendo depois ser oferecido também em outras regiões do País.

Considerado um dos mais avançados da indústria, o sistema SYNC 3 da Ford conta com tela capacitiva, um sistema aprimorado de reconhecimento de voz e sistema AppLink para acesso a aplicativos de smartphones. Além de equipar toda a linha EcoSport e Fusion, é oferecido em versões do New Fiesta, Focus e Ranger.

A ideia de criar o app Qual Farmácia surgiu quando um dos três sócios da startup, Lucas Silva, saiu de um atendimento médico com muita dor, sem ter ideia de onde comprar o remédio que precisava. “Naquele momento, pensei que alguém poderia facilitar a minha vida”, conta.

Além de medicamentos, o aplicativo serve para a busca de itens de higiene pessoal. Quando um pedido é feito, o produto fica reservado para o cliente retirar na loja ou solicitar a sua entrega. Se ele preferir ir à farmácia, o sistema indica automaticamente no navegador a rota até o local.

A plataforma também permite oferecer descontos ao consumidor. “As drogarias travam uma grande disputa de preço, com diferenças que chegam a 500%. Queremos melhorar a experiência do usuário no momento em que ele mais precisa desses produtos”, diz Silva.

Parceria na Campus Party

A parceria entre a Ford e o Qual Farmácia surgiu na Campus Party Brasília, realizada em junho deste ano. Durante três dias, desenvolvedores dos dois times trabalharam juntos para que o aplicativo pudesse ficar pronto e rodar no SYNC 3 antes do final do evento.

A versão do Qual Farmácia compatível com a central multimídia da Ford está disponível para download nas lojas Apple App Store e Google Play. O aplicativo já conta com 30 mil usuários e 160 estabelecimentos cadastrados na região do Distrito Federal e o próximo passo da sua expansão será o lançamento em São Paulo.

“Há cinco anos participamos da Campus Party para identificar possíveis parceiros e soluções que tragam mais conveniência aos usuários dos nossos veículos”, explica Bruna Guarda, supervisora de carros e serviços conectados da Ford América do Sul. “Queremos estimular o empreendedorismo e a inovação e o resultado dessa estratégia tem sido sempre muito positivo dentro do maior evento de tecnologia do País.”

Aplicativos

A central multimídia SYNC 3 conta hoje com 19 aplicativos compatíveis, que podem ser acessados no carro por meio da interface AppLink com smartphones. A principal vantagem do sistema é a segurança, evitando que o motorista precise tirar a atenção da pista e as mãos do volante para se manter conectado. Os apps disponíveis são:

·         Glympse, de compartilhamento de localização;

·         Aupeo!, de rádios on-line de todo o mundo;

·         Spotify, de busca de músicas, playlists e discografias;

·         Let´s Park e Onde Parar, de localização de estacionamento;

·         Filho Sem Fila, que facilita a busca de filhos na saída das escolas informando quando os pais estão próximos;

·         Sem Parar, para busca de estacionamentos credenciados, lojas próximas para aquisição do TAG e postos de combustível que permitem pagamento com o TAG;

·         UOL Notícias e Guia UOL para encontrar as melhores opções de bares, restaurantes e cinemas;

·         Bradesco Checkin, com promoções para compras feitas no cartão de crédito;

·         Banco24Horas, mostra os caixas eletrônicos mais próximos e traça uma rota até o local;

·         Rádios 89 FM, Alpha FM e Transamérica Light FM;

·         Rádio Mix, aplicativo de streaming de áudio para o sistema iOS;

·         Touch Pizza, para pedido de pizzas on-line;

·         Gear Auto Link, para interação com relógios inteligentes Samsung; e

·         Palco MP3, com mais de 1 milhão de músicas de bandas e artistas independentes do Brasil.


A versão do Qual Farmácia compatível com a central multimídia da Ford está disponível para download nas lojas Apple App Store e Google Play.
Tecnologia no combate ao roubo de cargaNova tecnologia promete revolucionar o combate ao roubo de cargas no Brasil

Inédito sistema de bloqueio inteligente e sem fio já salvou, somente nos últimos 90 dias, 6 cargas de e-commerce avaliadas em mais de R$5 milhões de reais.  A eficácia da inovação está relacionada ao fator surpresa e dificuldade extrema de desativação do bloqueio, aliado à simplicidade da solução

 Com o princípio técnico de “roubar o tempo do bandido”, a T4S Tecnologia, empresa focada em desenvolver soluções inovadoras para proteção de cargas e veículos, lançou o Bloqueador T4S. A solução patenteada integrou tecnologias conhecidas, como GPRS e Rádio Frequência de maneira inovadora e inédita, destacando-se pela ação surpreendente dos atuadores de bloqueio inteligentes e sem fio, sendo um verdadeiro “quebra-cabeças” para os meliantes.

O fator tempo é chave de sucesso para as quadrilhas, uma vez que precisam se evadir do local do crime em poucos minutos e em poder do veículo. O Bloqueador T4S toma-lhes esse tempo, diante das dificuldades impostas na tentativa de desativá-lo.  Além de seu propósito principal de bloquear o veículo de forma eficaz, sem permitir sua desativação, a solução possui um módulo rastreador próprio com todas as funcionalidades de um sistema secundário de rastreamento ou redundância.

O bloqueador T4S imobiliza o veículo automaticamente em dois tipos de ações criminosas típicas, sendo a primeira quando acontece a tentativa de roubo com utilização do jammer, também conhecido popularmente por “capetinha” ou “chupa-cabra” (aparelho que neutraliza o sinal de GPS/GPRS dos rastreadores). O T4S reconhece sua presença e os atuadores de bloqueio entram em ação, fazendo o veículo parar em curto espaço de tempo e de maneira segura. Já a segunda situação de bloqueio automático, ou seja, que independe de ação humana para acontecer, é aquela em que a quadrilha tenta violar os sistemas de rastreamento.

Nas demais situações de risco, como paradas ou desvios de rota não programados, as Centrais de Monitoramento poderão enviar comandos de bloqueio remotamente. Os benefícios do T4S não param por aí. A solução tem alta durabilidade e permite reinstalação, algo muito propício para frotas de agregados e caminhoneiros autônomos.

Testes reais com grandes embarcadores e transportadores do mercado nacional demonstraram que a ocultação e ação inteligente dos componentes impediram a desativação do bloqueio em tempo hábil para os bandidos.

Na prática, os primeiros clientes T4S que utilizaram a solução, apostando em sua lógica e resultados potenciais, sofreram seis tentativas de roubo e, em todas elas, carga e caminhão foram salvos e encontrados intactos na via pública, muito próximos dos locais das abordagens criminosas. Graças ao fator surpresa provocado pelo bloqueio, as quadrilhas se evadiram em poucos minutos.

“Para esses clientes que nos prestigiaram desde cedo, o retorno do investimento na prevenção foi imediato e centenas de vezes superiores aos valores investidos. Eles ainda continuarão a usufruir dessa eficácia pelos próximos anos, preservando seu patrimônio (caminhão) e permanecendo com suas apólices de seguro de carga saudáveis, além de fortalecer a imagem de transportador eficiente junto a seus embarcadores”, explica Luiz Henrrique Nascimento, diretor da T4S Tecnologia.

Logo após a instalação das primeiras unidades, o T4S obteve um dos seus primeiros salvamentos de carga, às margens da rodovia Presidente Dutra, em Guarulhos (SP). “Estávamos transportando uma carga bastante valiosa e sofremos uma abordagem de uma quadrilha que utilizou um jammer. A solução T4S detectou a frequência desse equipamento e o veículo foi bloqueado em minutos. Quando chegamos ao local, não havia nenhum sinal da quadrilha e o baú do caminhão estava intacto. Notamos que houve tentativa de encontrar um ponto de bloqueio usual e conhecido e diante da impossibilidade de desbloquear rapidamente, eles se evadiram”, conta Ronaldo Silveira, Sócio-Presidente da OnTime Log.

O roubo de cargas no Brasil - Segundo a Associação Nacional de Transporte Rodoviário de Cargas e Logística (NTC&Logística), em 2016 foram registrados 24.563 casos de roubo de cargas no Brasil, totalizando um prejuízo de R$ 1,360 bilhões, o que representa um aumento de 27,5% e 21,4% com relação à 2015, respectivamente. Os estados do Rio de Janeiro e São Paulo, juntos, somam 80,66% das ocorrências.

Na terceira posição em números de ocorrência aparece o Nordeste (5,58%), seguido pelo Sul (5,54%), Centro-Oeste (3,24%) e Norte (0,96%). As cargas mais visadas são produtos alimentícios, cigarros, combustíveis, eletrônicos, produtos farmacêuticos, bebidas, têxteis e confecções, autopeças e produtos químicos.


Mais um dos seis salvamentos de carga proporcionado pelo Bloqueador T4S, em Guarulhos (SP)
Lexus apresenta conceito em TóquioO Carro está exposto no Salão do Automóvel japonês

A Lexus apresentou hoje seu novo conceito premium equipado com tecnologia de condução automatizada, oLS + Concept, que estará em exposição durante a 45ª edição do Salão Internacional do Automóvel de Tóquio, que acontece de 25 de outubro a 5 de novembro, no pavilhão Tokyo Big Sight, na capital do Japão. 

Durante a coletiva de imprensa, realizada na manhã do dia 25, em horário local de Tóquio, Yoshihiro Sawa, presidente da Lexus Internacional, reforçou o compromisso da marca na busca pela superação das expectativas dos clientes desde o lançamento da primeira geração do LS, o carro que redefiniu o conceito de veículos de luxo na época, em 1989.

O executivo afirmou que a Lexus sempre assumirá novos desafios para antecipar o futuro por meio do compromisso de fornecer novas experiências surpreendentes, como simboliza o novo slogan "Experience Amazing", anunciado no início deste ano.

Condução automatizada

Com o objetivo de contribuir para a conquista de um mundo livre de acidentes de trânsito, a Lexus vem implantando ativamente tecnologias avançadas com base em seu conceito integrado de gerenciamento de segurança, que tem o objetivo proporcionar um nível de suporte mais avançado aos condutores em todas as situações de condução.

E para que todas as pessoas possam desfrutar de uma mobilidade segura, suave e eficiente, a Lexus vem desenvolvendo tecnologias automáticas de condução. O objetivo da marca é aplicar tecnologias "Urban Teammate" para a condução automática em estradas regulares ainda na primeira metade da década de 2020.

LS + Concept

O conceito LS + indica a imagem futura do emblemático sedã LS. O modelo será equipado com a tecnologia "Team Highway" de condução automática que será viabilizada em vias rápidas em 2020.

Com o uso dessa tecnologia de direção automatizada, ao entrar em uma via expressa, o carro faz propostas sobre comportamento, ultrapassagens de veículos e mudança de pistas. O motorista pode aprovar tais propostas, permitindo o transporte seguro e confortável ao destino.

Um sistema de atualização de software que conecta o carro a uma central de Big Data será adotado. Tais atualizações possibilitarão a introdução de novas funcionalidades ou de melhorias nas existentes, permitindo a expansão gradual para um serviço ainda melhor, além do uso aprimorado de Inteligência Artificial.

Design

Como veículo conceitual que sugere a aparência futura do sedã LS, o LS + Concept possui uma expressão digna e emblemática, e indica a direção do projeto da próxima geração Lexus com base na filosofia de design Lexus L-finesse.

 

Além da ousada evolução na grade tipo Spindle, que contribui para melhor refrigeração e desempenho aerodinâmico, a visão única da Lexus é expressa no conceito LS + por faróis parcialmente iluminados a laser e lâmpadas combinadas traseiras, bem como espelhos laterais eletrônicos.


O veículos ganha contornos e equipamentos futuristas
Sistema diminui transporte em usina de canaUm software de gestão agrícola consegue reduzir custos com transportes

Com a implantação de sistemas de gestão agrícola da GAtec, a Usina Pitangueiras conseguiu reduzir sua frota em 39 caminhões para transporte de cana nos últimos dois anos, em 25% o tempo de abastecimento desses veículos e em 15% o custo da mão de obra com motoristas. Na mesma área de 29 mil hectares, ampliou em 10% a produção de cana, chegando a 2,4 milhões de toneladas.

Localizada no município de Pitangueiras, interior de São Paulo, a usina produz 61.500 metros cúbicos de etanol, mais de 4,5 milhões de sacas de açúcar (50 kg) e gera um total de 92.000 MWh/ano em energia. Mesmo com esse porte, havia problemas na logística da usina. “Todo despacho dos caminhões canavieiros era realizado com base em solicitações via rádio, vindas das frentes de colheita, que não levavam em consideração os tempos corretos dos ciclos. Era comum haver fila de caminhões nas frentes e na entrada da usina. Esse cenário demandava um elevado número de caminhões e baixo número de viagens ao longo dos três turnos”, explica o gestor de projetos da Pitangueiras, Jefferson dos Santos.

Após conhecer os resultados das Usinas Nardini e Ferrari, que utilizam sistemas de gerenciamento agrícola, automotivo, industrial, de planejamento e custos da GAtec, a equipe da Pitangueiras decidiu seguir o mesmo caminho. “Também levamos em consideração o atendimento que tínhamos na implantação das soluções GAtec na indústria, ou seja, para programarmos outros módulos, observamos os bons resultados obtidos nos anteriores”, diz o gestor de projetos.

A usina utilizava sistemas de manutenção industrial, gestão de processos industriais e, de maneira superficial, a logística de transporte. “Mas havia dificuldades para controlar a gestão automotiva e a gestão agrícola, além de todo o planejamento e custos da usina”, explica o sócio e diretor de projetos da GAtec, Alexandre Maniero.

Para implantar as novas soluções, foi estruturada uma equipe com 38 usuários, 24 lideranças, 1 gestor de projetos, 2 diretores e diversos especialistas internos. Três pilares sustentaram os trabalhos: processos, pessoas e sistemas. “Mapeamos os processos, conduzimos a gestão da mudança e implantamos os módulos de acordo com as prioridades estabelecidas pela equipe, acompanhada de perto pela GAtec”, complementa Jefferson dos Santos.

E os resultados apareceram. Entre 2015 e 2016, o número de caminhões canavieiros da usina caiu 30% e, de 2016 para 2017, mais 23%. Com a gestão dos abastecimentos de combustível, o tempo de abastecimento caiu 25%, tirando do motorista a decisão de interromper o trabalho para abastecer. Agora, isso ocorre somente após liberação do sistema. “Um caminhão carregado com mais de 100 toneladas de cana e tanque de 600 litros de combustível demora entre 30 e 40 minutos para abastecer. A partir das mudanças, a usina registrou mais agilidade no processo, além de redução nas filas para carregar a cana e entrar na indústria”, esclarece o diretor da GAtec.

A principal mudança foi o nível de confiança nos relatórios emitidos pelo sistema. “Migramos da não utilização, no passado, para uma realidade onde todas as informações são inseridas e geridas através das soluções GAtec. Nossas reuniões semanais das áreas agrícola, de indústria e manutenção automotiva são feitas com base nas informações do sistema. Cada liderança assume a navegação nos módulos e demonstra relatórios, pesquisas e consultas das diversas informações para análise e tomada de decisões, inclusive para elaboração dos planos de ação para atividades com baixo rendimento. A diretoria acompanha diariamente, através da tela de logística, os tempos dos caminhões e equipamentos canavieiros, o que propicia o acompanhamento em tempo real dos processos”, conclui o gestor de projetos da Pitangueiras.


Vista aérea de estrutura da Usina Pitombeiras (Foto: Divulgação)
Caminhão semiautomático da FordEste será um dos destaques da montadora na Fenatran que começa segunda feira em São Paulo

O Cargo Connect, caminhão com configuração 8×2 e tecnologias semiautônomas, será um dos destaques da Ford na 17ª Fenatran, que começa na próxima segunda-feira, 16, em São Paulo. A montadora terá um estande de 2.200 metros com muitas novidades para frotistas, caminhoneiros e o público em geral.

O Cargo Connect é um caminhão equipado com tecnologias de sensores, câmera, radar e outros recursos que trazem um novo nível de produtividade, controle, segurança e conectividade para o motorista e o gerenciamento da frota. Montado sobre um protótipo Cargo 2429 8×2, o primeiro da marca com essa configuração de tração, ele traz uma série de recursos semiautônomos com grande potencial de aplicação em veículos comerciais.

Na área de segurança, o Cargo Connect traz inovações como sistema autônomo de frenagem, alerta de ponto cego, assistente de permanência em faixa, piloto automático adaptativo, alerta de fadiga e monitoramento de 360 graus do caminhão com câmeras conectadas a uma central de operações.

As suas tecnologias incluem gerenciamento inteligente de carga, sistema de leitura de placas de trânsito, ajuste automático de torque e potência conforme o peso e condições de rodagem. Tem também um sistema de diagnóstico que orienta a manutenção preventiva para evitar paradas não programadas e um aplicativo em formato de game que ajuda o motorista a conferir e comparar o seu desempenho, monitorando vários dados da sua condução.

60 ANOS

A Ford está comemorando os 60 anos do primeiro caminhão produzido no Brasil com alto índice de conteúdo nacional, o F-600. Ele saiu da antiga fábrica da montadora no bairro do Ipiranga, em 1957. Até então, a empresa montava localmente o caminhão modelo TT com componentes importados.

Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul, lembra que nestas seis décadas a marca nunca deixou de investir e inovar no segmento, projetando e fabricando caminhões para diferentes aplicações que ajudaram a construir o progresso do Brasil.

“Aproveitamos a comemoração deste importante marco de 60 anos para reafirmar o nosso compromisso com o negócio de caminhões no Brasil e na América do Sul”, disse Watters.

BONÉ ALERTA

Dentro das comemorações dos 60 anos do caminhão, a Ford também apresenta o Boné Alerta, um boné comum mas que dispõe de recursos inteligentes que ajudam o motorista a dirigir com mais segurança. Seu objetivo é alertar o caminhoneiro aos primeiros sinais de sono ao volante para fazer uma parada e descansar antes de seguir viagem. Ele é equipado com sensores que monitoram os movimentos da cabeça e emite três tipos de alerta – vibratório, sonoro e visual – ao detectar sonolência.

O Boné Alerta não tem data programada de lançamento, mas a Ford demonstrou interesse em compartilhar a tecnologia com parceiros e clientes para viabilizar a sua chegada ao mercado e o aproveitamento de todos os seus benefícios.


O Cargo Conect traz modificações importantes
Novo Polo chega com plataforma modularA Volkswagen diz estar iniciando uma nova era

A Volkswagen está iniciando uma nova era no Brasil. A empresa está se reposicionando e preparando o lançamento de grandes novidades, todas desenvolvidas com foco total no cliente. E o embaixador da marca para inaugurar essa fase é o Novo Polo, que vai revolucionar o segmento de compactos premium no País.

O Novo Polo representa um novo conceito de automóvel no mercado brasileiro. Mais espaço interno, motores eficientes e de alto desempenho, altos níveis de segurança, muita conectividade, avançados recursos de tecnologia e conforto de veículos superiores. Isso tudo graças à Estratégia Modular MQB da Volkswagen, o conceito mais moderno para o desenvolvimento e produção de veículos no mundo.

Para implementar a Estratégia Modular MQB na Fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP), a Volkswagen investiu R$ 2,6 bilhões. A Estratégia Modular MQB vai dar origem inicialmente a quatro modelos completamente novos, que serão comercializados no mercado latino-americano nos próximos anos.

O Novo Polo está sendo lançado no Brasil de forma praticamente simultânea com a Alemanha e chega para atender a um cliente que busca muito mais que mobilidade e quer também design, inovação e alta performance. O modelo começa a ser vendido em novembro nas mais de 500 concessionárias Volkswagen no Brasil com três opções de motores e duas de transmissão. São quatro versões: Polo, Polo MSI, Polo Comfortline 200 TSI e Polo Highline 200 TSI. O modelo tem garantia total de três anos, sem limite de quilometragem.

O Novo Polo é um modelo global que chega ao mercado nacional com design dianteiro exclusivo, inspirado em pesquisas com clientes brasileiros e com foco na regionalização dos produtos Volkswagen. O resultado foi um estilo próprio, com fortes linhas de caráter.

Um novo design de painel e interior para os modelos compactos da Volkswagen está surgindo com o Novo Polo. O foco do desenvolvimento da cabine foi no contínuo crescimento da digitalização dos mostradores e controles, assim como da conectividade, o que exigiu soluções inéditas.

O motorista se senta ao volante do Novo Polo e, em qualquer versão do modelo, encontra a posição ideal de dirigir. O interior do modelo foi desenvolvido por meio de estudos de ergonomia e funcionalidade. O resultado é percebido pelo desenho limpo do painel, pela anatomia dos bancos, adequada localização dos equipamentos e a facilidade de manuseio dos comandos. Também fica evidenciada na combinação harmônica das cores de forrações e revestimentos de elevado padrão de qualidade.

O Novo Polo oferece excelente espaço na cabine. Sentados no banco traseiro, os passageiros têm espaço de sobra para pernas, cabeças e cotovelos. O acesso a bordo e facilitado pelo amplo ângulo de abertura das portas. Além disso, as portas dianteiras possuem três estágios de abertura.

A tecnologia em prol da eficiência energética está em diversos pontos no Novo Polo – como no sistema de direção com assistência elétrica, item de série em todas as versões do modelo. Além do excelente conforto e precisão, uma das principais vantagens da assistência elétrica em relação aos sistemas de assistência hidráulica é só demandar energia quando necessário. Isso representa uma redução no consumo de combustível de até 3% quando comparado com um sistema de direção com assistência hidráulica (convencional).

O Novo Polo é o primeiro Volkswagen a trazer a segunda geração do Active Info Display, o quadro de instrumentos totalmente digital no qual as informações são implementadas via software. Informações de navegação podem ser mostradas em 2D ou 3D, em uma tela de 10,25 polegadas, do tamanho de um tablet. As informações sobre as funções de condução, de navegação e de assistência podem ser integradas em áreas gráficas do velocímetro e conta-giros, conforme necessário.

Há três sistemas de infotainment, que permitem total conectividade e leitura de variados arquivos digitais, disponíveis para todas as versões. Entre eles está o Discover Media, com tela de 8 polegadas e três entradas USB, entre outros itens. Todas as versões do Novo Polo trazem de série o prático suporte para celular sobre o painel, com entrada exclusiva USB para carregamento.

O Novo Polo oferece o mais alto nível em recursos de segurança e assistência à condução. Entre eles, o Novo Polo é equipado de série nas versões TSI com ESC – Controle eletrônico de estabilidade. Se necessário, o sistema reduz o torque do motor e freia uma ou várias rodas até atingir a condição de estabilidade, no caso de uma situação crítica.

Opcional para as demais versões do Novo Polo, o ESC engloba vários outros recursos eletrônicos de assistência, como o XDS+ (bloqueio eletrônico do diferencial), que aumenta a agilidade do carro e diminui a necessidade de movimentação do volante por meio de intervenções seletivas nos freios das rodas internas às curvas nos dois eixos e permitindo uma transferência do torque disponível do motor para as rodas externas.

Também inclui o inovador sistema que faz a limpeza automática e mantém secos os discos de freio, em situações de chuva – o BSW (Bremsscheibewischer – Limpeza Automática dos Discos de Freio). O sistema trabalha para aproximar as pastilhas dos discos de freio dianteiros, em frações de segundo e de forma imperceptível para o motorista, com o objetivo de secar os componentes e garantir o menor espaço de frenagem possível. O BSW atua acima de 70 km/h e com o limpador de para-brisa acionado. Essa tecnologia, até então apenas presente em carros de luxo, garante ao Novo Polo muito mais segurança e precisão nas frenagens.

É também possível graças ao ESC o sistema RKA+ (Monitoramento da pressão dos pneus), que verifica a pressão dos pneus constantemente.O Novo Polo tem freios a disco nas quatro rodas como item de série nas versões TSI. Freios a disco colaboram para melhor performance e proporcionam maior resistência ao chamado “fading”, a perda de eficiência por aquecimento (numa descida de serra, por exemplo).

Entre os recursos de Segurança Ativa proporcionados pela Estratégia Modular MQB está o Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão, exclusivo no segmento, que aciona automaticamente os freios do veículo quando ele se envolve em uma batida, para reduzir a energia cinética residual.

Também está entre os recursos de segurança o detector de fadiga, que analisa a forma como o motorista dirige e compara com os 15 primeiros minutos de direção. Caso detecte um desvio no comportamento ao volante, o equipamento emite um alerta, sugerindo uma parada para descansar e tomar um café.


Com design diferenciado o modelo chega acreditando na mudanças da Volks
Na Europa, Audi vende E-gas para esportivosA montadora banca a diferença do gás comum

A Audi demonstra por meio de sua frota g-tron como a direção esportiva pode ser combinada a eficiência, preocupação ambiental e economia de combustível. A marca faz agora uma oferta particularmente sustentável: a empresa vai fornecer o e-gas para seus clientes por três anos para abastecer os modelos A4 Avant g-tron, A5 Sportback g-tron e A3 Sportback g-tron. O consumidor paga o preço do gás natural comum. Com esta oferta, a Audi reduzirá as emissões de CO2 de sua frota g-tron em até 80%. Os dois novos modelos da gama, A4 Avant g-tron e A5 Sportback g-tron estão sendo exibidos no Salão de Frankfurt.

A Audi ampliou sua gama de modelos g-tron com a chegada de A4 Avant g-tron e A5 Sportback g-tron. O A3 Sportback g-tron já está no mercado desde 2014. "Nossa frota g-tron nos permite preencher a lacuna de mobilidade sustentável de longa distância", explica Martin Sander, Diretor de Vendas da Alemanha na Audi AG. "A ampla autonomia, o rápido reabastecimento e a boa economia de combustível são grandes vantagens especialmente para motoristas frequentes."

Comparado diretamente ao motor a gasolina na categoria desempenho, os custos de combustível são mais baixos na comparação euros/100 km. Além de custos menores de abastecimento, o cliente se beneficiará dos impostos sobre veículos motorizados mais baixos graças às emissões de CO2 reduzidas. O módulo do tanque, que consiste em quatro recipientes de gás com capacidade total de 19 kg e um tanque de gasolina de 25 litros permite uma autonomia de 500 km quando o carro usa apenas CNV puro. A autonomia combinada pode chegar a 950 km.

Além disso, ambos os automóveis especialmente eco-friendly: rodando com o gás e equipado com transmissão S tronic, as emissões de CO2 são de cerca de 102 g/km, quase 1/5 a menos que com a gasolina (126 g/km). Os números são ainda mais positivos quando o Audi e-gas é usado: os modelos g-tron podem reduzir as emissões em até 80% se comparado à versão a gasolina da mesma categoria. O combustível é produzido usando energia renovável a partir de água e CO2 ou de resíduos de materiais orgânicos como cortes de palha e vegetais. Durante sua produção, o e-gas faz ligações com a quantidade exata de CO2 emitida pelo carro.

A Audi fornece o e-gas por três anos para todos os clientes que comprarem os modelos A3 Sportback g-tron, A4 Avant g-tron ou A5 Sportback g-tron até 31 de maio de 2018. O consumidor pode então abastecer seu carro em qualquer estação de GNV pagando apenas o preço do gás natural convencional. Ao alimentar o volume calculado de e-gas na rede de gás natural, a Audi assegura os benefícios ecológicos do programa, incluindo a redução correspondente das emissões de CO2. A TÜV Süd, empresa alemã de testes e certificações, monitora e valida o processo.

A Audi e seus parceiros estão produzindo o e-gas em diversos locais da Alemanha, bem como em alguns outros países da Europa. Entre outras coisas, a marca produz o e-gas em sua própria planta destinada a esse propósito localizada em Werlte, estado da Baixa Saxônia. O processo: três eletrolisadores alimentados por eletricidade sustentável separam a água em oxigênio e hidrogênio. No processo subsequente de metanação, o hidrogênio reage com o CO2. Como resultado, o metano sintético – o Audi e-gas – é criado. Ele alimenta a rede de gás europeia e compensa o volume de gás natural usado pelos modelos g-tron no ciclo NEDC (New European Driving Cycle).


Audi esportivo a gás com mesma potência e facilidades
Volvo XC40 tem imagens vazadas e chegará ao BrasilA dianteira longa com faróis sublinhando o capô, a lateral cheia de vincos com uma ponta formada pela janela traseira

A Volvo marcou para o próximo dia 21 de setembro a apresentação oficial do inédito XC40. No entanto, um deslize fez com que o menor SUV da marca fosse revelado antes da hora ─ um vídeo do modelo foi publicado na página oficial da marca no Facebook.

Mesmo já retirado do ar, inúmeros capturas de tela do vídeo circulam pela web. A melhor notícia é que o XC40 já está confirmado para chegar no início de 2018 ao Brasil.

Caso você se lembre do conceito 40.1, apresentado no primeiro semestre deste ano, o Xc40 não lhe surpreenderá. Isso porque o carro de produção é praticamente idêntico à versão conceitual.

Apenas as maçanetas deixaram de ser embutidas, os retrovisores abandonaram as câmeras em favor de peças convencionais, as rodas ganharam novo desenho e os para-choques tiveram arremates mais reais, como as saídas de escape, mas sem perderem os formatos iniciais.

Toda essa semelhança é boa para o XC40, que chega não apenas como o menor utilitário da marca, mas também como o de apelo mais jovem, com traços mais angulosos e bem demarcados.

A dianteira longa com faróis sublinhando o capô, a lateral cheia de vincos com uma ponta formada pela janela traseira, o teto com pintura contrastante e a traseira alargada com lanternas estreitas dão aspecto esportivo ao modelo. Com informações Quatro Rodas.


Toda essa semelhança é boa para o XC40, que chega não apenas como o menor utilitário da marca. (Foto: Divulgação)
Sobrou apenas o estepeEcoSport chega com duas motorizações e design renovado

A Ford apresentou o Novo EcoSport 2018 que só chegará nas concessionárias no final de agosto começo de setembro com preço a partir de R$73.990. Pelo que se pode observar, o utilitário esportivo da marca passou por uma transformação no visual, no nível de acabamento externo e interno e traz novas tecnologias de segurança, incluindo sete airbags e controle de estabilidade, sistema de conectividade compatível com Apple Car Play e Android Auto, além de novos motores que acentuam o prazer ao dirigir.

A empresa também anunciou uma promoção especial de financiamento com taxa de 0,99% e a primeira revisão grátis para os clientes que fizerem a reserva antecipada do SUV. Para proprietários atuais do EcoSport, além da primeira revisão grátis o financiamento é com juro zero. O Novo EcoSport chega em agosto ao mercado brasileiro nas versões SE, FreeStyle e Titanium, com transmissão manual ou automática conforme o modelo. 

A linha inclui a versão SE por R$73.990 com transmissão manual e R$78.990 com transmissão automática; versão FreeStyle manual por R$81.490 e automática por R$86.490, equipadas como o novo motor 1.5 Flex de três cilindros, o mais eficiente do segmento. Já a versão Titanium custa R$93.990, exclusivamente com motor 2.0 Direct Flex e transmissão automática.

"O Novo EcoSport foi criado para ser uma referência no segmento de utilitários esportivos tanto no nível de conteúdo como nos preços de aquisição, manutenção, peças e seguro",  afirma Natan Vieira, vice-presidente de Marketing, Vendas e Serviços da Ford. "Queremos manter o seu legado de sucesso, de inovação e de criação de tendência na geração de veículos. Mesmo com toda a evolução, a Ford estabeleceu uma estratégia vantajosa para o consumidor, praticamente sem aumento de preço em relação à linha anterior", ressalta o executivo.

Tecnologia

O Novo EcoSport traz a disponibilidade de diversas tecnologias embarcadas para a segurança e prazer de dirigir. Ele introduz um conjunto de equipamentos exclusivos, como controle de estabilidade com novo sistema anticapotamento, monitoramento de pressão dos pneus e grade frontal com controle ativo. Destaque também para os sete airbags e sistema multimídia SYNC 3 com tela capacitiva, todos itens de série.

A versão Titanium tem novo teto solar elétrico, faróis de xênon com luz diurna de LED e acendimento automático, alerta de ponto cego, acesso ao veículo sem chave com reconhecimento capacitivo, partida por botão, ar-condicionado automático digital, computador de bordo com tela de 4,2" no painel, câmera de ré, porta-malas com sistema inteligente de bagagem, sensor de chuva e som premium da Sony com nove alto-falantes.

Interior renovado

Em todas as versões, o interior é totalmente novo, com materiais e acabamento de padrão superior na categoria. Painel "soft touch", bancos ergonômicos, volante multifuncional com trocas "Paddle Shift" nas versões automáticas, console central com descansa-braço e um total de 20 porta-objetos, incluindo porta-luvas climatizado, porta-óculos no teto e nichos para celular, contribuem para criar um ambiente de requinte e conforto.

O porta-malas possui grande flexibilidade. Tem um sistema de assoalho inteligente com três configurações que permite formar uma plataforma plana com o banco traseiro rebatido e ampliar o espaço de bagagem para 1.178 litros.

Prazer ao dirigir

Além de eficiência e conforto, o Novo EcoSport entrega muito prazer ao dirigir com seus dois novos motores, avançados e econômicos: o 1.5 TiVCT Flex de três cilindros, de 137 cv, e o Duratec 2.0 Direct Flex, de 176 cv, o mais potente da categoria. Conta também com nova transmissão automática de seis velocidades com conversor de torque, suave e precisa, com opção de trocas no volante ("Paddle Shift").

Segurança e conectividade

O Novo EcoSport passa a ser referência em segurança ativa e passiva. Vem equipado de série, em toda a linha, com sete airbags, assistente de partida em rampa, monitoramento de pressão dos pneus e controle de estabilidade com sistema anticapotamento (RSC), exclusivo da Ford.

O sistema multimídia é o SYNC 3, de última geração, com tela capacitiva de 6,5" (versão SE) ou 8" (FreeStyle e Titanium), conectividade para Android Auto e Apple CarPlay e outros recursos avançados, como AppLink e Assistência de Emergência.

Versões e equipamentos

O Novo EcoSport 2018 oferece três versões: 1.5 SE e 1.5 FreeStyle, ambas com a opção de transmissão manual ou automática, e a 2.0 Titanium automática. A versão SE vem com sete airbags, controle de estabilidade e tração, multimídia SYNC 3 com tela de 6,5", sensor de pressão dos pneus, sensor de estacionamento traseiro e rodas de liga leve de 15".

A versão FreeStyle adiciona SYNC 3 com tela de 8", câmera de ré, ar-condicionado automático e digital, faróis com luzes diurnas de LED, tela multifuncional de 4,2", bancos revestidos em tecido e couro e rodas de liga leve de 16".

A versão Titanium traz ainda teto solar elétrico, sensor de ponto cego com alerta de tráfego cruzado, acesso inteligente capacitivo, sistema de partida sem chave, faróis de xênon, Sony Premium com 9 alto-falantes, bancos de couro e rodas de liga leve de 17".

Projeto global

O programa do Novo EcoSport é um dos maiores já realizados pela Ford e foi liderado pelo Brasil, junto com outros centros de engenharia na América do Norte, Europa e Ásia. "Cerca de 700 engenheiros trabalharam no projeto de 2014 a 2017", destaca Rogelio Golfarb, vice-presidente da Ford América do Sul. "O Novo EcoSport é um veículo que traduz a inovação e excelência de engenharia para oferecer ao mundo o que há de melhor em tecnologia, conteúdo e preço nesse segmento."


Com estilo para tentar enfrentar a concorrência que vem se acirrando
Ford revela novo EcosportO veículo será lançado na próxima terça (25)

A Ford acaba de revelar mais informações de como será o Novo EcoSport 2.0 Titanium, com a proposta de ser um utilitário esportivo completo. Modelo premium da linha, o SUV chegará em meados de agosto totalmente renovado com design dianteiro imponente com grade de controle ativo, o motor mais potente da categoria, de 176 cv, nova transmissão automática de seis velocidades, sistema de conectividade SYNC 3 com tela flutuante de 8 polegadas, teto solar elétrico e interior totalmente novo com a cor clara “Light Stone”.

Oferecendo o que há de mais avançado na classe em itens de segurança, com 7 airbags, conforto e flexibilidade, o Novo EcoSport 2.0 Titanium será o líder da categoria em desempenho e equipamentos de série de última geração. A Ford deve anunciar seu preço no próximo mês, dentro de uma estrutura de comercialização altamente vantajosa no segmento, desde o valor de aquisição aos itens de manutenção e serviços.

O motor 2.0 flex tem injeção direta de combustível e duplo comando variável independente de válvulas. Com bloco, cabeçote e cárter de alumínio, gera uma potência líder da categoria. Acelera de 0 a 100 km/h em 9,5 segundos. A nova transmissão automática com conversor de torque tem seis velocidades e permite trocas manuais pelo sistema "paddle shift” instalado no volante.

O piloto automático (controle de cruzeiro) possui limitador de velocidade para aumentar a segurança. Tudo novo também na suspensão, com eixo traseiro de curso ampliado e molas reforçadas para melhor absorção de impactos.

O EcoSport Titanium traz muitos itens de segurança ativa e passiva. É o único na categoria a oferecer sete airbags de série – frontais, laterais dianteiras, de cortina e de joelhos para o motorista. Compõem o conjunto a direção elétrica, o monitoramento individual de pressão dos pneus, a câmera de ré, o alerta de ponto cego e tráfego cruzado e o sistema anticapotamento, item preventivo num SUV.

O Novo EcoSport 2.0 Titanium inclui ainda controle de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, faróis de neblina, sensor de estacionamento traseiro, alarme e sistema de fixação Isofix para duas cadeiras infantis.

As mudanças no design incluem novo capô, para-choque, faróis e grade dianteira elevada, que deixam o veículo mais robusto e também têm um caráter funcional, tornando a aerodinâmica 11% mais eficiente (0,35 Cx). A ampla grade externa adota um sistema de controle ativo que abre e fecha de acordo com a velocidade, garantindo maior economia de combustível. Os faróis de duplo refletor têm lâmpadas de xenônio e luzes diurnas de LED.

Na lateral, destaque para as rodas de 17 polegadas, bagageiro de teto de novo desenho e o friso cromado. O para-choque traseiro também é novo. O teto solar é elétrico.

O interior do EcoSport 2.0 Titanium é super-refinado no design e traz materiais totalmente novos, incluindo painel com toque macio (“soft touch”). Os bancos redesenhados, com bom apoio lateral, são de couro tratado com repelente de sujeira. O volante é multifuncional, também em couro.

Destaque para a central multimídia de nova geração SYNC 3, com tela flutuante sensível ao toque de 8 polegadas, de alta resolução, com comandos de voz. O sistema de som é premium Sony, com nove alto-falantes. O painel de instrumentos com tela colorida auxiliar de 4,2 polegadas exibe as informações do computador de bordo usando recursos gráficos e de imagem. O ar-condicionado é digital de grande potência.

Além da ergonomia, a flexibilidade é outro avanço do modelo. Tem compartimentos para acomodar smartphones, duas entradas USB no console e dois pontos de força de 12 V. O console central tem um descansa-braço com compartimento interno. A chave abre e fecha automaticamente as portas da frente e do porta-malas com o sensor de presença.

Outros itens de conforto e segurança do Novo EcoSport 2.0 Titanium são a partida por botão, sensor de chuva, porta-luvas climatizado, porta-malas com abertura elétrica, acendimento automático dos faróis e vidros elétricos com acionamento a um toque.

O porta-malas, de 356 litros, possui um assoalho inteligente que permite configurar o espaço em três posições, criando um porta-objetos inferior de 52 litros. Ele pode também formar uma plataforma plana com o banco traseiro rebatido, ampliando a área de bagagem para 1.178 litros. No total são 20 diferentes porta-objetos na cabine.

A engenharia do silêncio também foi aplicada no Novo EcoSport 2.0 Titanium, resultado do refinamento do chassi, da suspensão e do isolamento acústico do interior e do exterior com para-brisa acústico, novos revestimentos e defletores nas rodas e na parte dianteira e traseira do utilitário esportivo.


Novo Ecosport Titanium com câmbio automático
Novo XE SV Project 8O carro da Jaguar Land Rover chega para ser um dos mais avançados sedãs

A Divisão de Veículos Especiais da Jaguar Land Rover (SVO) apresenta o sedã mais potente, ágil e completamente focado em performance já produzido pela marca britânica em toda a sua história: o Jaguar XE SV Project 8, modelo capaz de superar os 320 km/h de velocidade máxima.

O modelo ― o segundo veículo totalmente desenvolvido pelo SVO depois do bem sucedido F-TYPE Project 7 de 2014 ― é um sedã de quatro portas desenvolvido artesanalmente, com performance de um superesportivo. Produzido com foco em clientes apaixonados por velocidade e desempenho, o XE SV Project 8 traz tração integral nas quatro rodas e combina potência, dinâmica e agilidade.

Apenas 300 unidades do sedã serão produzidas na unidade de Warwickshire, no Reino Unido, sede da Divisão de Veículos Especiais da Jaguar Land Rover e fruto de um investimento de 20 milhões de libras esterlinas feito pela empresa. Ainda não há previsão de que o modelo seja comercializado no mercado brasileiro.

O XE SV Project 8 será apresentado pela primeira vez ao público durante o tradicional Festival de Velocidade de Goodwood, no Reino Unido, que começa amanhã e vai até o próximo domingo.

Para John Edwards, diretor da Divisão de Veículos Especiais da Jaguar Land Rover (SVO), "A razão da existência do SVO é desenvolver veículos com alma, que rompam com qualquer limite em termos de performance, luxo e capacidade em todos os tipos de terrenos. O Project 8 é um exemplo genuíno do que acontece quando designers entusiastas, engenheiros e especialistas têm a oportunidade de criar um veículo esportivo de extremo desempenho exatamente do jeito que imaginaram".

"O modelo será produzido de forma artesanal no novo centro técnico do SVO e nós estamos muito confiantes que ele será um sucesso entre os nossos clientes e entusiastas da Jaguar ao redor do mundo", complementa o executivo.

O altíssimo desempenho do Jaguar XE Project 8 se deve a uma série de mudanças realizadas sobre a versão padrão do sedã britânico, incluindo a introdução de um motor 5.8 V8 Supercharged de impressionantes 600 cv de potência. O propulsor traz exaustor ativo variável de titânio que, combinado ao sistema de tração integral nas quatro rodas e com um pacote aerodinâmico derivado do esporte a motor, fazem o modelo superar os 320 km/h de velocidade máxima.

O sedã também é o mais rápido veículo de passeio em aceleração da história da Jaguar, ao sair da imobilidade e atingir os 100 km/h em apenas 3,5 segundos.

Uma série de mudanças na estrutura do modelo idealizadas pela SVO também são responsáveis pelo alto desempenho do veículo. O XE conta com avançados dutos de refrigeração envoltos a uma estrutura em fibra de carbono, mesmo material do teto e do para-choques traseiro. Sua carroceria foi alargada de forma a cobrir totalmente as rodas de 20 polegadas em liga leve de alumínio.

A aerodinâmica está presente em todos os detalhes do modelo, como na saia dianteira com ajuste de altura em relação ao solo, assoalho plano, difusor traseiro e no aerofólio traseiro ajustável.

Para garantir um ótimo desempenho nas ruas ou nas pistas, o Jaguar XE SV Project 8 é equipado com suspensão dianteira Double Wishbone e traseira Integral Link, com molas mais rígidas e amortecedores continuamente variáveis, ajustáveis manualmente, com altura do solo inferior a 15 milímetros em situação de pista.

O modelo é o primeiro modelo da Jaguar a utilizar a nova geração do sistema de freios de carbono cerâmica e a primeira aplicação em um veículo de passeio da tecnologia de rolamentos de cerâmica, estilo roda de nitreto de silício, até então usada somente na F1.

Mais do que puro desempenho, o apelo esportivo se faz presente no interior do veículo, que recebeu acabamentos de fibra de carbono e couro de Alcantara no painel, portas, teto e volante. O sistema de transmissão de 8 velocidades Quickshift traz trocas sequenciais por meio de botões de alumínio colocados atrás do volante.

O XE SV Project 8 é o primeiro Jaguar a possuir um modo de condução ideal para ser usado em pistas de corrida. Uma vez selecionado, o Track Mode adapta os sistemas de controle de estabilidade, relação de marchas, reação do veículo aos comandos no acelerador e no volante, tudo para o máximo desempenho e precisão.

O modelo estará disponível em duas especificações no momento de seu lançamento. O modelo padrão de quatro assentos apresenta os mais recentes bancos dianteiros de desempenho da Jaguar com armações de magnésio, além de uma almofada traseira fortemente contornada para maximizar a estabilidade do motorista e passageiro da frente.

O veículo também é oferecido com o pacote opcional Track Pack, que traz apenas dois lugares com bancos em fibra de carbono com cintos de segurança de quatro pontos fixados em um aro de retenção no lugar do banco traseiro.

O Jaguar XE SV Project 8 chega ao mercado com três opções de cores de carroceria: Branco Fuji, Preto Narvik e Vermelho Caldera, além de cinco opções de cores diferentes de acabamento: Laranja Valencia, Azul Velocity, Branco Meribel, Prata Verbier e Cinza Corris.

Os clientes também terão à sua disposição uma série de detalhes personalizáveis oferecidos pela SVO.


O sedã XE SV Project 8 é o mais rápido sedã de passeio já produzido na história da marca britânica e o primeiro a ser equipado com motor 5.0 V8 Supercharged de 600 cv de potência
Calibragem de pneus é importanteA Bridgestone explica porque é preciso andar com os pneus calibrados

Cuidar da calibragem dos pneus no cotidiano é uma tarefa muito importante. De acordo com a Bridgestone, maior fabricante de pneus do mundo, um ítem essencial é a pressão correta tanto para a boa dirigibilidade quanto para o menor desgaste. Além disso, é um dos principais influenciadores do consumo de combustível e, consequentemente, da emissão de poluentes.

De acordo com José Carlos Quadrelli, gerente geral de Engenharia de Vendas da Bridgestone, o motorista precisa estar sempre atento à calibragem do pneu porque ele é o principal elo entre o veículo e o solo. “A calibragem correta proporciona o aproveitamento ótimo dos sistemas de suspensão, transmissão, tração, direção e frenagem, trazendo assim maior segurança ao motorista e aos passageiros”, diz.

O proprietário precisa fazer uma checagem semanal da pressão dos pneus e respeitar a calibragem recomendada pelo fabricante, indicada pelo manual do proprietário, que em alguns casos também é encontrada no lado de dentro da tampa do bocal de combustível ou em outros pontos internos da carroceria. A calibragem deve ser verificada com os pneus frios (num posto não mais do que 2 km distante da casa do consumidor). O estepe também precisa ser examinado e calibrado com uma pressão maior de até 5 psi acima dos demais.

"A baixa pressão de inflação dos pneus pode acarretar vários danos ao veículo: perda de aderência, risco de detalonamento (quando o pneu "desencaixa" da roda), deterioração da estrutura interna do pneu devido ao aquecimento extremo durante a rodagem, instabilidade, maior esforço do motor e, consequentemente, aumento do consumo de combustível, o que resulta ainda na emissão de maiores quantidades de CO2", explica Quadrelli.

Para atender as mais diversificadas demandas de seus clientes e realizar todas as manutenções preventivas e necessárias, a Bridgestone possui uma ampla rede de revendedores espalhados em todo o país. Acesse o site para encontrar a loja mais perto  http://www.bridgestone.com.br/


Kicks agora fabricado no BrasilO crossover da Nissan chega a concessionária Nissauto com muitas novidades

Com a chegada na Nissauto aqui em Natal ainda neste mês de julho da nova versão S com câmbio XTRONIC CVT, o Nissan Kicks que passa a ser produzido na fábrica de Rezende, no Rio de Janeiro, o crossover compacto passa a ter uma linha completa, com preços começando em R$ 70.500, na versão S com câmbio manual de cinco marchas.

Entre os equipamentos introduzidos pelo Nissan Kicks brasileiro estão os inéditos – para o segmento – alerta de colisão e assistente inteligente de frenagem, itens opcionais para a versão topo de linha SL. O crossover compacto também traz para os consumidores o avançado sistema multimídia “Nissan Multi-App”, um verdadeiro tablet no painel.

Os novos itens juntam-se à lista de equipamentos diferenciados que o carro trouxe para os brasileiros no ano passado, quando foi lançado mundialmente no Brasil durante os Jogos Rio 2016. Entre eles, a Visão 360º com Sistema Inteligente de Câmeras, o Monitoramento Inteligente de Pontos Cegos (Moving Object Detection), o Controle Inteligente de Chassi (Chassi Control), que reúne o Controle Inteligente em Curvas (Active Trace Control), o Estabilizador Inteligente de Carroceria (Active Ride Control) e o Controle Inteligente de Freio Motor (Active Engine Brake), que atuam na suspensão, freios e também na estabilidade.

Um dos primeiros modelos da marca a aplicar o conceito de “Mobilidade Inteligente Nissan”, que reúne diversos recursos de engenharia, construção e tecnologia para transformar a maneira como os carros são conduzidos, impulsionados e integrados na sociedade, o Nissan Kicks tem um conjunto mecânico com o moderno motor 1.6 16V casado com o câmbio XTRONIC CVT de última geração e modo Sport, que atuam de forma eficiente graças ao projeto do carro, que tem menor peso da categoria e aerodinâmica eficiente.

Versões e Preços - Com a fabricação local do Kicks, a Nissan torna seu crossover compacto ainda mais acessível para mais consumidores com a ampliação da oferta de versões, que fica completa ainda neste mês de julho com a chegada da versão de entrada com o câmbio XTRONIC CVT (S CVT). A família do Nissan Kicks brasileiro tem como primeira opção, com preço sugerido de R$ 70.500, a versão S com câmbio manual. É um carro que já entregará muitos equipamentos de série, além do consagrado design de ponta.

Ela virá de fábrica com airbags duplos frontais; ar-condicionado; alarme perimétrico; bancos dianteiros com a tecnologia Zero Gravity®; acabamento de tecido nos bancos; fixadores traseiros para cadeiras de crianças (ISOFIX); cinto de segurança de três pontos para todos os cinco passageiros; freios ABS com EBD e assistência de frenagem (BA); rádio com entrada para mp3 player, conector USB e Bluetooth™ para conexão de telefones celulares; retrovisores na cor da carroceria e com regulagem elétrica; maçanetas internas das portas cromadas e externas na cor da carroceria; coluna de direção com ajustes de altura e profundidade; direção com assistência elétrica e com comandos do computador de bordo, comando de telefone e rádio no volante; rodas de aço de 16 polegadas com calotas; sistema de partida a frio FLEX START®; travamento central automático das portas com o veículo em movimento e vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico. A versão pode também ser equipada, opcionalmente, com os controles de tração e estabilidade (VDC) e o sistema inteligente de partida em rampa (HSA), itens que fazem parte do “Pack Safety”.[

O Kicks S equipado com transmissão XTRONIC CVT com modo Sport chegará às concessionárias ainda este mês por R$ 79.200. Esta versão, além do câmbio, já traz todos os itens de série da S manual com o “Pack Safety” e, além disso, agrega rodas de liga leve aro 16 calçadas em pneus 205/60 R16 e faróis de neblina.

O crossover brasileiro ganha também uma inédita versão SV – diferente da edição limitada SV “Limited” trazida para o Brasil do México –, que é equipada exclusivamente com câmbio XTRONIC CVT com modo Sport e sai por R$ 85.600.

Esta nova versão de produção em série tem os mesmos equipamentos da versão S CVT com acréscimo da câmera traseira com imagem integrada à tela do rádio; chave inteligente presencial (I-Key); sistema eletrônico de ignição (Push Start) sem o uso da chave; parachoques frontais e traseiros na cor do veículo; retrovisores externos com regulagem elétrica e indicador de direção de LED; rodas de liga leve aro 17; sensor de estacionamento; sistema de navegação integrado ao painel e tela sensível ao toque colorida de sete polegadas integrada ao rádio e controles de tração e estabilidade (VDC) com sistema inteligente de partida em rampa (HSA). Como opcional, o “Pack Plus”, inclui acabamento de couro nos bancos e airbags laterais e de cortina.

Completando a linha nacional, a versão SL ganha novos equipamentos, que a diferenciam do modelo trazido até então do México: maçanetas cromadas, sistema multimídia Nissan “Multi-App”, retrovisores com rebatimento elétrico automático (recolhem-se com o desligamento do motor e se abrem com o acionamento da ignição) e quatro novas combinações de pintura externa “2-Tone”, que se somam à conhecida cinza com teto laranja.

Além desses itens, a versão vem com o Controle Inteligente de Chassi (Chassi Control), que reúne avançados sistemas eletrônicos como o Controle Inteligente em Curvas (Active Trace Control), o Estabilizador Inteligente de Carroceria (Active Ride Control) e o Controle Inteligente de Freio Motor (Active Engine Brake); além do acabamento de couro nos bancos; acendimento inteligente dos faróis; airbags laterais e de cortina; ar-condicionado automático digital; Visão 360º com Sistema Inteligente de Câmeras, Monitoramento Inteligente de Pontos Cegos (MOD) e painel de instrumentos TFT. O preço sugerido é de R$ 94.900.

A opção topo de linha do crossover compacto pode passar a vir ainda com mais um equipamento usado por carros de segmentos superiores: o alerta de colisão com assistente inteligente de frenagem (FCW e FEB), item que será vendido como opcional no pacote “Pack Tech”, que inclui ainda os faróis dianteiros com assinatura de LED.

Motor e transmissão – O Nissan Kicks é equipado com a segunda geração do confiável motor HR16DE 1.6 de 16 válvulas, que conta com controle de abertura das válvulas continuamente variável (CVVTCS) e sistema Flex Start System (FSS), que eliminou o tanque de partida a frio. Ele desenvolve 114 cavalos de potência máxima a 5.600 rpm e torque máximo de 15,5 kgfm a 4.000 rpm. Esse motor garante baixo consumo de combustível e performance surpreendentes. Com excelente relação peso/potência e dimensões bem aproveitadas, o Nissan Kicks entrega performance comparável à dos principais rivais ao mesmo tempo em que oferece o melhor nível de consumo de combustível da categoria.

O resultado é um crossover ágil e com aceleração vigorosa que obteve nota “A” em eficiência energética e emissão de gases dentro do Programa de Etiquetagem Veicular (PBEV) do Inmetro. Também recebeu o selo do CONPET, concedido aos modelos que participam do programa de etiquetagem que atingem grau máximo de eficiência energética.

As medições de consumo de combustível do Nissan Kicks são as melhores do seu segmento. Os consumos na cidade para o câmbio manual, de acordo com medições do Inmetro, são de 7,8 km/l (Etanol) e 11,1 km/l (Gasolina) na cidade. Na estrada, a versão com pedal de embreagem marca 9 km/l (Etanol) e 13 km/l (Gasolina), respectivamente. Com a transmissão XTRONIC CVT as médias são de 7,7 km/l na cidade e 9,4 km/l na estrada, com etanol, e 11,4 km/l e 13,7 km/l com gasolina, respectivamente nos dois tipos de ciclo.

Com tração dianteira, o trem de força oferece a última versão da transmissão XTRONIC CVT com recursos como o D-Step, que simula trocas de marcha com mais de 50% do curso pedal do acelerador acionado, e modo Sport, que proporciona melhor performance mesmo em rotações mais baixas, além de consumo reduzido e, consequentemente, menores emissões. Esse câmbio absorve toda a experiência das duas décadas de liderança da marca japonesa em inovação em transmissões continuamente variáveis. Ele é mais leve e produz menos atritos na comparação com a geração anterior, utilizado em outros modelos da marca. A redução veio também da diminuição do diâmetro das polias, da adoção de uma bomba de óleo compacta, que necessita de baixa viscosidade para lubrificação, e da otimização de lubrificante e de pressão.

O Nissan Kicks tem um novíssimo eixo de suspensão traseiro (de torção), com travessa de maior rigidez e nova estrutura de isolamento, que oferece conforto de condução superior, sem comprometer o espaço para as bagagens. A suspensão dianteira independente (McPherson com barra estabilizadora) conta com uma subestrutura, maior, mais robusta e 300% mais rígida se comparada a de modelos deste porte. Os amortecedores de alta performance permitem o melhor controle da carroceria.

Os bons níveis de manobras e conforto de condução do Nissan Kicks são resultados de uma estrutura de carroceria altamente rígida. O crossover compacto conta com raio de giro de 10,2 metros que, aliado à leveza da direção com assistência elétrica e à comodidade da Visão 360º, permite estacionar e manobrar sem esforços. A estabilidade nas retas está entre as melhores na categoria, enquanto que a oscilação da carroceria se mantém estável, apesar da distância do solo maior.

O Estabilizador Inteligente de Carroceria utiliza sensores de aceleração que detectam o movimento e, assim, atuam no freio motor e sistemas de freios para estabilizar a carroceria. O Controle Inteligente em Curvas entrega maior segurança e conforto em curvas ou trocas de faixa por meio do sinal do sensor de aceleração que identifica o movimento da carroceria e atua no freio motor e no sistema de freios em cada roda para reduzir o subesterço, ajudando a manter o carro na trajetória definida. Já o Controle Inteligente de Freio Motor recebe o sinal do sensor de aceleração e da posição do volante, atuando no freio motor para aumentar a segurança e o conforto em curvas e descidas de serras.

Sofisticado e inteligente - O Nissan Kicks tem nível de sofisticação que está entre os melhores de sua categoria, graças ao emprego de tecnologias de redução dos níveis de ruído, vibração e aspereza na cabine, bem como ao ajuste bem-sucedido do desempenho aerodinâmico. As tecnologias incluem técnicas de montagem da suspensão que repercutem menos ruídos durante o rolamento. Também são utilizados materiais aperfeiçoados para o isolamento do painel, incluindo carpetes mais grossos e melhor vedação das portas, para reduzir o ruído no interior.

E é graças ao excelente desempenho aerodinâmico do veículo que o nível de ruído no interior da cabine é baixo. Ao mesmo tempo, o desenho permite maior economia de combustível. O coeficiente aerodinâmico (Cx) de 0,345 foi obtido por meio de uma gestão afinada do fluxo de ar dentro, ao redor e sobre a carroceria.

O Nissan Kicks lidera o segmento em termos de tecnologias avançadas para reduzir o estresse, melhorar o conforto e aumentar a segurança. Uma série de itens do conceito de “Mobilidade Inteligente” da Nissan foi incluída no modelo, como os já citados Monitoramento Inteligente de Pontos Cegos (Moving Object Detection). Também conta, de série, com o Sistema Inteligente de Partida em Rampa (Hill Start Assist).

A Visão 360º com Sistema Inteligente utiliza quatro câmeras – localizadas na frente, na traseira e embaixo de ambos os espelhos retrovisores – que oferecem uma vista “aérea” do entorno do veículo, que pode ser exibida no monitor central e utilizada como assistente de estacionamento. Quando detecta um objeto em movimento, como um pedestre, o sistema emite um bipe sonoro para alertar o condutor sobre um perigo potencial para evitar um acidente.


O Kicks está com novas cores e câmbio automático
Dunas recebem MitsubihsiA prova acontece neste final de semana aqui em Natal

Nos dias 1 e 2 de julho, sábado e domingo, a capital do Rio Grande do Norte, Natal, receberá os participantes do Mitsubishi Experience 4x4, um passeio off-road criado especialmente para animar a família inteira. No roteiro, cenários de tirar o fôlego e muita diversão! 

Assista e conheça: https://youtu.be/tY-fmT9FLjs

"Usamos toda a nossa experiência em competições off-road para fazer um trajeto leve e agradável para nossos clientes", explica Fernando Julianelli, diretor de marketing da Mitsubishi Motors do Brasil. "O Mitsubishi Experience 4x4 é um passeio em que todos os participantes poderão conhecer belas paisagens e ainda aproveitar a capacidade off-road e o conforto dos veículos da marca."

É possível escolher participar no sábado, dia 1º, ou no domingo, dia 2. A saída será da concessionária TopCar, em Natal. A bordo dos veículos 4x4 das linhas Pajero, L200, ASX e Outlander, os inscritos seguirão para o norte do estado, passando por trechos de cerrado e também por lindas dunas. O almoço será especial: à beira-mar, no Ma-noa Park.

As inscrições podem ser feitas pelo site: www.mitsubishimotors.com.br e a taxa será uma doação, paga diretamente ao Instituto Ingo Hoffmann, entidade sem fins lucrativos que apoia crianças e seus familiares durante o tratamento de câncer no Centro Infantil Boldrini.

O Mitsubishi Experience 4x4 tem patrocínio de Axalta, Pirelli, BTG Pactual, Clarion e Made in Silk.

Programação Mitsubishi Experience
Dias 1 e 2 de julho

Local: Concessionária Top Car
Endereço: Av. Sen. Salgado Filho, 1669 - Lagoa Nova, Natal (RN)
8h - Secretaria de prova
9h30 - Briefing
10h - Início do passeio
Chegada e almoço a partir das 13h30
Local: Ma-noa Park
Endereço: Rua dos Anéis, S/N – Praia de Maracajaú – Maxaranguape (RN)


É mais uma etapa da competição
Audi RS Coupé na 2ª geraçãoO veículo esportivo da montadora alemã chega com novo motor

Na segunda geração do RS 5 Coupé, a Audi Sport apresenta seu primeiro modelo com o idioma de design atual da família RS. Seu novo motor biturbo 2.9 TFSI produz 450 cv e 600 Nm de torque. A transmissão quattro de série distribui a potência para as quatro rodas.

"O novo RS 5 Coupé é o gran turismo entre os modelos da linha RS. O cupê combina estética elegante com grande versatilidade para o dia a dia. O motor V6 biturbo foi desenvolvido do zero e oferece um desempenho significativamente maior, além de mais eficiência", afirma Stephan Winkelmann, CEO da Audi Sport GmbH.

Para o RS 5 Coupé, os designers se inspiraram nos distintos detalhes do modelo de competição Audi 90 quattro IMSA GTO. Grandes entradas de ar com a grade tipo colmeia típica dos modelos RS caracterizam a dianteira do carro. A grade Singleframe é muito mais larga e plana do que no A5 comum. Ao lado dos faróis estão as entradas de ar adicionais; e painéis escurecidos diferenciam os faróis LED Matrix opcionais. Rodas de alumínio de 19 polegadas são equipamentos de série, com conjunto de aro 20 como opcional. O acabamento esportivo do veículo é detalhado pela entrada do difusor e pelo sistema de escapamento ovalado característicos da linha RS, além do spoiler montado na tampa traseira. Com 4.723 milímetros de comprimento, o novo RS 5 Coupé é 74 mm maior que o modelo anterior.

 

O motor 2.9 TFSI V6 biturbo oferece significativo aumento de potência e eficiência, além de seu incomparável som grave. O propulsor desenvolve 450 cv e seu torque máximo é de 600 Nm, 170 Nm a mais que o modelo anterior –  está disponível em uma faixa de giros de 1.900 rpm a 5.000 rpm. O modelo top de linha da família A5 acelera de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos e atinge uma velocidade máxima de 250 km/h, limitada eletronicamente, ou 280 km/h no pacote dinâmico (opcional).

Os dois turbocompressores do V6 estão posicionados centralmente dentro do V e cada um deles alimenta um único bloco de cilindros. O processo de combustão de ciclo B com injeção direta central representa um novo nível de eficiência na família RS. Em relação ao consumo de combustível, por exemplo, o modelo ficou cerca de 17% mais econômico se comparado à geração anterior. Também vantajosa no novo RS 5 Coupé é a sua drástica redução de peso. O veículo pesa 1.655 kg – 60 kg a menos do que anteriormente. Teto com estrutura de fibra de carbono visível também está disponível como opcional.

 

A potência do biturbo flui por meio de uma transmissão tiptronic de oito velocidades com relações esportivas, que oferece tempos de trocas otimizados, e segue até a tração integral quattro, que conta com um diferencial central autoblocante. As forças motrizes são distribuídas assimetricamente entre os eixos na proporção 40:60, garantindo assim um comportamento dinâmico ideal e os melhores níveis possíveis de segurança. A Audi Sport também oferece um diferencial esportivo traseiro opcional.

A revisada suspensão multilink de cinco braços é usada no eixo dianteiro. Na traseira, uma suspensão de cinco braços substitui a suspensão trapezoidal usada no modelo anterior. Isso aprimora as características de direção esportiva e a agilidade, além de melhorar significativamente o conforto. Com a suspensão esportiva RS, o novo RS 5 Coupé é 7 mm mais baixo que o modelo de entrada. Como alternativa, a Audi Sport também oferece a suspensão com Dynamic Ride Control (DRC), freios de cerâmica e direção dinâmica com ajuste específico RS. O motorista pode tornar sua experiência de condução ainda mais individual por meio do sistema drive select, que altera as características do veículo conforme os gostos do condutor.

 

Todo preto, o interior é altamente sofisticado e tras muitos equipamentos esportivos. Os bancos RS – opcionalmente disponíveis também com revestimento de couro Napa fino – e o volante esportivo multifuncional com base aplanada de couro também destacam as características de alta performance do cupê em seu interior. O volante traz o emblema RS, assim como os encostos dos bancos dianteiros e a base da alavanca do câmbio. Telas especiais RS no Audi virtual cockpit fornecem informações sobre a pressão dos pneus, o torque e a força G. Uma luz alerta o motorista a hora de trocar as marchas quando o limite de rotações é atingido.

O pacote de design RS traz a cor vermelha como contraste esportivo no console central, bem como nos apoios dos braços, nos cintos de segurança e nos tapetes com o logotipo RS. O volante, a alavanca de câmbio e as o acabamento interno são revestidos com couro Alcântara. O pacote de design verde Sonoma da Audi exclusive enriquece o interior com uma costura contrastante apropriada – perfeita para a nova e exclusiva cor externa.

 

Uma ampla gama de opções de informações e entretenimento certamente manterá os passageiros entretidos. Opcionalmente disponível, o MMI navigation plus com MMI touch inclui o módulo de hardware Audi connect. O equipamento conecta o novo RS 5 Coupé à internet usando a tecnologia LTE. Graças ao Audi connect SIM, permanentemente instalado no carro, o pacote de dados de preço fixo para serviços de conexão, incluindo roaming na Europa, é gratuito por três anos. Os passageiros podem navegar na internet com seus dispositivos móveis por meio da opção de hotspot Wi-Fi. O Audi smartphone interface usa o Apple Car Play e o Android Auto para disponibilizar aplicativos selecionados em um menu MMI separado. A operação é fácil e intuitiva, graças ao controle de voz em linguagem coloquial, à função de pesquisa livre de texto e ao volante multifuncional. O touchpad no console central pode ser usado para dar zoom, rolar a tela e inserir caracteres. Outras tecnologias de ponta, como o head-up display e mais de 30 sistemas de assistência ao motorista aumentam a segurança, o conforto e a eficiência do modelo. A interação inteligente entre esses sistemas representa mais um passo rumo à direção autônoma.


O design mudou pouco mas a potencia é maior
Secretários de agricultura querem nona normaOs secretários de agricultura de todo o país querem uma revisão na legislação sanitária

Os secretários estaduais de Agricultura defenderam, nesta quarta-feira (21), mudanças para modernizar a inspeção de produtos de origem animal. Eles querem autorização, por lei federal, para inspeção privada, com a permissão para que estados que adotam esses serviços possam comercializar os produtos dentro do país. O pedido foi apresentado durante reunião do Conselho Nacional dos Secretários de Estado de Agricultura (Conseagri), em Brasília.

A inspeção é tratada distintamente da fiscalização e da auditoria, ambas de competência exclusiva de governo. Diretor do Departamento de Saúde Animal do Mapa e presidente da Comissão Sul-Americana para a Luta contra a Febre Aftosa (Cosalfa ), Guilherme Marques ressaltou que trata-se de uma experiência já adotada no mundo inteiro e reconhecida pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Um dos principais defensores da mudança é o Rio Grande do Sul. Seguindo modelos já adotados em Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul, o estado elaborou proposta de lei estadual para contratar inspeção privada para esses produtos. O governo gaúcho alega que, da maneira como está a lei federal atualmente, a comercialização, nesse caso, é limitada a municípios do próprio estado de origem.

O secretário-executivo do Mapa, Eumar Novacki, disse que o Mapa vai estudar o assunto.


Reunidos no Mapa, secretários pedem revisão de normas sanitárias
Audi confirma segundo carro elétricoQuando chega ao Brasil? Vai levar muito tempo

A Audi expande seu portfólio com um novo modelo e-tron. A produção do e-tron Sportback terá início na fábrica da montadora em Bruxelas, na Bélgica, em 2019. A planta será responsável pela produção do segundo modelo totalmente elétrico da marca, já que o SUV e-tron começa a sair da linha de montagem no ano que vem.

Além do e-tron, a Audi integra um segundo e completamente novo modelo elétrico à sua rede de produção, aumentando, assim, sua competitividade no segmento. "Com a produção do e-tron Sportback estamos mostrando que levamos a sério a questão da mobilidade elétrica. Esse segundo modelo movido a eletricidade aperfeiçoará a capacidade da nossa fábrica em Bruxelas", afirma o Prof. Dr. Hubert Waltl, membro do Conselho para Produção e Logística da AUDI AG.

A base para o novo carro é o e-tron Sportback Concept, apresentado pela marca no Salão de Xangai deste ano. Este conceito versátil é um carro de quatro portas gran turismo com uma unidade elétrica de 320 kilowatts. O design tem uma linguagem de cupê e combina elementos característicos da marca com detalhes inovadores. Já a tecnologia e o pacote da unidade elétrica são adaptados à arquitetura do carro.


Um novo veículo elétrico será produzido na Europa
Tecnologia contra cansaço e sonoA Ford, como outras montadoras, apresenta sistema que alerta o motorista

Ter atenção ao volante é essencial para garantir a segurança no trânsito. Dirigir com sono ou cansado é muito perigoso e pode causar acidentes. Mas isso é mais comum do que imaginamos. Na Europa, por exemplo, pesquisas mostram que uma em cada três pessoas dormem menos do que deveriam. Isso pode acontecer, por exemplo, com casais que têm bebês ou filhos pequenos. Ao volante, a sonolência após uma noite mal dormida pode reduzir a concentração e deixar as reações mais lentas, comparáveis às de um motorista que ingeriu bebida alcoólica. O cansaço também é a causa de um em cada cinco acidentes naquele continente, onde uma em cada cinco pessoas admite já ter adormecido ao dirigir.

Para evitar esse tipo de risco, a Ford oferece um recurso que alerta o motorista se ele apresentar sinais de sonolência ou cansaço. É o sistema de alerta de fadiga. Disponível no Fusion e no Edge, ele monitora o comportamento do veículo para detectar se o condutor está distraído ou cochilando. Com o auxílio de câmeras, ele avalia o nível de atenção do motorista pela movimentação do carro dentro da faixa de rodagem. Se o veículo sair da faixa com certa frequência, o sistema interpreta que ele está com fadiga e recomenda uma parada para descanso por um alerta no painel, mostrando a imagem de uma xícara de café, acompanhada de um aviso sonoro. É fato que todo mundo quer chegar em casa logo, mas uma xícara de café pode ser um bom lembrete de que a melhor maneira de chegar é com segurança.

Nesse caso, é possível usar também o comando de voz do sistema de conectividade SYNC 3 – disponível no Focus e Fusion - e escolher um lugar para tomar café ou fazer uma pausa para descansar. O sistema, criado há quase uma década, continua sendo aprimorado e basta dizer “preciso de um café” para que o recurso relacione as cafeterias próximas e guie o motorista para a que ele escolher. Outra opção é dizer “quero parar” e o SYNC 3 dará sugestões de cafeterias, padarias e até supermercados.

Sair da faixa de rodagem sem acionar o pisca também pode significar cansaço ou distração e o sistema de permanência em faixa, disponível no Fusion e no Edge, identifica a manobra como não intencional e gera um alerta produzindo uma vibração no volante. Se ele não responder ao alerta, o recurso atuará na direção para corrigir a trajetória e manter o veículo na faixa (veja como funciona aqui).

Outra tecnologia importante é o sistema de alerta de colisão com assistência de frenagem, oferecido também no Fusion e no Edge, que funciona por meio de radar e câmera em velocidades até 50 km/h. Ele dispara um alerta sonoro e visual ao detectar a possibilidade de colisão com um veículo à frente ao mesmo tempo em que pré-carrega os freios para uma resposta mais rápida. Se o motorista não realizar nenhuma ação, o veículo pode desacelerar e parar automaticamente. Já o sistema de detecção de pedestres oferecido no Fusion opera de modo semelhante, rastreando por radar e câmera a movimentação de pessoas à frente do veículo em velocidades de 3,6 km/h a 80 km/h.

O piloto automático adaptativo com “stop and go”, disponível no Fusion, é outra tecnologia semiautônoma que aumenta a segurança. Além de manter a velocidade programada do veículo, ele permite selecionar uma distância segura do carro à frente e, se o trânsito parar, é capaz de frear totalmente.


Quando o motorista demonstra cansaço o sistema alerta sobre o perigo
Associações rurais definem investimentosA Prefeitura de Santa Cruz reúne associação rurais para definir investimentos

A Prefeitura de Santa Cruz, através da Secretaria Municipal de Agricultura, realiza na próxima terça-feira, dia 27, um encontro com todos os presidentes de associações rurais do município.

Com tema “Associação fortalecida é homem do campo mais forte”, o encontro, que acontecerá no Instituto Cônego Monte, a partir das 8h, visa ampliar o diálogo entre a administração pública municipal e as associações para garantia de mais direitos para o agricultor familiar.

A programação que foi elaborada pela Secretaria Municipal de Agricultura conta com várias palestras que buscam formas os representantes de associação para melhor gerir o grupo de associados e também para que os direitos de todos sejam garantidos.

O encontro já vem sendo planejado a alguns tempo e conta com apoio da Emater local e do Colegiado Territorial Rural, entidade que tem grande importância no diálogo com o homem do campo para o desenvolvimento de políticas públicas.

A expectativa da Secretaria Municipal de Agricultura é que todos os representantes das associações rurais do município participem do encontro de formação e busquem melhorar o trabalho em cada comunidade rural, fortalecendo o homem do campo.


Foto: www.freepik.com
Mobilidade tem novo acessoA Nissan está apresentando um novo programa para a compra de veículos para pessoas com deficiência

A Nissan é reconhecida em todo o mundo por oferecer soluções e tecnologias de mobilidade segura e inteligente. Por isso, reafirma agora seu compromisso em promover a mobilidade com o lançamento no Brasil do programa "Nissan Mobilidade para Todos", que tem como objetivo facilitar o acesso e disponibilidade de veículos 0km para pessoas com deficiência (PcD).  

"Durante os Jogos Paralímpicos no Rio de Janeiro, tivemos contato próximo com associações e entidades ligadas a pessoas com deficiência. Além disso, por meio do projeto do Time Nissan, convivemos de perto com atletas paralímpicos. Assim, conhecemos as suas realidades e necessidades e queremos fazer nossa parte. Nos últimos meses nossa empresa se preparou integralmente, do Complexo Industrial de Resende ao treinamento específico da nossa rede de concessionários, para lançar este programa que visa esclarecer e criar novas possibilidades no acesso à mobilidade para todos, além de oferecer produtos modernos e de qualidade, como o Nissan Kicks", explica Marco Silva, presidente da Nissan do Brasil.

Modelos
A principal novidade da linha de produtos incluída no programa é a versão especial do crossover Nissan Kicks exclusivo para PcD, modelo que começou a ser produzido no Complexo Industrial de Resende (RJ) da Nissan em abril deste ano.

Lançado mundialmente no Brasil em agosto do ano passado, o Nissan Kicks tem sido um sucesso de público e crítica. O modelo acumula diversos prêmios desde seu lançamento, como o "Melhor Crossover da América Latina", dado pela Americar; "Melhor SUV 2017", pela Fipa (Associação de Jornalistas Automotivos da América Latina); "Melhor SUV Compacto", pelo júri do L'Auto Preferita, e "Melhor SUV Importado", dado pelos jurados do Top Car TV 2016.

Além do Kicks, os modelos compactos Nissan March e Nissan Versa, únicos do segmento a oferecer câmbio continuamente variável XTRONIC CVT no Brasil, se enquadram nos requisitos de elegibilidade e estão disponíveis para a compra especial para pessoas com deficiência. Repletos de equipamentos, os dois modelos também são nota "A" no programa de eficiência energética e emissões de gases, segundo aferição do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). O Nissan Sentra, que conta com isenção de IPI, completa a linha Nissan disponível para PcD.

Página virtual
Para atender aos interessados na compra de um veículo 0km da Nissan com isenções fiscais, a empresa disponibilizou em seu site corporativo uma página específica com informações sobre o programa "Nissan Mobilidade para Todos".

No endereço www.nissan.com.br/mobilidadeparatodos o interessado terá toda a orientação do que é necessário fazer e quais limitações de saúde dão direito à isenção de impostos na compra de um veículo Nissan novo. Além disso, conhecerá as versões e modelos da linha Nissan que se enquadram nas isenções fiscais, os preços e seus conteúdos. A página do site também indicará os endereços da rede de concessionárias Nissan, onde os interessados poderão adquirir veículos PcD.


Peugeot lança o 3008O veículo vem cheio de adjetivação por parte da montadora

A Peugeot jura de pé junto que entrar no Novo SUV PEUGEOT 3008 é como conhecer outro mundo, surpreendente, original e de altíssima qualidade. E continua adjetivando: o olhar é imediatamente cativado pelo espetacular cluster digital customizado de 12,3”. Este conjunto totalmente tecnológico é a mais recente evolução do PEUGEOT i-Cockpit®, já encontrado nos PEUGEOT 2008 e 208, que ganhou o sobrenome 2.0. Um conceito inovador que revoluciona os códigos tradicionais de condução. Não vi o carro, por isso não posso dizer se realmente é isso mesmo. Mas, pelo que eu sei, não deve ser diferente de muitos outros veículos de outras marcas.





O novo volante Sportdrive é compacto, com aro e base achatados, que facilitam a pegada, além de um campo de visão desimpedido e mais espaço para as pernas. O cuidado na escolha dos materiais assim como a minúcia dos detalhes – aro do volante em couro integral, inserções cromadas, elementos decorativos em preto brilhante – conferem ao habitáculo uma elevada e inédita percepção de qualidade e atratividade.

A grande tela sensível ao toque de 8'' é como se fosse um tablet posicionado no centro do painel de instrumentos e dispõe da tecnologia capacitiva, que torna sua utilização mais reativa e prática. Ele tem seis teclas bastante elegantes chamadas de toggle switches que proporcionam um acesso direto às principais funções de conforto: rádio, climatização, navegação, parâmetros do veículo, telefone e aplicativos móveis.

O cluster elevado de 12,3”, que contém um bloco de mostradores digitais de alta resolução é dotado de um grafismo futurista. Totalmente personalizável, o painel de instrumentos reúne tudo o que o condutor deseja ter diretamente no seu campo de visão. Com quatro modos de visualização diferentes – acessíveis por meio de um comando no volante - o condutor pode compor à “la carte” o que quer ver.





E continua a adjetivação para os componentes do veículos como o motor que a Peugeot diz ser eficiente. O trabalho de arquitetura efetuado no veículo e a diminuição de sua massa são fatores determinantes na busca constante da redução do consumo e das emissões de CO2. Mas não são os únicos. O design aerodinâmico e a otimização das dimensões externas permitem exibir um excelente Cx de 0,76.

Para ajudar em sua eficiência, o conhecido e premiado motor 1.6 THP de 165 cv, abastecido apenas com gasolina, faz bem seu papel. Seu torque imponente surge antes das 2.000 rpm e lança o Novo SUV PEUGEOT 3008 com vigor. O balanço entre boa potência, torque e carroceria moderna resulta em ótimos números de consumo e diversão para todos a bordo.

E para dar o suporte devido ao 1.6 THP, o câmbio automático de seis marchas com opção de trocas manuais por meio da alavanca ou dos Paddle Shifters se torna peça chave. Com escalonamento preciso e trocas bem programadas, graças à tecnologia do seletor de marchas com acionamento elétrico, o câmbio do SUV PEUGEOT 3008 está totalmente preparado para o trânsito das cidades brasileiras.

Num contexto em que o acesso ao centro das cidades se torna cada vez mais complicado, a PEUGEOT se posiciona como fornecedor de soluções inovadoras para as atuais questões de mobilidade. Ela continua a ser a única marca a desenvolver veículos com duas, três ou quatro rodas e aproveita o lançamento do novo SUV PEUGEOT 3008 para propor aos seus clientes uma nova oferta de mobilidade individual: um patinete dobrável com assistência elétrica (e-Kick) by MICRO.


O novo 3008 promete chegar com inovações não vistas em outros veículos
Renault Captur tem novo câmbioUma tranmissão X-Tronic CVT está disponível no Renault Captur 1.6 SCe

O Renault Captur conquistou o público graças a seu design sensual e elegante, características SUV e toda a oferta de easy life e conectividade. Agora, o SUV traz a opção do câmbio X-TRONIC CVT, que proporciona ainda mais conforto aliado a economia de combustível.  



A transmissão X-TRONIC CVT, amplamente utilizada pela Aliança Renault-Nissan em todo o mundo, está disponível no Captur 1.6 SCe. O casamento do moderno câmbio continuamente variável – que tem opção de seis marchas simuladas - com o novo motor 1.6 SCe garante um rodar suave e silencioso em velocidade de cruzeiro. Como este câmbio não tem trocas de marchas, a condução é sempre suave. Além disso, o motor pode ser mantido em rotação constante, auxiliando no menor consumo de combustível.

O Captur CVT é fruto do desenvolvimento da equipe de engenharia da Renault Tecnologia Américas (RTA), que tem como objetivo desenvolver produtos voltados às necessidades e ao perfil do consumidor latino-americano. O Captur rodou mais de 1,5 milhão de quilômetros apenas no Brasil.

Com a oferta do câmbio CVT, o Captur passa a oferecer a mais completa gama de versões do mercado. Há duas opções de motorização e três de câmbios para satisfazer o gosto de todos os clientes. O 1.6 SCe manual é indicado a quem privilegia consumo e prazer ao dirigir. O 1.6 SCe X-TRONIC CVT agrada aqueles que buscam conforto para os grandes centros urbanos e não abrem mão de economia. Já o 2.0 16V automático é opção para quem procura mais desempenho. Tanto o motor 1.6 SCe quanto o 2.0 16V trazem tecnologias que a Renault desenvolveu na pista de Fórmula 1, categoria na qual a marca já conquistou 12 títulos mundiais.


O QUE É CÂMBIO CVT?

O CVT (Continuously Variable Transmission) oferece relações de marcha continuamente variáveis, ou seja, tem ‘marchas infinitas’. O maior diferencial em relação a um câmbio automático tradicional é a ausência de engrenagens. Como característica, este câmbio é econômico e permite aceleração contínua, sem trancos, o que dá a impressão de que o carro nunca troca de marchas.

Seu funcionamento acontece da seguinte forma: uma correia metálica liga duas polias com sulco em forma de “V” e largura variável. A primária, também conhecida como condutora, recebe o torque do motor, enquanto a secundária transmite ao diferencial. Cada polia tem dois cones que podem se afastar ou se aproximar por meio de um sistema hidráulico, diminuindo ou aumentando a largura do canal onde passa a correia. De acordo com a demanda do motorista, este afastamento ou aproximação dos cones aumenta ou reduz a velocidade do carro.

Quando os cones estão juntos, o canal fica mais estreito e o raio da polia aumenta. Em marcha reduzida, a polia primária apresenta um raio menor, enquanto a polia secundária fica com raio maior. Na medida em que o carro acelera, o movimento das polias se inverte e a relação de marcha fica maior. A distância entre as polias é fixa. Assim, o câmbio X-TRONIC CVT apresenta uma infinidade de marchas entre as menores e maiores relações.


X-TRONIC CVT: TRANSMISSÃO MODERNA



O câmbio X-TRONIC CVT proporciona o máximo conforto, especialmente para grandes centros urbanos, garantindo também economia de combustível. Um de seus diferenciais é um software de gerenciamento que dá a opção ao condutor de reproduzir seis marchas virtualmente. A transmissão X-TRONIC CVT oferece, em todas as versões, a possibilidade de troca manual na alavanca de câmbio. Ao motorista, cabe posicionar a manopla à esquerda para assumir o controle. A opção traz vantagem em performance, especialmente nas ultrapassagens e arrancadas.

O X-TRONIC CVT oferece economia de combustível graças à alta tecnologia embarcada. Esta transmissão traz relações mais longas em comparação a outros câmbios do mercado, sem abrir mão de desempenho e prazer ao dirigir. Além disso, traz um sistema avançado de correia e polia e uma bomba de óleo menor e evoluída.

As acelerações do X-TRONIC CVT são constantes e eficientes. O desenvolvimento desta transmissão foi baseado em três pilares: linearidade, agilidade e dirigibilidade. O efeito pode ser percebido em retomadas de velocidade ou saídas de semáforo, por exemplo. Para os passageiros, a sensação é de conforto, sem que haja qualquer tranco. O câmbio X-TRONIC CVT traz uma transmissão adicional, garantindo menor tamanho e peso do conjunto. Esta solução permite que o conjunto mecânico seja 10% menor e 13% mais leve. Além disso, como neste câmbio as polias não entram em contato com o óleo, se obteve a redução do nível de atrito em 30%.

Pensando no conforto, há o sistema Lock-up com Active Slip Control. Neste sistema, a polia é liberada de forma gradual para que o torque seja transmitido de forma linear. Essa característica garante acelerações com respostas mais vigorosas e sem alternâncias, pois "segura" a polia e a solta de forma gradual para que o torque seja transmitido de forma linear e rápida. A caixa que equipa o Captur é produzida pela Jatco, empresa da Aliança Renault-Nissan. Esta transmissão continuamente variável de última geração já equipa dezenas de modelos em todo o mundo.


CAPTUR: VENDAS EM LINHA COM A PREVISÃO

O lançamento do Captur, na La Maison Renault, em São Paulo, teve grande repercussão nas redes sociais. Mais de 256 milhões de pessoas foram impactadas e somaram mais de 3,6 milhões de interações já no mês de lançamento.

As vendas dos primeiros meses estão em linha com os objetivos previstos para o SUV. Vale destacar que a pintura biton, responsável por ressaltar ainda mais o design sensual e elegante do Captur, é um sucesso, com 85% do mix de vendas. A opção do câmbio X-TRONIC CVT, que proporciona ainda mais conforto aliado a economia de combustível, representará 60% das vendas do Captur.


O Captur ganha câmbio automático
Mostrar mais
Mais Blogs
Mais Recomendadas